Postagens

Mostrando postagens de 2021

Editor do Brazilian Space participa de Live no Canal Homem do Espaço falando sobre "O Satélite Radar Brasileiro"

Imagem
Olá, Leitor! Participamos na noite de hoje (22/01/2021) de uma Live no canal Homem do Espaço falando sobre "O Satélite Radar Brasileiro". Esse assunto provocou um monte de polêmicas no ano passado, conforme visto nas matérias "O Radar da Discórdia" e "COMAER responde questionamento sobre aquisição de microssatélite SAR pela FAB". Além do tema SAR, falamos sobre o Programa Espacial Brasileiro (PEB), gestão e governança do PEB e outros assuntos. Vejam a live aqui: Agradecemos o convite do Júnior (O Homem do Espaço) e a audiência qualificada do canal pela participação. Rui Botelho (Brazilian Space)

A farra dos cursos na AEB! (Parte I)

Imagem
Olá, Leitor! Antes de mais nada, gostaria de pedir desculpas a você que acompanha o Brazilian Space por, com certa regularidade, apresentar notícias que não dizem respeito a satélites ou veículos lançadores ou sobre tecnologias espaciais em geral. No entanto, caro Leitor, a insignificância da Agência Espacial Brasileira (AEB) dentro do cenário nacional (com poucos recursos e poucos resultados) favorece sobremaneira a não despertar a atenção de Órgãos de Controle e da impressa em geral (a maioria desconhecedora dos meandros da gestão pública, do direito administrativo e, principalmente, do Programa Espacial de Brasileiro - PEB), de modo que poucos atuam no acompanhamento mais de perto do que é feito pela referida Autarquia. Imagem: https://www.bancariosparanagua.org.br/noticia/dez-casos-absurdos-de-desperdicio-de-dinheiro-publico No entanto Leitor, mesmo muitas vezes entrando em um dilema pessoal sobre continuar apontando indícios de má gestão perpetrados na AEB ou deixar isso de lado e

Um Conto da Carochinha, Uma História Mal Contada

Imagem
Olá amigos leitores do BS !   Por Duda Falcão 16/01/2021   Aproveitando-me de uma vaguinha em minha agenda neste sábado de Sol na bela capital baiana, resolvi escrever um artigo sobre algo recorrente no setor espacial que me incomoda há bastante tempo, ou seja, a defesa intransigente e irresponsável de gestores do setor espacial em nome de suas instituições vendendo inverdades a Sociedade Brasileira a qual deviriam responder com seriedade, competência e comprometimento, cumprindo também dessa forma uma promessa feita por mim ao Prof. Rui Botelho (atual editor do BS ) de uma vez ou outra colaborar com artigos, bem como também a uma outra promessa feita a um profissional do setor espacial que merece todo meu respeito e admiração, mesmo confessando aqui há ambos não ter mais motivação para seguir abordando algo (o Programa Espacial Brasileiro-PEB ) que para mim não tem mais futuro. Porém amigos do BS , diferentemente de muitos que militam nos bastidores PEB por várias razões e na maior

Space Café Regional no Brasil

Imagem
Olá, Leitor! O SpaceWatch.Global é um site internacional especializado em assuntos referentes ao espaço que está em atividade desde 2016. O portal fornece  uma perspectiva completa do setor espacial mundial a partir de  análises, previsões e percepções sobre as implicações geopolíticas dos desenvolvimentos espaciais, com temas que vão da política espacial, exploração espacial, missões espaciais, até armas e tecnologia espaciais. Imagem: Space Café BR. O Space Café WebTalk inaugural ocorreu em 31 de março de 2020, com a participação do Professor Moriba Jah, professor associado do Departamento de Engenharia Aeroespacial e Mecânica de Engenharia da Universidade do Texas em Austin, em conversa com Torsten Kriening, co-editor do SpaceWatch.Global e diretor de operações da ThorGroup GmbH.  Desde então já ocorreram mais de 40 programas e, agora, como o Space Café Brazil, o primeiro programa regional  do referido projeto  na América Latina e o primeiro realizado totalmente em português,  temos

Parceria entre Agência Espacial Brasileira e Universidade Federal de Santa Maria ajudará no mapeamento de tecnologias espaciais nacionais

Imagem
Olá, Leitor! Segue abaixo a nota " Parceria entre Agência Espacial Brasileira e Universidade Federal de Santa Maria ajudará no mapeamento de tecnologias espaciais nacionais ", publicada no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), no dia 11/01/2021. Boa leitura do texto e dos comentários do BS no final! Brazilian Space Parceria entre Agência Espacial Brasileira e Universidade Federal de Santa Maria ajudará no mapeamento de tecnologias espaciais nacionais Imagem: AEB Site da AEB ( aqui ) Publicado em 11/01/2021 14h03  Atualizado em 11/01/2021 14h14 A Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), estabelece parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) para o desenvolvimento de um sistema de informação para o mapeamento de tecnologias espaciais nacionais (MAPTEC). A iniciativa teve seu início em 2019, com um primeiro levantamento de dados e de ferramentas de descrição de tecnologia feitos pela AEB. 

Retrospectiva 2020 - Este é o tema do 6º episódio do Podcast Espacial Brasileiro (PEB)

Imagem
Olá, Leitor! Por termos a parceria do projeto do  Podcast Espacial Brasileiro ( PEB), o BS investiu nessa mídia para trazer  um episódio especial de retrospectiva para o ano de 2020. Neste 6 º  episódio foram relembrados os principais acontecimentos e conquistas do setor aeroespacial no ano de 2020, bem como a discussão sobre o que esperar de algumas missões do ano de 2021. Contamos com a participação especial do Sérgio Sacani, criador do canal Space Today TV e editor do blog Space Today, que contribuiu com vários detalhes e atualizações sobre os mais variados assuntos abordados neste episódio como o início da operação da Crew Dragon, missões para Marte, asteróides, Lua e vários outros assuntos. Também conversamos sobre o que aconteceu aqui pelo Brasil no ano de 2020 . Por ser uma retrospectiva de um ano tão produtivo, o episódio está dividido em duas partes. Confira o episódio completo no Spotify (clique na imagem): PEB#06 - Parte 1 PEB#06 - Parte 2 Ou na sua plataforma favorita (cliq

Satélite Amazônia começa a ser integrado e testado na Índia

Imagem
 Olá, leitor! Depois de realizadas com sucesso as etapas de transporte, de inspeção e de instalação dos sistemas que compões o Amazonia-1 e os demais equipamentos de apoio e suporte no Prédio de Preparação de Satélites da ISRO (Organização Indiana de Pesquisa Espacial), em SHAR - Sriharikota - India, a equipe do Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe) integrou a Plataforma Multimissão e a carga útil do Amazonia-1. Imagem: Satélite Amazônia-1 (Divulgada em mídias sociais do Engenharia Espacial do Inpe) Depois do procedimento de integração dos dois módulos principais, operação que exige muito cuidado cuidado o satélite está agora definitivamente montado. Após o satélite foi ligado e testado, não tendo sido identificado nenhum problema ou anomalia decorrente do processo de transporte do Brasil à Índia.  O Amazônia-1 ainda vai passar por novos testes e procedimentos e em fevereiro próximo entrará na fase final de preparação para o lançamento. Essa é uma notícia boa de início de ano

Dança das cadeiras da AEB: Quem pode dançar mais é a ética e o compromisso com a coisa pública!

Imagem
Olá, leitor! Como havíamos anunciado anteriormente, está ocorrendo nesse momento a dança das cadeiras da Agência Espacial Brasileira (AEB) e o que já estava ruim parece piorar ainda mais. A saída base de todas as demais movimentações, de trocas de favores e compadrio, gira em torno da exoneração do Brig. R/1  PAULO EDUARDO VASCONCELLOS do cargo de Diretor de Inteligência Estratégica e Novos Negócios, originalmente designado como Diretor de Transportes e Licenciamento, conforme a publicação abaixo: PORTARIA Nº 12, DE 5 DE JANEIRO DE 2021  MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÕES  O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no art. 4º do Decreto nº 9.794, de 14 de maio de 2019, resolve: EXONERAR, a pedido, *PAULO EDUARDO VASCONCELLOS* do cargo de Diretor de Inteligência Estratégica e Novos Negócios da Agência Espacial Brasileira - AEB, código DAS 101.5, a partir de 5 de janeiro de 2021.  WALTER SOUZA BR

Transparência e Acesso à informação na ETEC de Sistemas Inerciais da AEB: O limite entre a incompetência, a soberba e a Ilicitude.

Imagem
Olá, leitor! Continuando a nossa saga, que não tem nada de instigante quanto a nonalogia Star Wars, seguimos em frente informando e deixando exposta para a sociedade e a comunidade espacial brasileira,  o  mindset  e o  modus operandi   reinante na Agência Espacial Brasileira (AEB), quando o tema é transparência e obediência aos demais preceitos ligados ao acesso à informação e ao controle social do governo. Essa saga começou quando solicitamos a AEB os nomes das empresas que foram selecionadas para a fase de negociação do processo de  ETEC de Sistemas de Navegação Inercial (veja aqui ), iniciado em meados do primeiro semestre deste ano. De todas as maneiras possíveis, mesmo quando interpelada via manifestação, a AEB impediu o nosso acesso, como cidadão, aos nomes dos selecionados, alegando, sem a devida motivação legal, que só o faria quando da assinatura do contrato, como foi efetivamente feito no último dia 23/12/2020 (veja aqui ). Para resumir, temos a seguinte sequência de fatos:

Dois Anos de Governo Bolsonaro e Tudo Continua Como Antes no Setor Espacial

Olá leitores do BS !   No meu ultimo dia aqui Fortaleza, onde vim para passar o Natal e o Réveillon, deitado que estou na cama do meu hotel na bela orla da Praia de Iracema da capital cearense, resolvi escrever esta pequena nota para ajudar aqueles leitores do BS ainda esperançosos em ver mudanças nas atividades espaciais do país.   Amigos, são dois anos de Governo Bolsonaro e apesar de não ficar em cima do muro quando digo que não me arrependo do voto que dei e daria novamente se fosse preciso, não há como negar que o Presidente Bolsonaro e o Ministro Marcos Pontes não atingiram as expectativas que se esperava de ambos no setor espacial neste período. Vale lembrar que sequer o presidente visitou a região nesses dois anos, coisa que considero inadmissível, pois passa a impressão para todos, inclusive para as Comunidades Quilombolas a sua total e completa falta de interesse na questão, o que dá ainda mais munição a ‘esquerda’ na defesa de suas ideias nefastas.   Volto leitores do