Japão Busca Parceria com o Brasil, Argentina e Peru

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada dia (23/08) no site “Folha.com” do “Jornal Folha de São Paulo” destacando que comitiva do Japão em visita a América do Sul busca parceria no setor aeroespacial com o Brasil, Peru e Argentina.

Duda Falcão

Japão Busca Parceria no Setor Aeroespacial

com Brasil, Peru e Argentina

DA EFE, EM TÓQUIO

23/08/2010 - 09h11

Uma equipe de analistas do Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão começou nesta segunda-feira (23) no Brasil uma viagem que os levará também à Argentina e ao Peru para explorar pela primeira vez oportunidades no setor aeroespacial.

Segundo disse à Agência Efe o embaixador do Peru no Japão, Juan Carlos Capuñay, esta missão, na qual também participam representantes de empresas japonesas como NEC, Mitsubishi e Fujitsu, "frutificará em projetos aeroespaciais futuros".

Os representantes terão reuniões com ministérios e agências aeroespaciais dos três países até o próximo dia 2 de setembro.

Os campos de aplicação desta cooperação aeroespacial com o Japão se centrariam no desenvolvimento de sistemas de satélites e outros equipamentos para telefonia celular, proteção civil e televisão digital, segundo disse o embaixador peruano em Tóquio, destacando seu caráter pioneiro na América Latina.

A visita começa hoje no Brasil, onde os japoneses ficam quatro dias.

O Japão tenta com esta missão posicionar-se na América Latina perante a concorrência no setor aeroespacial, onde a China tem um papel cada vez mais importante.

Fonte: Site Folha.com - 23/08/2010

Comentário: A notícia dessa visita japonesa ao Brasil acreditamos que é a mesma já divulgada pelo blog (veja a nota Japan-Brazil Space Sector Workshop) e que consideramos muito importante para o país, apesar de está com décadas de atraso. Além de termos de conviver com os tão conhecidos problemas que travam o Programa Espacial Brasileiro, ainda temos de conviver com esta falta de visão dos homens pseudos administradores do programa espacial e por ironia do destino, notar que mesmo com as excelentes relações que o astronauta brasileiro tem há anos com a JAXA e com os japoneses, foram os mesmos que tomaram a iniciativa. Sinceramente é lamentável. Mais vamos lá, espero que pelos menos saibam aproveitar esta visita japonesa e negociar acordos que venham trazer desenvolvimento para as indústrias brasileiras e para o país.

Comentários

  1. O lance aqui é que quem abriu o olho foram os JAPONESES, em jogo a liderança espacial da ASIA, onde Chineses e Indianos, estão se tornando os novos players. Estão correndo atrás do prejuizo. Mesmo porque os japoneses, nunca foram de fazer acordos com países em desenvolvimento. Mas se soubermos aproveitar bem, podemos fazer otimos acordos, aproveitando a oportunidade rara.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Ricardo o que motivou os japoneses a virem ao Brasil foi essa luta pela liderança na Ásia. Porém, se o Brasil tivesse tomado a iniciativa com seriedade há uns 10 anos atrás, ou mesmo durante o governo LULA, teria tido uma boa receptividade dos japoneses devido às excelentes relações do astronauta Marcos Pontes com a JAXA, desenvolvida durante a passagem do mesmo pelo Japão visando o acompanhamento dos projetos ligados a ISS, que eram de responsabilidade dos japoneses. Se não me engano, foi quase um ano que o astronauta passou no Japão. Infelizmente com a falta de visão (quase cegueira) e total ignorância dos burrocratas e políticos de Brasília, isso não foi explorado, apesar da sempre e constante colocações do astronauta na mídia sobre essas excelentes relações.



    Abs


    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022