Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Brazilian Satellite Manufacturer Seeks New Business as It Completes Its First Satellite

Imagem
Hello reader! It follows a note published on the day ( 30/12 ), in the site " www.spacenews.com ", noting that Brazilian Satellite Manufacturer ( Visiona Tecnologia Espacial ) seeks new business as it completes i ts first satellite . Duda Falcão Brazilian Satellite Manufacturer Seeks New Business as It Completes Its First Satellite By Caleb Henry December 30, 2016 Credit: Thales Alenia Space Brazil’s new domestic satellite manufacturer Visiona Tecnologia Espacial is exploring multiple business avenues, including remote sensing as its first project, the SGDC satellite  with Thales Alenia Space, nears launch. WASHINGTON — In the absence of a guaranteed order for a second geostationary satellite, Brazil’s emerging domestic satellite manufacturer Visiona Tecnologia Espacial is building up a remote sensing business and weighing a small satellite project in order to gain more experience. Established in 2012, Visiona is a joint venture

Em Parceria Com INPE, ITA Desenvolverá Nanossatélite Financiado pela NASA

Imagem
Olá leitor! Segue abaixo uma outra nota esta postada hoje ( 30/12 ) no site da “Força Aérea Brasileira (FAB)” tendo como destaque o Projeto do Nanosat SPORT que será desenvolvido em parceria pela NASA com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) . Duda Falcão ESPAÇO Em Parceria Com INPE, ITA Desenvolverá Nanossatélite Financiado pela NASA Equipamento deve ser lançado a partir da Estação Espacial Internacional e deve ajudar na compreensão do clima espacial Por Ten Jussara   Peccini Edição: Agência Força Aérea Fonte: ITA/INPE Publicado: 30/12/2016 - 08:00h O desenvolvimento de um nanossatélite com a participação de dois institutos brasileiros, o   Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o   Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais   (INPE), acaba de ser selecionado, dentre mais de 70 propostas apresentadas, para financiamento pela NASA, a agência espacial norte-americana. O equipament

EDITORIAL - O Fim do VLS

Imagem
Olá leitor! Segue abaixo um artigo editorial publicado ontem ( 29/12 ) no site “Defesanet.com” tendo como destaque o fim do Projeto do VLS-1 . Duda Falcão COBERTURA ESPECIAL - ESPECIAL ESPAÇO – EDITORIAL EDITORIAL - O Fim do VLS Uma série de dificuldades levou ao fim do Programa do Veículo Lançador de Satélites. Problemas de gestão e falta de recursos e em especial de uma análise crítica pelos gestores dos programa nos últimos anos. DefesaNet 29 de Dezembro, 2016 - 14:20 ( Brasília ) Lançamento do VLS-1 V02, em 1999. Por falha no 2 estágio o foguete foi destruído em voo. Há quase um ano, no dia 29 de fevereiro 2016, a direção do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), do DCTA, reuniu os funcionários no auditório do ITA. A pauta era variada, mas o ponto principal foi o “Fim do VLS”. Na ocasião, o Cel. Antonio H. Blanco Ribeiro realizou uma apresentação sobre a atual situação do VLS e propostas de novos lançadores, sondas e Veículo Lançador de

Mais Informações Sobre o Programa VLM-1

Imagem
Olá leitor! Segue abaixo uma nota escrita e postada dia ( 27/12 ) pelo companheiro André Mileski em seu "Blog Panorama Espacial" , com mais informações sobre o Projeto do VLM-1 . Duda Falcão Mais Informações Sobre o Programa VLM-1 André Mileski Blog Panorama Espacial 27/12/2016 O mais aguardado acontecimento em 2016 em se tratando de lançadores se deu na semana passada, com a contratação da produção de oito motores S50, que serão utilizados nos voos do veículo VS-50 e da primeira versão do VLM-1, ambos em desenvolvimento pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE/DCTA), em parceria com a indústria (sobre a assinatura, veja as notas divulgadas pela   Agência Espacial Brasileira   e pelo   IAE/DCTA ). Apresentamos a seguir alguns   bullet points  com informações sobre o contrato e o programa VLM-1: Ineditismo.   O contrato firmado com a   Avibrás   é de grande relevância pelo seu caráter inédito, uma vez que foi o primeiro contrato de produ

Atualizando Nossas Campanhas

Olá leitor! Hoje é a ultima quinta-feira   do mês de   dezembro e do ano de 2016 , e sendo assim é dia de atualizar você sobre as nossas campanhas em curso. Bom leitor quanto à “ Campanha para Regulamentação das Atividades de Grupos Amadores ”, até agora  15 grupos  já se inscreveram. São eles  Auriflama Foguetes ,  BANDEIRANTE Foguetes Educativos ,  CEFAB ,  CEFEC ,  Grupo Carl Sagan, Grupo GREAVE, Grupo de Desenvolvimento Aeroespacial (GDAe) da UFC, Grupo Pionners,  Grupo Supernova Rocketry,   Infinitude Foguetismo ,  ITA Rocket Design, NTA ,,  PEUE (Pesquisas Espaciais Universo Expansivo), Projeto Jupiter   e  UFABC Rocket Design . Vamos lá gente, cadê os  grupos amadores desse país , vocês não querem se organizar?  ( OBS:  Continuo esperando que os 13 grupos inscritos respondam se há algum entre vocês que tem o interesse de organizar e sediar um ‘Seminário’ para discutirmos as atividades de espaçomodelismo no Brasil? ) Já quanto á “ Campanha de Manutenção do Blog ”, a

NASA Vai Financiar Estudo do INPE Sobre Bolhas da Ionosfera e Sistemas de Navegação

Imagem
Olá leitor! Segue abaixo uma nota postada dia ( 27/12 ) no site do “Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI)” , dando destaque ao projeto do Nanosat da Missão SPORT que será desenvolvido entre a NASA , o INPE e o ITA . Duda Falcão NOTÍCIAS NASA Vai Financiar Estudo do INPE Sobre Bolhas da Ionosfera e Sistemas de Navegação Nanossatélite de seis quilos deve ser lançado ao espaço em março de 2017 para estudos sobre a formação de bolhas de plasma ionosférico, que podem ter  impacto nos sistemas de comunicação e de navegação do planeta Crédito: Reprodução da internet NASA vai financiar o desenvolvimento de um nanossatélite  para estudos de bolhas de plasma na ionosfera, que podem ter impacto nos  sistemas de comunicação e navegação do planeta. A NASA, agência espacial norte-americana, vai financiar o desenvolvimento de um nanossatélite para estudos de bolhas de plasma na ionosfera, que podem ter impacto nos sistemas d

País Desperdiça 30% dos Gastos Com Energia Elétrica Para Iluminar o Céu

Imagem
Olá leitor! Segue abaixo uma nota postada dia ( 27/12 ) no site do “Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI)” destacando que segundo um estudo do Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA) , o Brasil desperdiça 30% dos gastos com energia elétrica para iluminar o céu e que esta poluição luminosa já esta prejudicando as pesquisas astronômicas do país . Duda Falcão NOTÍCIAS País Desperdiça 30% dos Gastos Com Energia Elétrica Para Iluminar o Céu Além disso, estudo do Laboratório Nacional de Astrofísica, ligado ao MCTIC, revela que a poluição luminosa prejudica as pesquisas astronômicas, afeta a saúde da população e provoca uma série de impactos ambientais. Por Ascom do MCTIC Publicação: 27/12/2016 | 08:15 Última modificação: 27/12/2016 | 08:48 Crédito: LNA Itajubá, em Minas Gerais, vista do Observatório do Pico dos Dias: céu alaranjado acima da cidade. Um estudo desenvolvido pelo Laboratório Nacional de Astrofí

A Humanidade na Era Espacial

Olá leitor! Segue abaixo mais um artigo do Sr. José Monserrat Filho postada ontem ( 26/12 ) pelo companheiro André Mileski em seu "Blog Panorama Espacial" . Duda Falcão A Humanidade na Era Espacial “... visualizo em nossos dias um grande esforço, por parte da doutrina jurídica mais lúcida, de retorno às origens, que corresponde um processo histórico de humanização do Direito Internacional.” Antônio Augusto Cançado Trindade (1) José Monserrat Filho * 26/12/2016 O termo “humanidade” mereceu posição de realce no Tratado do Espaço de 1967 , a lei maior do espaço e das atividades espaciais, cujo longo nome oficial – “Tratado sobre Princípios Reguladores das Atividades dos Estados na Exploração e Uso do Espaço Cósmico, Inclusive a Lua e Demais Corpos Celestes” (2), foi-lhe dado certamente para explicitar seus objetivos mais gerais. O Tratado do Espaço menciona quatro vezes a humanidade . É uma de suas distinções, com especial significado juríd