Maior Telescópio do Mundo Tem Orçamento Aprovado

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (10/12) no site “Inovação Tecnológica” destacando que o maior telescópio do mundo tem orçamento aprovado e conta com a participação do Brasil.

Duda Falcão

Plantão

Maior Telescópio do Mundo
Tem Orçamento Aprovado

Redação do Site Inovação Tecnológica
10/12/2011

Quatro feixes de laser vão criar "estrelas artificiais"
na atmosfera da Terra como parte de um sofisticado
sistema de óptica adaptativa para corrigir a
turbulência e produzir imagens mais claras.
[Imagem: ESO/L. Calçada]

Caminhos Para o Maior Telescópio do Mundo

O conselho administrativo do Observatório Europeu do Sul (ESO) aprovou o orçamento da instituição para 2012, incluindo os trabalhos de preparação da estrada que leva ao local de instalação do E-ELT e o desenvolvimento de alguns componentes ópticos bastante complexos para o telescópio.

O E-ELT (European Extremely Large Telescope) será o maior telescópio do mundo.

Com alguns dos países membros do ESO já comprometidos em financiar parte dos custos adicionais relativos ao projeto, espera-se a aprovação final de todo o programa E-ELT para meados de 2012.

O orçamento prevê recursos para o trabalho de preparação nas estradas de acesso ao local do telescópio no Cerro Armazones e trabalhos iniciais no espelho de óptica adaptativa (M4 - i.e. o quarto espelho de um conjunto de cinco).

€1 bilhão

Nos últimos meses houve grandes avanços no projeto E-ELT. O acordo assinado em Outubro passado entre o ESO e o governo do Chile incluiu a doação de terreno para o telescópio e apoio por parte do governo chileno no projeto E-ELT.

Uma auditoria externa também confirmou que o E-ELT pode ser efetivamente construído com o orçamento proposto de 1 bilhão e 82 milhões de euros (em euros de 2012).

Avaliações anteriores detalhadas tinham já confirmado que a concepção é tecnicamente sólida.

A proposta de construção detalhada do E-ELT - um livro de 264 páginas - que detalha todos os aspetos do projeto, foi agora tornado público.

Brasil no Meio

No seu encontro de Setembro passado, a Comissão Técnico-Científica (STC, sigla do inglês Scientific Technical Committee) do ESO aprovou o plano que descreve os primeiros instrumentos a serem instalados no E-ELT e o calendário de sua fabricação.

Este calendário pressupõe que, nessa altura, o Brasil tenha já concluído o processo de ratificação de entrada no ESO.

Todos os países membros do ESO estão empenhados em avançar com o E-ELT e concordaram por unanimidade como serão distribuídos os custos adicionais inerentes ao enorme projeto. Três países membros, a República Checa, a Suécia e a Finlândia, concederam já a verba adicional. Outros países membros, incluindo o maior membro do ESO, a Alemanha, declararam igualmente que estão agora em posição de apoiar o projeto financeiramente.

O E-ELT é o maior projeto óptico/infravermelho instalado em solo na história da astronomia. Espera-se que o E-ELT comece as operações no princípio da próxima década.


Fonte: Site Inovação Tecnológica 

Comentários

  1. Espero que o Brasil contribua com desenvolvimento de equipamentos ,não só na obras de infraestrutura como já foi comentado antes , acho que desenvolver componentes para este telescópio agregara muito mais conhecimento para desenvolvimento da ciência brasileira .

    ResponderExcluir
  2. Com certeza André. Essa é a nossa esperança e vamos aguardar os acontecimentos.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes