Ex-Diretor do ITA é Nomeado Diretor-Geral da ACS

Olá leitor!

O Diário Oficial da União (DOU) de hoje (13/10) publicou um decreto da Presidente Dilma Rousseff nomeando o Brigadeiro Reginaldo dos Santos (Ex-reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)) como o novo diretor-geral da mal engenhada empresa Alcântara Cyclone Space (ACS), em substituição ao diretor geral interino Reinaldo José de Melo. Abaixo segue o decreto como publicado no DOU.

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA,
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
DECRETOS DE 11 DE OUTUBRO DE 2011

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VI, alínea "a", da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 14 do Estatuto da Empresa Binacional Alcântara Cyclone Space, publicado no Diário Oficial da União de 31 de maio de 2010, resolve:

NOMEAR

REGINALDO DOS SANTOS, para exercer o cargo de Diretor-Geral da Alcântara Cyclone Space.

Brasília, 11 de outubro de 2011; 190º da Independência e 123º da República.

DILMA ROUSSEFF
Aloizio Mercadante

Brig. Dr. Reginaldo dos Santos

Obs posterior: Na realidade leitor, leia reitor do ITA e não ex-reitor. Pensei que o mesmo já havia sido destituido do cargo no ITA (como deve ser o procedimento correto), mas não foi assim, já que no Brasil tudo é festa. 


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) - pág. 02 - 13/10/2011

Comentário: Se olharmos essa nomeação pelo lado positivo, diríamos que o decreto é bom para o país, pois é mais um erro estratégico do governo na condução dessa empresa que certamente apressará ainda mais a morte da mesma, impedindo que o prejuízo financeiro seja ainda maior. Explico: O problema não é se o Brig. Reginaldo dos Santos tem ou não competência gerencial para tocar o barco, e sim a sua origem militar (mesmo, creio eu, estando o mesmo na reserva), que não é adequada para a direção de uma empresa que atuará no mercado de lançamentos de satélites comerciais, ampliando ainda mais o leque de empecilhos para a operacionalidade da mesma junto aos outros integrantes do clube espacial, especialmente os EUA. Os anos passam, os erros se acumulam, e esses energúmenos não aprendem. Entretanto, quem perde e muito nessa história toda (em nossa modesta opinião) junto à opinião pública esclarecida é o Comando da Aeronáutica (COMAER), já que até então vinha mantendo sua imagem adequadamente afastada dessa empresa, lutando contra a mesma nos bastidores, mas que com a ida de um de seus integrantes para a direção da dita cuja, literalmente acaba amordaçado numa jogada política ardilosa do governo DILMA e de seu ministro Mercadante, já que quem come do mesmo prato, não pode reclamar de nada. É lamentável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022