INPE Ensina Professores a Usar Tecnologia Espacial

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (22/07) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o instituto está ensinando 41 professores de ensino fundamental e médio a usar tecnologia espacial nas salas de aula.

Duda Falcão

INPE Ensina Professores a Usar Tecnologia
Espacial nas Salas de Aulas Brasileiras

Segunda-feira, 22 de Julho de 2013

De 22 a 26 de julho, um grupo de 41 professores de ensino fundamental e médio aprende sobre sensores e satélites, como se formam as imagens, escala cartográfica e outros fundamentos do sensoriamento remoto. A capacitação de educadores de todo o país no uso de ferramentas como imagens de satélites e sistemas de informações geográficas é uma tradição do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Todos os anos, no período das férias de julho, é realizado o curso Uso Escolar do Sensoriamento Remoto para Estudo do Meio Ambiente, na sede do INPE, em São José dos Campos (SP). Nesta edição, participam professores do Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Na manhã desta segunda-feira (22), os professores tiveram a oportunidade de conhecer algumas instalações do INPE, como a Coordenação de Observação da Terra e a Divisão de Sensoriamento Remoto, o Laboratório de Integração e Testes (LIT) e o Centro de Visitantes.

Difusão do Conhecimento

Durante toda a semana, o curso aborda conceitos de Cartografia, Geoprocessamento e GPS que podem ser explorados nos diferentes conteúdos curriculares. São apresentados exemplos do uso escolar das imagens de satélites, bem como as aplicações da tecnologia espacial na agricultura, no estudo do espaço urbano, da vegetação e de bacias hidrográficas. No total, são 40 horas de aulas teóricas e atividades de campo e laboratório.

Promovido pela Divisão de Sensoriamento Remoto do INPE, com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB), por meio do programa AEB Escola, o curso pode auxiliar o ensino de disciplinas como geografia, ciências, física, química e história.

Segundo os organizadores, o objetivo é popularizar e difundir a tecnologia espacial na sociedade para que as novas gerações tenham mais condições de se manterem competitivas frente às inovações do mercado de trabalho, que exige cada vez mais indivíduos bem preparados e com atitudes voltadas à qualidade ambiental, capazes de promover o desenvolvimento sustentável do país.

A programação completa do curso e outras informações estão disponíveis na página http://www.dsr.inpe.br/vcsr/

Professores participantes do curso
Participantes durante aula sobre Sensoriamento Remoto


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentários

  1. Antes de aprender sobre tecnologia espacial as nossas professoras precisam de aluas sobre economia doméstica e defesa pessoal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022