Centro Espacial ITA é Inaugurado em São José dos Campos (SP)

Olá leitor!

Segue abaixo a nota oficial postada no dia (01/02) no site da Força Aérea Brasileira (FAB) tendo como destaque a inauguração do tal “Centro Espacial do Instituo Tecnológico de Aeronáutica (ITA)”.

Duda Falcão

SISTEMAS ESPACIAIS 

Centro Espacial ITA é Inaugurado em São José dos Campos (SP) 

Objetivo é diminuir a dependência internacional e valorizar os recursos internos do Brasil na área espacial

Por Major Pedro
Edição: Por Aspirante Flávia - Agência Força Aérea
Revisão: Tenente-Coronel Santana
Publicado: 01/02/2020 - 19:28

Fotos: Sargento Roberto / ITA

O Centro Espacial ITA (CEI) foi inaugurado no dia 28 de janeiro, em São José dos Campos (SP). A cerimônia foi presidida pelo então Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, e contou com  a participação de representantes do Ministério da Defesa (MD), do Ministério da Educação (MEC), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), de Indústrias de Sistemas Espaciais e de Chefes e Diretores dos Institutos do DCTA.

O CEI é responsável pela capacitação de recursos humanos, bem como pela pesquisa e desenvolvimento no setor espacial no âmbito do Ministério da Defesa.


O Reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Professor Doutor Anderson Ribeiro Correia, agradeceu o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) para a implementação do Centro, bem como a colaboração do MD, MEC e MCTIC para a conclusão desse importante projeto para o Brasil.

O Chefe do CEI, Major Aviador Pedro Kukulka de Albuquerque, ressaltou os sete anos de desenvolvimento do projeto do Centro, que ocorreram por meio de diversas atividades que envolveram o ITA e a FAB. “O CEI tem como objetivo diminuir a dependência internacional e valorizar os recursos internos do Brasil na área espacial, buscando soluções melhores, mais rápidas e acessíveis para os 22 milhões de quilômetros sob responsabilidade da FAB”, comentou o Major Pedro.


Segundo o chefe do Departamento de Sistemas Espaciais do ITA, Professor Doutor Luis Eduardo Vergueiro Loures da Costa, "o fator humano é de grande relevância no CEI, para o andamento de importantes projetos, como o SPORT, satélite científico que está sendo desenvolvido em parceria com a NASA", ressaltou.

Alguns laboratórios  apoiarão as atividades de concepção e desenvolvimento de sistemas espaciais. A Sala Integrada de Gestão de Projeto (SIGP) foi estruturada para suportar e ensinar o processo colaborativo da Engenharia Simultânea; e o Laboratório de Simulação de Sistemas Aeroespaciais (LSSA) foi estruturado para suportar e ensinar a simulação distribuída e multi-domínio de cenários de conceitos de operação.


No LSSA, foi apresentado um projeto em parceria com a empresa SIATT de um míssil ar-solo. “A infraestrutura do CEI viabiliza as simulações de produtos desenvolvidos na SIATT, já que o custo para criar um local como esse, na empresa, é inviável”, comentou o Diretor da SIATT, Carlos Alberto Carvalho. Já o Laboratório de Sistemas Espaciais (LSE) foi estruturado para suportar e ensinar os processos de Engenharia de Sistemas para o acompanhamento do desenvolvimento de sistemas espaciais.

Por fim, o Laboratório de Testes de Sistemas Aeroespaciais (LTSA) foi estruturado para suportar e ensinar o desenvolvimento das engenharias das especialidades. Nesse laboratório, foi apresentado o conceito de FlatSat do projeto SPORT, sendo possível ver todos os sistemas do satélite operando, para a verificação das funções pretendidas.

Sendo assim, o CEI é mais um marco para a FAB na execução do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), possuindo um papel importante na concepção das constelações do PESE, como o Carponis (satélite óptico) e o Lessonia (satélite radar).


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB) - http://www.fab.mil.br 

Comentário: Bom leitor estaríamos agora na verdade comemorando entusiasticamente se estivéssemos observando seriedade e compromisso do Governo Bolsonaro para com o setor espacial (como ocorreu no Projeto Sírius e no PROANTAR recentemente), coisa que até agora mesmo com toda boa vontade do mundo não há como. Do que adianta investir em um centro como este para formar profissionais que serão catapultados para outros países??? Afinal leitor, o setor no Brasil continua sendo uma tremenda piada e uma bagunça sem rumo que só interessa as forças obscuras do atraso e da corrupção. Pra se ter uma ideia leitor, o Governo sequer fez o básico até agora oficializando o programa como Programa Estado, coisa que bastava um simples decreto presidencial. Até mesmo a única bandeira do governo até agora nessa área, ou seja, a Base de Alcântara, sequer foi visitada pelo presidente, visita esta essencial para passar credibilidade não só a comunidade espacial do país, a indústria e possíveis investidores, bem como a própria Comunidade Quilombola que tem sido uma das pedras no sapato para implementação definitiva desta base. Enfim... tá ai a notícia. E nota-se leitor que o irrequieto e inovador Cel. Av. Lester de Abreu Faria (diretor do IEAv) esteve presente nesta cerimônia de inauguração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022