AEB Firma Acordos de Cooperação com a NASA

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (27/10) no site “G1” do globo.com destacando que a Agência Espacial Brasileira (AEB) firma acordos de cooperação com a NASA.

Duda Falcão

Ciência e Saúde

Agência Espacial Brasileira Firma
Acordos de Cooperação com a NASA

Charles Bolden, diretor da agência norte-americana, está no Brasil.
Assinatura ocorreu nas dependências do INPE, em São José dos Campos.

Mário Barra
Do G1, em São José dos Campos
27/10/2011 - 12h51
Atualizado em 27/10/2011 - 17h35

As agências espaciais norte-americana (NASA) e brasileira (AEB) firmaram nesta quinta-feira (27) dois acordos de cooperação para pesquisas sobre a camada de ozônio e o regime de chuvas no Terra. Os textos foram assinados nas dependências do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) pelo astronauta e diretor da NASA Charles Bolden e Marco Antonio Raupp, diretor da AEB.

O primeiro acordo prevê a cooperação entre os dois países no projeto Medidas Globais de Precipitação (GPM, em inglês), uma iniciativa dos norte-americanos com a agência espacial japonesa (JAXA) para estudos sobre chuvas no planeta Terra. Já o segundo projeto entre as agências espaciais tem como objetivo estudar a camada de ozônio que reveste a Terra.

Os dados coletados pelo programa GPM ajudarão a estimar mudanças no clima e na temperatura terrestre. O Brasil vai realizar a checagem das informações coletadas pelo conjunto de satélites do programa.

Além do desejo de poder produzir um satélite para integrar o programa GPM, o INPE também sugeriu à NASA o desenvolvimento do Observatório Global do Ecossistema Terrestre, um equipamento com tecnologia brasileira que poderia estudar a composição química do solo. Se aprovado, este instrumento seria produzido pelo Brasil e pelo Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), da NASA. A resposta para este pedido deverá sair no começo de 2012, segundo o diretor do INPE, Gilberto Câmara.

Durante a visita ao Brasil, Bolden conheceu as instalações do INPE. No começo da tarde, o astronauta conversa com crianças e adolescentes do Vale do Paraíba. Entre elas, um grupo de alunos de uma escola municipal de Ubatuba que está construindo um pequeno satélite que será lançado em breve.

Marco Antonio Raupp (à esquerda) e Charles Bolden, da
NASA, assinam os acordos. (Foto: Mário Barra / G1)


Fonte: Site G1 do globo.com

Comentários

  1. Ficaram bonitos na foto...mas acordo para um novo satélite, NECAS.

    ResponderExcluir
  2. Olá Ricardo!

    Se ficaram bonitos eu não sei dizer, mas realmente a não confirmação do projeto do satélite GPM-BR foi frustrante. Quanto a proposta do outro satélite, em minha opinião é resultado de falta de foco, já que não há recursos para isso e quem tudo quer, acaba sem nada. Em outras palavras, vale mais um pássaro na mão que dois voando.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial