Após Missão Tripulada no Espaço, Índia Planeja Colonizar Lua e Marte

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (04/02) no site “Canaltech” destacando que após a missão tripulada no espaço, Índia planeja colonizar Lua e Marte.

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA – ESPAÇO

Após Missão Tripulada no Espaço, Índia Planeja Colonizar Lua e Marte

Por Daniele Cavalcante
Canaltech
Fonte: Space Daily
04 de Fevereiro de 2020 às 19h40

A Índia planeja enviar sua primeira viagem tripulada à órbita da Terra em breve - inclusive contará com tecnologia russa para isso. E, de acordo com o ex-presidente da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO), G Madhavan Nair, a missão Gaganyaan abrirá grandes oportunidades comerciais no setor espacial.

Nair espera que o sucesso do programa espacial indiano leve o país a entrar no ramo do turismo espacial. "É uma grande oportunidade de negócios internacionais para a Índia, pois há apenas alguns países com essa capacidade, e a Índia tem uma vantagem definitiva, pois sua tecnologia é uma das melhores e os custos são baixos", disse ele.

O país espera enviar três astronautas ao espaço usando o foguete Launch Vehicle Mark 3, da ISRO, em dezembro de 2021. Com isso, a Índia espera entrar para o quadro das grandes potências espaciais do planeta, com planos de chegar à Lua e até mesmo a Marte. "Uma vez que as viagens espaciais humanas forem realizadas, o país pode pensar em termos de colonização da Lua e depois de Marte”, disse Nair.

(Foto: ISRO)
Launch Vehicle Mark 3, LVM3 ou GSLV-III, o veículo de lançamento espacial da Organização Indiana de Pesquisa Espacial que levará a missão Gaganyaan ao espaço

Explorar a Lua é algo que desperta interesse aos pesquisadores indianos. A primeira missão Chandrayaan detectou na superfície lunar a presença de grandes quantidades de Hélio-3, usado para a fissão nuclear. Nair afirma que “uma tonelada de Hélio-3 é suficiente para satisfazer as necessidades energéticas de todo o país”, afirmou Nair.

Para atingir o objetivo de levar astronautas ao espaço pela primeira vez, a Índia já está desenvolvendo seus próprios trajes espaciais e sistemas de suporte à vida para a espaçonave tripulada. O embaixador indiano na Rússia, Bala Venkatesh Varma, confirmou em 2019 que ambas as nações já estava cooperarando mutuamente e o governo indiano estabeleceu uma unidade da IRSO em Moscou.

No início de 2020, a ISRO revelou que já havia selecionado quatro astronautas para começar o treinamento para voos espaciais no final de janeiro, mas não revelou seus nomes. Enquanto os astronautas se preparam, a ISRO trabalhará no design da espaçonave e nos testes de seus sistemas. Além dos russos, a Índia também quer firmar parcerias com agências espaciais de outros lugares, como os Estados Unidos e a Europa.


Fonte: Site Canaltech -  https://canaltech.com.br 

Comentário: Pois é leitor, que belo foguete é este o Mark 3 indiano, né verdade? Fruto da atitude de um governo que se comprometeu em apresentar verdadeiros resultados ao seu povo, e não de um Governo de fantasias de uma certa República das Bananas sul-americana que só ajudou a alimentar a corrupção e a incompetência por décadas de gente infelizmente ainda poderosa e influente no setor, estes os verdadeiros responsáveis por toda essa bagunça e enganação passada por ao povo brasileiro. Porém fique atento leitor na minha próxima nota, pois parece ter surgido uma luz no final do túnel, mesmo que com um ano de atraso. Quanto a notícia acima amigo leitor só me resta parabenizar a Índia pelo sucesso alcançado, afinal eles estão bem próximos de se tornarem a quarta nação do planeta a colocar humanos em órbita por seus próprios meios (Rússia, EUA e China), claro que ainda com ajuda da tecnologia russa, é verdade, e isto na frente dos japoneses, europeus, israelenses e indianos, um feito memorável e salutar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

Da Sala de Aula para o Espaço