CLBI Lança Hoje Foguete de Treinamento

Olá leitor!
Como o blog já havia anunciado (veja a nota
CLBI Lança Mais um Foguete FTB Nesta Quinta-Feira) o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) irá lançar hoje um Foguete de Treinamento Básico (FTB). Segue abaixo uma notícia publicada hoje (26/08) pelo site do “Jornal Tribuna do Norte” destacando esse lançamento.
Duda Falcão

CLBI Lança Foguete de Treinamento

26 de agosto de 2010 às 00:00
Somente em fins de novembro ou começo de dezembro o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) voltará a lançar um foguete com carga útil visando experimentos científicos no espaço, com a participação de cientistas da Alemanha.

Júnior Santos

Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, diretor do CLBI, explica a importância do lançamento, apesar de ser apenas um treinamento

Mas, às 15 horas de hoje, será lançado, dentro da Operação Barreira III, o Foguete de Treinamento Básico (FTB), o terceiro do ano, com a finalidade de exercitar toda a estrutura de coordenação, validar os procedimentos e garantir treinamento das equipes nas áreas de logística, telecomunicação, preparação, integração, montagem, lançamento, rastreio, segurança de vôo e de superfície, coleta e tratamento de dados.

O diretor do CLBI, tenente coronel aviador Luíz Guilherme Silveira de Medeiros, disse que mesmo se tratando de treinamento, o lançamento “é uma operação real” de maneira que as equipes da Barreira do Inferno, “saibam se comportar” quando houver o lançamento de foguetes com cargas úteis.

Luiz Silveira de Medeiros explica que no caso do lançamento de hoje, o FTB leva o que se chama “de carga inerte”, com o mesmo peso – cinco quilos – como se tivesse levando uma carga útil.

Segundo Medeiros, o último lançamento com carga útil ocorreu no fim de 2008, quando estiveram envolvidos 400 técnicos do CLBI e de outras instituições parceiras.

Medeiros explicou que o CLBI não realiza projetos científicos, mas atua em parceria com a comunidade científica brasileira e estrangeira - “conforme as suas necessidades” - lançando os foguetes que carregam em sua ogiva equipamentos e materiais, inclusive biológicos, os quais servem para pesquisa científica fora da gravidade terrestre para aplicação em física, engenharia, desenvolvimento de medicamentos e outras áreas que possam se beneficiar da microgravidade.

Ele disse que o CLBI já realizou, em seus 45 anos de existência, um total de 2.912 lançamentos com suas operações de rastreamento. No caso do FTB básico, que está sendo lançado hoje à tarde, ele disse que o fabricante é a empresa brasileira Avibras numa parceria desenvolvida com o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) de São José dos Campos, que consumiu cerca de R$ 1,5 milhão.

O diretor do CLBI disse que nesta parceria, além do foguete básico, já está em desenvolvimento um foguete de treinamento intermediário que poderá alcançar uma altitude de 64 km e levar uma carga útil de 30 quilos. Outro foguete avançado, que ainda está para ser desenvolvido, alcançará uma altitude de 120 km e carregará 120 quilos de carga útil. Ele disse ainda que, atualmente, os Centros de Lançamento no Brasil possuem uma baixa cadência de campanha de lançamento, o que causa uma redução na capacidade operacional dos profissionais e consequentes riscos para lançamentos de veículos lançadores de satélites e de foguetes de sondagem, transportando experimentos científicos e tecnológicos.


Fonte: Site do Jornal Tribuna do Norte - 26/08/2010

Comentário: É muita estranha a declaração do diretor do CLBI no inicio dessa matéria sobre o lançamento de um foguete com carga útil em parceria com a Alemanha no final de novembro ou inicio de dezembro. É sabido e amplamente divulgado que a única operação de lançamento que contará com a parceria da Alemanha prevista para esse ano é a “Operação Maracati II”, prevista para ocorrer do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) no final de setembro. Será que mais uma vez foi adiado o vôo do Programa Microgravidade da AEB e transferido para o CLBI? Ou outra operação, talvez usando a segunda plataforma alemã (se não me engano MICROG 1B), será usada em outra missão? Vamos aguardar os acontecimentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022