Brasil e Japão Querem Viabilizar Acordos na Área Espacial

Olá leitor!
Segue abaixo uma notícia postada hoje (24/08) no site do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destacando a reunião da delegação japonesa com o Ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, para discutir novas possibilidades de acordos na área espacial.
Duda Falcão

Brasil e Japão Querem Viabilizar

mais Acordos na Área Espacial


24/08/2010 - 15:05

Ricardo Lemos/MCT

Ministro Sergio Rezende Recebeu Delegação Japonesa no MCT

Brasil e Japão reforçam intenção em viabilizar acordos na área espacial. Essa é a expectativa com a visita da delegação japonesa, que esteve hoje (20) com o ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende.

A comitiva é composta por 29 pessoas entre empresários, representantes do governo, de instituições e de agências ligadas à área espacial. Integram o grupo, o diretor do escritório da indústria espacial do Ministério da Economia, Comércio e Indústria (Meti), Kaneko Shuichi, o vice-presidente da NEC Corporation, empresa multinacional de tecnologia da informação sediada em Tóquio, Japão, Tomonori Nishimura, e o embaixador do Japão, Toshio Hunikata.

Participaram do encontro o secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCT, Ronaldo Mota, o assessor de Assuntos Internacionais, José Monserrat Filho, e o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB/MCT), Carlos Ganem.

A Missão Público-Privada do Japão na Área Espacial pretende aprofundar o conhecimento mútuo acerca de programas, projetos, tecnologias e demandas de ambos países, além de sondar possibilidades concretas de cooperação bilateral no setor. “Essa ação é coordenada para buscar uma troca de idéias, intercâmbio e novas formas de cooperação entre os países”, afirmou Nischimura.

A intenção é de que a missão ofereça subsídios para programa de satélites do Japão e do Brasil (em operação, em desenvolvimento, projetos futuros, etc), para produtos e serviços japoneses (satélites, lançadores, observação terrestre, telecomunicações, etc) e aplicação de dados (monitoramento florestal, prospecção de recursos naturais, zoneamento rural etc).

Agenda

Os japoneses cumprem agenda pelo Brasil até sábado (28). Entre os compromissos, estão reuniões e visitas ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), à Aeronáutica (em Brasília) e aos laboratórios do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) do Ministério da Defesa (SP).

A delegação participa ainda do workshop sobre cooperação nipo-brasileira na área espacial no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCT), em São José dos Campos (SP), na quinta (26) e sexta-feira (27). Também está programada visita as instalações do INPE, de outras instituições e de empresas da região.

Brasil-Japão

Brasil e Japão já mantêm cooperação em áreas vinculadas às atividades espaciais, como no combate ao desmatamento com emprego de imagens de satélites. Espera-se com o reforço dessa parceria, promover a inovação e elevar a competitividade industrial de ambos os países.

O Brasil é um País com grande potencial e com capacidade para absorver altas tecnologias e recursos humanos e o Japão detém alta tecnologia na área espacial, como os satélites Falcom, Alos, Gosat, dentre outros. Além do monitoramento florestal, os japoneses têm larga experiência em áreas como a prospecção de recursos naturais e ações contra calamidades.


Fonte: Site do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)

Comentário: Sinceramente espero (mas não acredito) que os burocratas de Brasília tenham realmente aproveitado esse contato de forma produtiva como nunca fizeram, pois o Japão é um dos poucos países do mundo que dominam o ciclo completo da tecnologia espacial. Essa sim uma nação que realmente pode contribuir e muito com o desenvolvimento espacial brasileiro. Para tanto, além de acordos bem definidos com os japoneses precisamos evidente arrumar a casa, para então tiramos grandes dividendos desse contato com os nipônicos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022