Já Passou da Hora de Resgatarmos a AAB

Olá leitor!

Resolvi aqui escrever essa nota pois acredito que precisamos regatar as atividades de nossa Associação Aeroespacial Brasileira (AAB), associação esta que já foi ativa na época do saudoso ex-presidente Dr. Paulo Morais Jr., e que agora ao que me parece está praticamente desativada, apesar de ter inaugurado em novembro de 2016 o seu novo site oficial (http://aeroespacial.org.br/).

Recordo-me que na época do Dr. Paulo como presidente desta entidade, era de sua vontade a criação de escritórios regionais da AAB e até chegamos a discutir a possibilidade de instalar um escritório aqui na Bahia ou em Pernambuco, este sob a direção do Prof. Felix Santana, mais infelizmente devido a vários motivos e posteriormente a sua saída da AAB e prematuro falecimento a ideia não avançou.

Entretanto caro leitor e associado da AAB, não podemos neste momento novo de esperança em tordo do setor aeroespacial do país deixarmos de resgatar a nossa associação que tem como finalidade congregar pessoas físicas e jurídicas com interesse na promoção e no desenvolvimento da Engenharia, Ciência e da Tecnologia Aeroespaciais Brasileira, para: assim:

* Debater e propor programas e prioridades para a área;

* Promover e propor melhorias organizacionais, métodos de trabalho, e infra-estrutura necessários para o desenvolvimento e operação de sistemas aeroespaciais;

* Debater e propor política industrial, de educação e de divulgação para a área;

* Participar de comissões, comitês, grupos de trabalho e de eventos, fornecendo pareceres técnicos e posições sobre os diversos temas da área;

* Divulgar a posição da AAB sobre os diversos temas da área.

Espero que essa minha nota venha ascender novamente a chama da esperança na Comunidade Espacial com a participação de todos e com novos associados para assim lutarmos juntos pelo desenvolvimento das atividades espaciais brasileiras. Sarava meu pai, que assim seja.

Duda Falcão

Comentários

  1. Concordo com sua análise e creio que AAB e o CAB (Congresso Aeroespacial Brasileiro) podem (deveriam) conviver de forma harmônica e complementar.
    O CAB não possui personalidade jurídica própria, mas é um excelente fórum para o debate dos temas técnicos, políticos e mercadológicos do setor.
    Precisamos manter o fórum de debate do CAB, mas precisamos também ter um ente que nos represente e a AAB é, naturalmente, essa entidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022