Reino Unido Enviará Satélites de Comunicação à Lua Para Ajudar Futuras Missões

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (07/02) no site “Canaltech” destacando que o Reino Unido enviará Satélites de Comunicação à Lua para ajudar em Futuras Missões.

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA - ESPAÇO

Reino Unido Enviará Satélites de Comunicação à Lua Para Ajudar Futuras Missões

Por Daniele Cavalcante
Canaltech
Fonte: BBC
07 de Fevereiro de 2020 às 21h50

Na órbita de Marte, há satélites que ajudam na comunicação entre as sondas que estão na superfície do Planeta Vermelho e as agências espaciais aqui na Terra, como a NASA e a ESA. Agora, uma empresa britânica está se preparando para fazer fornecer o mesmo tipo de tecnologia na Lua e já recebeu tem o aval para produzir o equipamento.

Essa empresa é a Surrey Satellite Technology, ou simplesmente SSTL, sediada no Reino Unido e especializada em construir e operar pequenos satélites. A plataforma lunar, que deve estar pronta para lançamento no final de 2022, poderá ser usada por missões lunares de agências governamentais e empresas privadas para retransmitir dados e telemetria da Lua para a Terra.

Em outras palavras, uma sonda enviada à Lua para realizar pesquisas por lá poderá usar o satélite da SSTL para transmitir dados ao controle da missão. A SSTL está financiando a construção do satélite e inicialmente venderá seus serviços através de um contrato comercial com a Agência Espacial Européia.

Batizado de “Lunar Pathfinder”, a plataforma deve ter pouco menos de 300 kg no lançamento. Seus equipamentos de rádio funcionarão nas frequências da banda S e UHF para se comunicar com naves espaciais próximas e na banda X para fazer a conexão de mão dupla com a Terra.

De acordo com os planos da SSTL, o satélite ficará em uma órbita altamente elíptica para que ele possa ter longos períodos de visibilidade sobre a região sul da Lua, que é o alvo das próximas missões, como o Programa Artemis, da NASA. Além disso, a órbita também deve favorecer a comunicação com o lado afastado da Lua, que está além do alcance da transmissão direta via rádio com a Terra.


Isso facilitará as missões lunares para as empresas menores. Normalmente, uma sonda terrestre deve viajar com seu próprio satélite orbitador para estabelecer a comunicação com a Terra. Com o novo satélite da SSTL, projetos menores e de baixo custo poderão ser lançados sem a necessidade de seu próprio sistema de retransmissão.

Além disso, todas as missões devem se beneficiar do aumento nas taxas de dados provenientes de uma plataforma de telecomunicações local e dedicada na órbita lunar. Sue Horne, chefe de exploração espacial da Agência Espacial do Reino Unido (UKSA) espera que o país lidere as comunicações no espaço profundo, com os projetos Goonhilly, Lunar Pathfinder e a estação lunar internacional Gateway.

Outro projeto da SSTL é um estudo sobre como uma constelação de espaçonaves poderia ser colocada ao redor da Lua para fornecer telecomunicações e serviços de navegação por satélite para o mercado lunar. Assim, o Lunar Pathfinder será uma prova da tecnologia, mas também “testará a viabilidade de um mercado comercial de serviços de telecomunicações na Lua”, explicou o gerente de negócios de exploração da SSTL. “Quando a futura constelação for lançada, o Pathfinder se tornará um nó nessa rede”.


Fonte: Site Canaltech -  https://canaltech.com.br 

Comentário: Pois é leitor, e a verdade é que o Reino Unido não iria ficar parado vendo 'a banda passar', principalmente agora que eles estão se separando da Comunidade Econômica Europeia (CEA). O curioso leitor e que infelizmente não foi citado pela autora da matéria, é que essa 'Missão Pathfinder' britanica da 'Surrey Satellite Technology (SSTL)', é a mesma missão que serviria (ou ainda servirá) como nave-mãe para a nossa pequena sonda espacial lunar Garatéa-L. Entretanto a startup espacial brasileira ‘Airvantis’ continua trabalhando em silencio e a única informação que temos é que até agora a missão continua prevista para 2022, ou seja, a mesma previsão de lançamento desta missão britânica. Quem sabe em breve a ‘Airvantis’ venha divulgar alguma coisa, vamos aguardar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro