Chandrayaan-2 | Segunda Missão Lunar Indiana Será Lançada em Julho Deste Ano

Olá leitor!

Segue uma notícia postada ontem (20/05) no site “Canaltech” destacando que a Segunda Missão Lunar Indiana, a “Chandrayaan-2”, deverá  ser lançada em julho deste ano.

Duda Falcão

Home - Ciência - Espaço

Chandrayaan-2 | Segunda Missão Lunar Indiana Será Lançada em Julho Deste Ano

Por Patrícia Gnipper
Canaltech
Fonte: Moon Daily
20 de Maio de 2019 às 22h10

A agência espacial indiana (ISRO) está agora começando a dar mais detalhes da missão Chandrayaan-2, a segunda da Índia com destino à Lua. A ideia é lançar a nave entre os dias 9 e 16 de julho, esperando que o pouso aconteça no dia 6 de setembro.

Em 2009, a Chandrayaan-1 ajudou a confirmar a presença de água lunar, e a Chandrayaan-2 terá como destino o polo sul da Lua, fazendo com que a Índia se torne o primeiro país a enviar um rover para esta região do nosso satélite natural. A Chandrayaan-2 contará com três módulos: um orbitador, um módulo de pouso (Vikram) e um rover (Pragyan). O orbitador e o módulo de pouso serão interligados mecanicamente e empilhados como um módulo integrado, acomodados dentro do veículo de lançamento. A separação será feita em órbita. Já o rover ficará alojado dentro do módulo de pouso, e liberado para explorar o solo lunar logo após o pouso.

(Imagem: ISRO)



A Chandrayaan-2 carregará consigo 14 cargas indianas e um experimento da NASA. As cargas coletarão informações científicas sobre a topografia lunar, a mineralogia, a abundância de elementos, a exosfera e as assinaturas de hidroxila e gelo na Lua.

Esta será a missão mais complexa já desenvolvida pela ISRO, sendo muito mais complexa do que as missões Apollo, da NASA, já que a sonda deverá pousar em um local específico e pré-determinado em um horário também específico para que o rover já seja alimentado com a energia solar — vale lembrar que a noite lunar dura cerca de 2 semanas terrestres, e por isso o pouso deverá acontecer em um dia e horário específicos.


Fonte: Site Canaltech - https://canaltech.com.br

Comentário: Pois é leitor, e a ISRO volta aos holofotes juntando-se mais uma vez ao esforço humano para pesquisar o satélite natural da Terra. Atualmente os EUA, China, Israel, Japão e novamente a Índia, estão envolvido com projetos tendo como objetivo a superfície Lunar. O Brasil em 2022, se o cronograma for cumprido, estará enviando a sua sonda ‘Garatéa-L’ a órbita lunar através de uma iniciativa liderada pela  startup espacial brasileira ‘Airvantis’ em conjunto com um grupo de instituições públicas e privadas. Entretanto leitor, a missão brasileira não prevê um pouso lunar e deverá manter-se em órbita até que venha cumprir todos os seus objetivos tecnológicos e científicos, estes na área de Astrobiologia. Quiçá leitor novas missões brasileiras possam em breve surgir com intuito de realizar também pesquisas na superfície lunar, e assim não só contribuir com o esforço humano, bem como pela primeira vez na história podermos observar a bandeira brasileira na superfície de um outro objeto do sistema solar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial