Irã Anuncia Lançamento de Satélite Que os EUA Dizem Fazer Parte de Um Programa Bélico

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postado ontem (03/02) no site do Sputnik News Brasil, destacando que o Irã anunciou que fará até o fim desta semana um lançamento de satélite que os EUA acredita fazer parte de Programa Bélico.

Duda Falcão 

ORIENTE MÉDIO E ÁFRICA 

Irã Anuncia Lançamento de Satélite Que EUA Dizem Fazer Parte de Programa Bélico

Sputnik News Brasil
03/02/2020 - 12:30

© AP Photo / Iranian National Space Center

O Irã anunciou que o lançamento de seu quarto satélite deve ocorrer até o fim desta semana. Para Estados Unidos, lançamento serve para encobrir programa de desenvolvimento de mísseis.

O Irã vai lançar um satélite para a órbita da Terra até o fim desta semana, anunciou um ministro do governo nesta segunda-feira (03). EUA consideram o lançamento parte de um programa de desenvolvimento de mísseis balísticos.

"Não estamos com medo de falhas e não iremos perder as esperanças. Com a ajuda de suas preces e de Deus, o satélite Zafar deve ser lançado no fim desta semana, em direção a uma órbita a 350 km da superfície terrestre", anunciou o ministro das Tecnologias de Informação e Comunicação do Irã, Mohammad Javad Azari-Jahromi.

No ano passado, o Irã fracassou em duas tentativas de lançamento de satélites. Os EUA acreditam que a tecnologia utilizada para colocar satélites em órbita pode ser utilizada para o lançamento de ogivas nucleares, reportou a Reuters.

Teerã nega que seu programa espacial tenha a função de encobrir um programa de desenvolvimento de mísseis, e declarou reiteradamente nunca ter tido a construção de armas nucleares como objetivo.

© AP Photo / Ministério da Defesa do Irã
Lançamento do foguete-portador de satélite Simorgh (foto de arquivo)

A administração Trump reimpôs sanções econômicas contra o Irã, após retirar-se unilateralmente do acordo nuclear iraniano, em 2018.

Para a Casa Branca, o acordo nuclear é desprovido de medidas suficientemente severas para impedir o desenvolvimento do programa de mísseis de Teerã.
O primeiro satélite lançado pelo Irã foi o Omid (Esperança), no ano de 2009, e o satélite Rasad (Observação) foi colocado em órbita em 2011. Em 2012, Teerã declarou ter colocado em órbita o terceiro satélite construído nacionalmente, o Navid (Promessa).


Fonte: Site Sputniknews Brasil - http://br.sputniknews.com

Comentário: Pois é leitor, aqui não me interessa a motivação bélica ou não das atividades espaciais iranianas, nem o fato de ter havido algumas falhas, pois isto faz parte desta área e sempre fará, afinal não há como fugir disto por vários fatores que envolvem o desenvolvimento espacial e entre eles não se pode descartar as atividades de inteligência, enfim... O que vale aqui é demonstrar a incompetência brasileira na condução em quase 60 anos de atividades espaciais e isso é inadmissível. Pior, não há nesse momento nenhuma sinalização de que o Governo Bolsonaro tenha entendido a gravidade de sua falta de atitude para com o nosso “Patinho Feio”, o que é revoltante e pode nos levar a mais uma década perdida. Estou realmente muito decepcionado com a falta de atitude (quero deixar claro que me refiro a área espacial já que não tenho criticas ao Governo em contexto geral) do Presidente Bolsonaro e do Ministro Marcos Pontes, pois esperávamos muito mais em um ano de governo e não foi feito. Agora leitor, o buraco tecnológico entre o Brasil e o resto do mundo só faz aumentar enquanto continuamos deitados em berço esplêndido. Lamentável! Aproveito para agradecer ao nosso leitor Rui Botelho pelo envio dessa notícia.

Comentários

  1. Puxa! , como esse lançador se parece com o nosso fantasma Projeto do VS-43

    o 1° estágio com o S-43 , já o 2° estágio com o S-30 e o 3° estágio satelizador com um possível L-15

    a pergunta que perguntamos ao Blog , por quê será que o Irã consegue realizar o seu Programa Espacial e o Brasil não consegue ? .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Por uma série de razões, mas respondendo a sua pergunta de forma resumida eu diria que infelizmente pelo fato do Brasil não ser um país sério e pelo jeito, jamais será enquanto perdurar essa cultura do levar vantagem em tudo. Vale lembrar que o próprio Gen. De Gaulle já disse isso sobre o Brasil no anos 60.

      Abs

      Duda Falcão

      Excluir
  2. Será que se a comunidade fizesse um vídeo a respeito do setor espacial como o vídeo do pedido de retirada dos brasileiros em Wuhan serviria de alguma coisa ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      A ideia é boa, mas duvido que viesse a mudar alguma coisa, mesmo que tivesse o envolvimento de todo comunidade espacial do País. O que acontece é que dentro da comunidade existem muita gente de 'rabo preso' com a incompetência, o mal mau-caratismo e a corrupção, e aqueles que não estão, infelizmente pecam pelo silencio e pelo medo de enfrentar a situação. Enfim...

      Abs

      Duda Falcão

      Excluir
  3. Olá boa noite!

    Duda é muito triste e desanimadora a situação de nosso programa espacial, tanto na área de desenvolvimento de satélites, como na parte de desenvolvimento de um lançador. A verdade é que não importa se o governo é de esquerda ou de direita, mas nosso programa espacial sempre acaba ficando esquecido num canto. Veja a Argentina: https://argentinaenelespacio.blogspot.com/2020/02/arsat-retomara-el-desarrollo-del.html e logo, não duvido, deve voltar a toda força no término de desenvolvimento do seu Tronador II e III, sem falar nos seus satélites radar da série SAOCOM-1A este já lançado pela SpaceX e em breve no final deste ano o segundo SAOCOM-1B, tecnologia essa que nem imaginamos se algum dia poderemos desenvolver, ter ou sequer dominar.

    Parabéns pelo seu blog, sua contribuição e pelo seu valoroso trabalho, mas eu pessoalmente não acredito mais.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Obrigado amigo pelo reconhecimento ao meu trabalho, mas me permita discordar de você um pouco. Importa sim e muito termos um governo de direita e jamais de esquerda novamente. Isto é, desde que seja de direita realmente, e me parece que o Governo do Bolsonaro é o que mais se aproximou disto em toda história do Brasil. Esquerda amigo, se dependesse de mim, nunca mais. Agora, quanto ao nosso 'Patinho Feio', eu entendo a sua descrença e faço dela a minha, afinal não há como negar que o Governo Bolsonaro não está tendo a atitude esperada e necessária nesta área, e realmente poderia ter feito muito mais em 2019, enfim... mas vamos aguardar para ver como essa história irá terminar. Vale lembrar que o buraco tecnológico só faz aumentar, é verdade, mas ele ainda terá três anos para mostrar serviço, vamos aguardar.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  4. caramba os caras fizeram um lançador baseado no míssil scud.

    Brasil tá fraco mesmo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

Da Sala de Aula para o Espaço