Nova Estação do INPE Oferece Dados do Satélite GOES-16

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (10/02) no site “Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)” destacando que o instituto instalou nesta segunda-feira (10/02), em Cachoeira Paulista (SP), a nova estação de recepção dos dados do Satélite GOES-16 de última geração da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), dos EUA.

Duda Falcão

NOTÍCIAS

Nova Estação do INPE Oferece Dados do Satélite GOES-16

Por INPE
Publicado: Fev 10, 2020

São José dos Campos-SP, 10 de fevereiro de 2020

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) inicia nesta segunda-feira (10/02) a operação do GOES-16, satélite geoestacionário de última geração da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), dos Estados Unidos. A nova estação para recepção dos dados foi instalada em Cachoeira Paulista, onde fica o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do INPE.

O GOES-16 conta com um sensor desenvolvido para a identificação de descargas elétricas (Geostationary Lightning Mapper - GLM). Esta capacidade avançada de observação atende a diversas áreas, como o monitoramento de eventos meteorológicos severos. Há relação entre a atividade elétrica associada às tempestades convectivas e a intensidade de eventos com a ocorrência, por exemplo, de chuvas e ventos fortes ou granizo.

A nova operação permitirá o acesso a imagens de toda a América do Sul com resoluções de 2 km a 500 m a cada 10 minutos. Se necessário, será possível obter imagens com menor resolução de uma região específica a cada minuto.

Com 16 canais, o GOES-16 apresenta maior volume de informação espectral e melhores resoluções espacial e temporal em comparação ao satélite antecessor (GOES-13, com 5 canais). Sua estação de recepção tem potencial de produção de aproximadamente 300Gb de dados diários, entre informações de canais espectrais e produtos derivados.

O GOES-16 leva a bordo sensores para captação de imagens no visível e infravermelho (ABI), ocorrência de descargas elétricas (GLM) e informações sobre atividade solar (EXIS/SUVI) e campo magnético terrestre (MAG/SEISS). O INPE fornecerá em tempo real as imagens e produtos derivados dos sensores ABI e GLM.



Gilvan Sampaio de Oliveira (Coordenador Geral do CPTEC), Renato Galante Negri (Chefe da Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais - Substituto), Sérgio Pereira (Tecnologista homenageado), Ronald Buss de Souza (Chefe de Gabinete do INPE) e Luiz Augusto Toledo Machado (Chefe da Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais).


Sérgio Pereira (Tecnologista homenageado).


Fonte: Instituto nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) - http://www.inpe.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022