Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

2012 - A Esperança Continua

Caro leitor!

Estamos nesse momento a poucas horas de um novo ano, onde a esperança de que o nosso programa espacial possa finalmente decolar, se renova.
Em 2012 os cronogramas do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), prevêem os lançamentos do SARA Suborbital, do VLS-1 XVT-01 e do Satélite CBERS-3 respectivamente.
Ora, para uma nação do tamanho do Brasil e com experiência de 50 anos em atividades espaciais, esses objetivos não parecem ser lá grandes coisas, principalmente se comparamos com os objetivos de outras nações no mesmo período, mas não deixam de ter seu significado, já que o sucesso dessas missões poderá melhorar a imagem do programa junto à sociedade brasileira.
É preciso lembrar que o ultimo feito significativo do programa espacial brasileiro foi o lançamento do Satélite CBERS-2B em 19/09/2007 (não está mais em funcionamento), a partir da Base de Lançamento de Taiyuan, na China, através do foguete chinês “Longa Marcha 4”, …

Raupp Ministrou Palestra Sobre PEB na Opto Eletrônica

Imagem
Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (07/11) no site da empresa “Opto Eletrônica S/A” dando destaque a palestra sobre o PEB ministrada em novembro pelo presidente da AEB, Marco Antônio Raupp, no anfiteatro da empresa em São Carlos (SP).
Duda Falcão
Presidente da Agência Espacial Brasileira Ministra Palestra na Opto
07/11/2010
O anfiteatro da Opto Eletrônica, em São Carlos, recebeu na manhã desta segunda (07/11) o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB) Marco Antônio Raupp, que proferiu a palestra “Programa Espacial Brasileiro”. Participaram do evento o presidente e os diretores da Opto, profissionais da área de Pesquisa e Desenvolvimento da companhia, diretores da Mectron e estudantes de Engenharia Aeronáutica da USP, entre outros convidados. Hoje, a Opto desenvolve e produz, em solo brasileiro, câmeras para satélites nacionais, além de conjuntos ópticos e eletrônica de proximidade. As câmeras irão equipar os satélites sino-brasileiros de recursos terrestres CBERS-3 e 4, al…

Sugestão - Programa Brasil 2016 - Potência Espacial

Ola leitor!

Em pouco mais de 6 anos o Brasil deixou de ser a 10ª Economia do Mundo passando a ser a , como anunciado recentemente pelo “Centro de Pesquisa para Economia e Negócios da Inglaterra”.
Nesse mesmo período o Brasil além de melhorá a situação econômica de seu povo, conseguiu atrair os dois maiores eventos esportivos do planeta, assombrando o mundo e demonstrando de que o que se dizia desde do final da década de 50 do século passado, finalmente começou a se realizar, ou seja, “Brasil, o país do futuro”.
Hoje a realidade brasileira é tão privilegiada que mesmo os políticos aprontando das suas o país cresce e deverá continuar crescendo nessa nova década que se inicia.
Entretanto, infelizmente apesar desse crescimento um dos mais importantes programas de governo (para começo de conversa deveria ser programa de estado) não consegue aproveitar-se dessa nova realidade sendo irresponsavelmente colocado em segundo plano, e pior, sendo boicotado estupidamente com decisões estapafúrdias e…

Opto Eletrônica Irá Desenvolver Nova Câmera para o INPE

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (29/12) no blog “Panorama Espacial” do companheiro jornalista André Mileski informando que a empresa "Opto Eletrônica" irá desenvolver uma nova câmera para o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).
Duda Falcão
Nova Câmera da Opto Eletrônica
André Mileski 29/12/2011
A leitura do Diário Oficial da União nas últimas semanas do ano costumam trazer informações interessantes sobre novos negócios e contratos fechados pelo governo. Na edição de 16 de dezembro, por exemplo, foi publicado um extrato de dispensa de licitação prevendo o fornecimento pela Opto Eletrônica, de São Carlos (SP), de uma nova câmera espacial para o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), negócio avaliado em pouco mais de R$ 9,5 milhões. O extrato tem por objeto o "fornecimento, sob risco tecnológico, de tecnologias de banda SWIR, de telescópio TMA (Three Mirror Anastigmat ou Anastigmático de Três Espelhos) e de estruturas em carbeto de silício (…

Brasileiros Buscam Novas Técnicas para Produzir Diamantes

Imagem
Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (28/12) no site “Inovação Tecnológica” destacando que pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) estão buscando novas técnicas para produção de diamantes.
Duda Falcão
Materiais Avançados
Brasileiros Buscam Novas Técnicas para Produzir Diamantes
Baseado em texto de Janaína Simões 28/12/2011
Deposição de Vapor Químico
Evaldo José Corat, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), está chefiando um projeto que envolve áreas diferentes, mas com um ponto em comum: são materiais de carbono.
Esses materiais são os diamantes sintéticos, os nanotubos de carbono e os chamados DLC (diamond-like-carbon, ou diamantes tipo carbono).
E todos são produzidos por meio de técnicas de deposição química a partir da fase de vapor.
Trata-se de um processo conhecido internacionalmente pela sigla CVD, de Chemical Vapor Deposition.
O processo envolve a ativação de um gás, o que pode ser feito ao se alterar a temperatura, fazer um pl…

Projeto Brasileiro Traçará Retrato 3D de Tempestades

Imagem
Olá leitor!
Segue abaixo uma matéria postada ontem (28/12) no site “Folha.com” do “Jornal Folha de São Paulo” destacando que um projeto brasileiro irá traçar retrato 3D de tempestades.
Duda Falcão
AMBIENTE
Projeto Brasileiro Traçará Retrato 3D de Tempestades
EDUARDO GERAQUE DE SÃO PAULO 28/12/2011 - 09h57
Esmiuçar as nuvens por dentro, medindo as gotas de chuva, o granizo e entendendo como os raios se formam, é o trabalho diário de um grupo de pesquisa brasileiro.
Tempestades em SP e no RJ vão dobrar em 60 anos
Desdobramento a médio e longo prazo desse esforço, que vai até 2014: tornar mais confiável a previsão das tempestades que assolam o país.
Além de mapear as chuvas mais violentas, os pesquisadores também investigam por que os raios tendem a aparecer em maior quantidade em determinadas regiões.
Editoria de arte/folhapress
TRIDIMENSIONAL
"Temos equipamentos, como sensores e câmeras filmadoras, que estão acompanhando em tempo real as descargas elétricas. Temos um retrato 3D dos raios", …

Project Testing Innovative Lightning Sensor

Imagem
Hello reader!

It follows one communicates published on the day (12/19) in the website of the National Institute for Space Research (INPE) noting that the institute is holding a scientific campaign to improve sensors that will be aboard the next generation of geostationary satellites.
Duda Falcão
Project Testing Innovative Lightning Sensor
Monday, December 19, 2011
The Brazil’s National Institute for Space Research (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE) is holding a scientific campaign to improve sensors that will be aboard the next generation of geostationary satellites called GOES-R. Such satellite will have, beside other components, a sensor for lightning detection, the GLM (Geostationary Lightning Mapper), which will allow the severe weather monitoring.  The GOES-R will be launched by the National Oceanic and Atmospheric Administration of the United States (NOAA), in 2015.

Steven Goodman, lead scientist of the NOAA second generation of meteorological satellites program is at …