IAE Realiza Testes Finais da Carga Útil da Maracati II

Olá leitor!


Segue abaixo uma nota postada hoje (30/08) no site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), destacando que o instituto realizou entre os dias 23 a 27 de agosto os testes final da carga útil MICROG 1A da “Operação Maracati II”.


Duda Falcão


IAE Realiza os Testes Finais da Carga Útil MICROG 1A


30/08/2010


Lab. Foto IAE

Na semana de 23 a 27 de agosto, especialistas do Laboratório de Eletrônica do IAE, juntamente com pesquisadores e técnicos de instituições de pesquisa e universidades brasileiras, realizaram os testes de simulação de vôo com todos os experimentos e partes da carga útil MICROG 1A integrados ao VSB-30.


Participam desses estudos pesquisadores do Centro Universitário da FEI, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), da Secretaria de Educação de São José dos Campos (SME/SJC), e técnicos do DLR-MORABA (Agência Espacial Alemã).


Ao longo desta semana, foram realizados a integração da rede elétrica e os testes de telemetria com todos os experimentos e as partes da carga útil com o foguete.


Os trabalhos consistiram, também, nos testes em bancada do módulo de serviço, a integração do adaptador da carga útil e os testes de RF. A plataforma MICROG 1A, carga útil do foguete VSB-30, levará ao espaço os cerca de nove experimentos dessas organizações, que há um ano vêm sendo testados, um trabalho sob a coordenação da Agência Espacial Brasileira (AEB).


Os ensaios ambientais (vibração e balanceamento) da carga útil estão previstos para a primeira semana de outubro, nas instalações do IAE.




Fonte: Site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)


Comentário: Segue os preparativos para a “Operação Maracati II”. Pelo visto a mesma não ocorrerá mais em setembro, já que os ensaios ambientais da carga útil estão previsto para a primeira semana de outubro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial