Eu Sou Cidadão Brasileiro e Não Sou Palhaço

Olá leitor!

Resolvi escrever esse artigo a título de desabafo para pontuar junto ao desastroso governo DILMA ROUSSEFF a minha indignação como brasileiro com relação ao anuncio feito pela Capitã Cristiane Pagliuco, coordenadora dos projetos de Propulsão Líquida do Instituto de Aeronáutica Espaço (IAE) que, em sua entrevista ao blog (veja aqui) na semana passada, anunciou a sociedade brasileira que devido à falta de recursos financeiros adequados o IAE foi obrigado a encerrar o projeto do Motor Foguete de Propulsão Líquida L15 (MFPL L15).

Vale lembrar ao leitor menos informado que, o Motor L15 era um projeto que vinha sendo desenvolvido (encontrava-se em seus estágios finais de desenvolvimento) em conjunto com a empresa brasileira Orbital Engenharia, tendo como objetivo ser usado como estágio superior tanto do VLS-1 como do VLM-1, em substituição do Motor Foguete Sólido S44 (MFPS S44).

Sendo assim, era um projeto de crucial importância não só para esses projetos de veículos lançadores, como também para o PEB como um todo. Em resumo, dinheiro para estádios, para a desastrosa ACS e para programas populistas não faltam, mas para o verdadeiro Programa Espacial do país não tem.

É preciso que se diga leitor, que desde o início do desenvolvimento desse motor (não sei exatamente precisar quando, mais creio que entre 2006 e 2009) enormes recursos foram investidos no IAE e na Orbital, tanto financeiros como em horas de pesquisa e de trabalho das equipes envolvidas, para no fim mais uma vez tudo acabar em frustração e em perdas de recursos do erário público brasileiro.

Em sua entrevista ao blog, a Capitã Pagliuco tentar amenizar o problema dizendo que "apesar de tudo, o projeto foi útil para os outros projetos na investigação de processos de fabricação e escolha de materiais", mas a verdade leitor é que não é difícil imaginar a grande insatisfação que a equipe da Capitã teve que conviver após essa decisão. Afinal, foram anos de dedicação para ao final ver um importantíssimo projeto do PEB simplesmente não ser finalizado por falta de recursos.

Quando criança leitor sempre sonhei em trabalhar no IAE, mas precisamente na área de foguetes (coisa que não realizei por diversos motivos), pois achava que poderia contribuir muito para com o meu país. Porém hoje, mesmo que tivesse seguido essa carreira, tenho certeza que meu tempo no IAE seria curtíssimo, pois não tenho sangue de barata, e certamente sentaria uma 'bolacha' no primeiro boneco travestido de paletó tipo italiano que aparecesse em minha frente.

Se vale de consolo leitor, durante a sua entrevista a Capitã Pagliuco anunciou também que sua equipe está trabalhando para viabilizar, até o final do ano, o teste em voo do Motor Foguete de Propulsão Líquida L5 (MFPL L5), em conjunto com o Sistema de Alimentação Motor Foguete (SAMF), que na realidade estava inicialmente sendo preparado (como deixa entender a Capitã Pagliuco) para ser testado em voo com o motor L15, mas devido ao ocorrido, e também pelo fato do L5 já está qualificado em solo, tornou-se o mesmo a única opção para nesse caso testar em voo o SAMF.

Em resumo, tínhamos três projetos de motores foguetes líquidos em curso no IAE, ou seja, o motor L5, que como dito acima se encontra em vias de ser qualificado em voo, o motor L15, que teve seu projeto encerrado, e o motor L75, que como tudo indica começa entrar no campo da ficção científica.

Ainda se serve de consolo leitor, se é que pode ser visto dessa forma, o ano de 2013 prevê na área de foguetes, oitos lançamento de foguetes de sondagem brasileiros na Europa, dois deles já realizados com sucesso (Operação TEXUS 50 e Operação WADIS I) para atender projetos Europeus, Americanos e Australianos.

Já no Brasil, está previsto o tão esperado lançamento do VS-40 da “Operação SARA Suborbital I”, além da operação de lançamento simulada do VLS-1, esta intitulada como “Operação Santa Bárbara”. Isto é, se a DILMA e seus energúmenos não aprontarem novamente, e também, talvez, ocorra do CLBI o voo de um VS-30/Orion tendo abordo experimentos da comunidade científica brasileira.

Já na área de satélites, temos a novela do Satélite CBERS-3, que parece caminhar para ser finalizada com o lançamento do mesmo em 2013, apesar da insatisfação de especialistas da área que consideram essa decisão um grande erro. Além disso, ainda existe a possibilidade (ainda não confirmada) do lançamento do NanosatC-BR 1 esse ano, ou seja, o lançamento do Primeiro Cubesat Brasileiro, projeto esse sob a coordenação do grande pesquisador do INPE, o Dr. Otávio Cupertino Durão.

Finalizando leitor eu gostaria de deixar um recado para a PresidentA DILMA e seus energúmenos de plantão: “PresidentA DILMA ROUSSEFF, Eu Sou Cidadão Brasileiro e Não Sou Palhaço”.

Duda Falcão

Comentários

  1. Primeiramente, Duda, devemos parabenizar a Capitão Pagliuca por ter tido a coragem de encerrar o projeto ao invés de deixá-lo morrer à mingua como é comum na área militar onde "missão dada é missão cumprida", não importa se tem ou não os meios demandados. Encerrar já indica que a organização não teve sustentação do governo para prosseguir. Fica clara de quem é a responsabilidade pelo encerramento e pelo impacto no futuro do País! Depois, se tentasse mantê-lo, a responsabilidade, com o passar do tempo, iria se depositando sobre os ombros dos pesquisadores que ficassem - certamente civis, a exemplo do que tem ocorrido com o VLS-1. O que teria acontecido se a direção do IAE tivesse proposto o encerramento do VLS na década de 1990 quando o orçamento caiu 70%? Acho que muito mais gente teria ido para o IRAQUE...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Sem dúvida nenhuma amigo, a Capitã Pagliuco e sua equipe fizeram o que tinham de fazer, e estão certamente de parabéns por isso. Minha revolta é contra esse energúmenos que continuam e continuarão por um longo tempo atrapalhando o desenvolvimento de nosso país. Aos pesquisadores do IAE, civis e militares, só elogios, e o reconhecimento pelo esforço empreendido até hoje. Todo eles estão de parabéns.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022