Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2018

Os Sessenta Anos da Era Espacial e as Atividades Espaciais Brasileiras

Imagem
Olá leitor!
Segue abaixo um outro interessante artigo, este escrito pelo conhecidíssimo Eng. José Bezerra Pessoa Filho (IAE/DCTA) tendo como destaque  os Sessenta Anos da Era Espacial e as Atividades Espaciais Brasileiras, publicado que foi na edição de fevereiro do “Jornal do SindCT”.
Duda Falcão
CIÊNCIA E TECNOLOGIA – 2
Os Sessenta Anos da Era Espacial e as Atividades Espaciais Brasileiras
O Programa Espacial Brasileiro nasceu em 1961, no contexto da Guerra Fria entre EUA e URSS. Foi a disputa por espaço aqui na Terra que levou ao lançamento do Sputnik em 1957. Desde então, quase oito mil satélites foram lançados. Desses, cerca de 1.800 estão operacionais, 10% dos quais com aplicações militares.
Por José Bezerra Pessoa Filho* Jornal do SindCT Edição nº 64 Fevereiro de 2018
Os americanos são detentores de 803 satélites, enquanto chineses e russos possuem, respectivamente, 204 e 142 satélites. EUA, Rússia e China são os únicos países capazes de colocar satélites e seres humanos em órbita da Terr…

Reflexões Sobre o Programa Espacial Brasileiro

Imagem
Olá leitor!
Segue abaixo um interessante artigo escrito pelo Eng. Amauri Montes (INPE) com reflexões sobre o Programa Espacial Brasileiro (PEB), publicado que foi na edição de fevereiro do “Jornal do SindCT”
Duda Falcão
CIÊNCIA E TECNOLOGIA – 1
Reflexões Sobre o Programa Espacial Brasileiro
Pode parecer surpreendente, mas muitos não sabem que o INPE possui uma forte área de Engenharia Espacial há mais de três décadas. Faremos aqui uma sucinta abordagem sobre o Programa Espacial Brasileiro, suas origens e expectativas para o futuro.
Por Amauri Montes* Jornal do SindCT Edição nº 64 Fevereiro de 2018
Até o final dos anos 70, a área de Engenharia do INPE era constituída por departamentos, tais como telecomunicações, computação, mecânica e fotônica. A atuação na área espacial era pequena. Resumia-se a parte de solo com sistemas de recepção, antenas e processamento. As atividades eram concentradas no desenvolvimento de equipamentos em nível de protótipos de laboratório. Esses protótipos eram em gra…

Medida Fiscal Restritiva Preocupa Ciência e Tecnologia

Olá leitor!
Segue abaixo um artigo escrito pelo ex-Secretário Executivo do antigo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e publicado na edição de fevereiro do “Jornal do SindCT”.
Duda Falcão
CIÊNCIA E TECNOLOGIA – CAPA
Medida Fiscal Restritiva Preocupa Ciência e Tecnologia
Por Luiz Antônio Rodrigues Elias* Jornal do SindCT Edição nº 64 Fevereiro de 2018
Brasil vivenciou, a partir de 2003, uma inflexão em seu padrão de desenvolvimento, superando importantes restrições ao seu processo de crescimento econômico.Era urgente buscar a redução de nossa vulnerabilidade externa, fragilidade fiscal e recuperar a capacidade de investimentos da economia. O novo padrão de desenvolvimento teve como um dos eixos estruturantes a constituição de um amplo mercado interno de consumo de massas, concebido como um vetor dinâmico da economia. Esta estratégica envolveu a implantação de um conjunto articulado e complementar de políticas públicas, orientadas para a redução drástica da pobreza, inclusão socia…

Orçamento da Ciência e Tecnologia Para 2018 Tem Redução de 19%

Imagem
Olá leitor!
Segue abaixo um artigo publicado na edição de fevereiro do “Jornal do SindCT” destacando que o Orçamento da Ciência e Tecnologia para 2018 terá redução de 19%.
Duda Falcão
CIÊNCIA E TECNOLOGIA – CAPA
Orçamento da Ciência e Tecnologia Para 2018 Tem Redução de 19%
Em processo de desmonte, orçamento para C&T é reduzido ano a ano
Jornal do SindCT Edição nº 64 Fevereiro de 2018

Publicada no Diário Oficial da União em 03/01/2018, a Lei Orçamentária Anual para o ano de 2018 – LOA apresenta o orçamento geral para o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações - MCTIC de R$ 12,7 bilhões, valor 19% menor que o da LOA 2017.
O orçamento movimentável, destinado a custeio e investimento (ou seja, excluídas as despesas obrigatórias e a reserva de contingência), é de aproximadamente R$ 4,7 bilhões para o próximo ano, 25% a menos do que o aprovado para 2017.
O governo federal enviou, em agosto de 2017, o Projeto de Lei Orçamentária - PLOA para 2018, que destinava apenas R$ 2,7 bilhõe…

Faça Engenharia Aeroespacial na UNIAMÉRICA de Foz de Iguaçu

Imagem
Olá leitor!
Você jovem que gosta de Astronomia, Astronáutica e Robótica e pretende investir ainda esse ano em graduação nessas áreas, ainda dá tempo, a Faculdade União das Américas (UNIAMÉRICA) de Foz do Iguaçu-PR, oferece para você o Curso de Engenharia Aeroespacial. Saiba mais pelo vídeo abaixo.
Duda Falcão

Escola de Verão do INPE Oferece Minicursos em Áreas da Computação e Matemática Aplicada

Imagem
Caro leitor!
Segue abaixo uma nota postada dia (22/02) no site oficial do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que a Escola de Verão do instituto está oferecendo  Minicursos em Áreas da Computação e Matemática Aplicada.
Duda Falcão
NOTÍCIA
Escola de Verão Oferece Minicursos em Áreas da Computação e Matemática Aplicada
Por INPE Publicado: Fev 22, 2018
São José dos Campos-SP, 22 de fevereiro de 2018
De 27 de fevereiro a 2 de março, acontece a ELAC 2018 - Escola de Verão do Laboratório Associado de Computação e Matemática Aplicada do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).
Serão ministrados oito minicursos em áreas como análise computacional de eventos extremos, neurocomputação, ciência de dados, wavelets, problemas inversos, desenvolvimento de software ágil, processamento de alto desempenho e modelagem de novos motores em propulsão aeroespacial.
É possível se inscrever em até quatro minicursos. Os participantes terão a oportunidade de conhecer as instalações do Lab…

EMBRAPA Participa na Elaboração do Programa Espacial Brasileiro

Imagem
Olá leitor!
Segue abaixo uma curiosa notícia postada dia (15/02) no portal “MundoGEO” informando que o Programa Espacial Brasileiro (PEB) sendo elaborado de forma participativa por instituições públicas e privadas e entre elas a EMBRAPA.
Duda Falcão
Notícias
EMBRAPA Participa na Elaboração do Programa Espacial Brasileiro
Programa está sendo elaborado de forma participativa por instituições públicas e privadas demandantes de produtos e serviços do setor espacial
Por MundoGEO - 16h06, 15 de Fevereiro de 2018

Três membros da Embrapa Territorial (Campinas, SP) vão representar a Embrapa na elaboração do Programa Espacial Brasileiro, sob coordenação da Agência Espacial Brasileira (AEB).
Os analistas Paulo Roberto Rodrigues Martinho e Osvaldo Tadotomo Oshiro e a pesquisadora Janice Freitas Leivas deverão responder a seis questionários relacionados a atividades espaciais compreendidas em grandes grupos de abrangência: observação da terra; coleta de dados; meteorologia; comunicações; missões científicas;…

Efeitos da Radiação em Tripulações e Sistemas Embarcados São Objeto de Estudo do IEAV

Imagem
Olá leitor!
Segue uma nota postada ontem (22/02) no site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv) destacando que Efeitos da Radiação em Tripulações e Sistemas Embarcados são objeto de estudo neste instituto.
Duda Falcão
Efeitos da Radiação em Tripulações e Sistemas Embarcados São Objeto de Estudo do IEAV
IEAv – Instituto de Estudos Avançados 22/02/2018
Brasil, no contexto da Dimensão 22, não pode prescindir do uso do espaço para benefício de sua sociedade e aprimoramento de seus sistemas de defesa. Incluir o País num cenário global onde poucos detêm a capacidade gerencial, operacional, tecnológica e industrial para fazer uso do espaço requer esforço coordenado entre diversos segmentos da sociedade, a fim de conquistar a independência do Setor Aeroespacial brasileiro. É com esse foco, principalmente na área tecnológica que o Instituto de Estudos Avançados – IEAv – desenvolve pesquisas nos efeitos que a radiação cósmica provoca sobre os organismos das tripulações e sobre os sistemas eletrônico…

Instituto de Estudos Avançados (IEAV) Dá Um Grande Passo na Conquista do Vôo Hipersônico

Imagem
Olá leitor!
Segue uma nota postada (19/02) no site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv) destacando que o instituto dá finalmente um dá um grande passo na conquista do Vôo Hipersônico.
Duda Falcão
Instituto de Estudos Avançados (IEAV) Dá Um Grande Passo na Conquista do Vôo Hipersônico
IEAv – Instituto de Estudos Avançados 19/02/2018

A Concepção Estratégica “Força Aérea 100” tem por finalidade precípua estabelecer a visão para a Força Aérea Brasileira (FAB), ao completar “100 anos” de sua criação. Assim, tem por finalidade orientar a construção da capacidade militar desejada, buscando compor o esforço principal da Defesa Nacional, bem como balizar o Planejamento Estratégico da Força, cujo cumprimento resulta em configurações de forças militares aptas para a consecução da missão constitucional.

Conceitos desafiadores representam a intrínseca visão inovadora dos profissionais do ar e espaço. É nesse contexto que surgiu o Projeto 14-X, atualmente desenvolvido pelo Instituto de Estudos Avançado…

Brasil Tenta Parceria Com SpaceX e Boeing Para Lançar Foguetes no Maranhão

Imagem
Olá leitor!
Segue abaixo uma notícia postada hoje (22/02) no site “UOL Notícias” destacando que o Brasil o está tentando parceria com SpaceX e Boeing para lançar foguetes no Maranhão.
Duda Falcão
UOL NOTÍCIAS – Economia
Brasil Tenta Parceria Com SpaceX e Boeing Para Lançar Foguetes no Maranhão
Por Aiuri Rebello Do UOL, em São Paulo 22/02/2018 - 04h00
Foto: Lucas Lacaz Ruiz - 12.jul.2012/Agência O Globo
Após o fracasso da parceria firmada com a Ucrânia 15 anos atrás, o governo federal negocia com as empresas norte-americanas SpaceX e Boeing, entre outras, o uso do CLA (Centro de Lançamento de Alcântara), no Maranhão, para lançamento de foguetes em missões espaciais até 2021. De acordo com o Ministério da Defesa, a base de lançamento tem o potencial de gerar 1,5 bilhão de dólares por ano ao país.
A SpaceX é hoje a principal companhia privada dedicada à exploração espacial e, no dia 6, lançou ao espaço a partir dos EUA o Falcon Heavy, o foguete mais potente da história.
A Boeing é uma das maiores em…