Acordo Brasil/Ucrânia é Debatido por Dilma e Yanukovych

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (26/10) no jornal “O Estado do Maranhão”, destacando que o Acordo Espacial Brasil-Ucrânia foi debatido em Brasília pela presidente Dilma Rousseff e pelo presidente ucraniano Viktor Yanukovych.

Duda Falcão

Geral

Acordo Espacial Brasil/Ucrânia
é Debatido por Dilma e Yanukovych

Durante encontro entre os presidentes dos dois países, ficou definido
que até 2013 a empresa Alcântara Cyclone Space, que está sendo
instalada na área do CLA, lançará satélites; amanhã,
foguete de treinamento será lançado

O Estado do Maranhão
26/10/2011

Presidência
Viktor Yanukovych e Dilma Rousseff se reuniram ontem,
em Brasília, para discutir cooperação espacial

Um dos principais projetos de parceria do Programa Espacial Brasileiro foi destaque na agenda da presidente Dilma Rousseff. Na amanhã de ontem, ela se reuniu com o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, para discutir a cooperação entre os dois países, com foco especial na empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS), que está em fase de instalação na área que pertence ao Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão. A expectativa é de que a empresa esteja em funcionamento em 2013.

A reunião durou aproximadamente duas horas, e a visita do presidente da Ucrânia ao país era uma das atividades institucionais previstas para acontecer desde o mês de março, mas sofreu alguns adiamentos devido à agenda de compromissos dos dois presidentes. Com a cerimônia oficial, a expectativa é de que o Programa Espacial Brasileiro ganhe impulso, com o fortalecimento da parceria com a Ucrânia.

Os dois países possuem relações diplomáticas em diversos assuntos, mas a parceria no programa espacial é um dos componentes centrais das relações entre o Brasil e a Ucrânia. A visita também abordou outros temas que podem trazer outras parcerias, como nas questões dos bicombustíveis e dos esportes.

No entanto, a grande pauta da reunião foi relacionada ao destino da empresa Alcântara Cyclone Space. Durante o encontro, foi firmado o compromisso de fazer com que tanto a infraestrutura que está sendo desenvolvida pelo Brasil, quanto a tecnologia, de responsabilidade da Ucrânia, estejam concluídas em 2013, tendo como primeira atividade o lançamento do foguete Cyclone-4.

O presidente da Ucrânia ressaltou que um projeto da dimensão da ACS precisa de acompanhamento intenso para garantir a segurança de equipamentos e pessoas.Bastante otimista com a parceria, ele afirmou que um lançamento de satélite estratégico é interesse dos dois países e já foi, inclusive, conversado pelas equipes de Brasil e Ucrânia que trabalham em Alcântara.

Obras – Pelo cronograma inicial da construção da empresa, a Binacional ACS deveria entrar em fase operacional em 2012, quando estaria lançando de um a quatro satélites por ano, mas por atrasos dos dois países, questões burocráticas e de demora na liberação de recursos, as atividades só devem ser iniciadas em 2013. A data não foi divulgada.

Segundo Viktor Yanukovych, os trabalhos de construção dos equipamentos espaciais que serão utilizados nos sítios de lançamentos da empresa localizada no Maranhão estão em fase de conclusão e os trabalhos estão acontecendo em ritmo acelerado. Além do lançamento de qualificação do Cyclone-4, a perspectiva é de que á parceria entre os dois países possam permitir um lançamento de um satélite estratégico para ser utilizado pelos dois governos.

A Ucrânia já investiu cerca de US$ 100 milhões em tecnologia aeroespacial. Da parte brasileira, a construção dos sítios brasileiros também se encontra em fase acelerada, apesar de a empresa ter tido um atraso de seis meses devido ao período chuvoso.

Conclusão - Quando Concluído, o complexo de lançamento terá capacidade para realizar lançamentos de foguetes de até 40 metros que é o caso do Cyclone-4, cuja primeira experiência também está prevista para o próximo ano. A Alcântara Cyclone Space é uma empresa constituída por quatro conjuntos de construções. O complexo técnico será o espaço onde o foguete e os satélites serão montados antes do lançamento. Haverá o complexo de lançamento , o complexo de processamento e a área de armazenamento e o posto de comando, onde ficarão armazenados os propelentes do foguete.

Enquanto o Brasil realiza as estruturas físicas, a Ucrânia desenvolve a construção do modelo do foguete. A perspectiva da empresa é de que após o lançamento e certificação do artefato, o ritmo de lançamentos chegue a seis por ano em operações comerciais.

Mais

O lançamento da pedra fundamental da ACS, em Alcântara, foi realizado no mês de setembro de 2010, mas por causa das chuvas, as primeiras intervenções na área foram iniciadas apenas no mês de abril desse ano.


Fonte: Jornal O Estado do Maranhão - pág. 07 - 26/10/2011

Comentário: Nada de novo que se possa acrescentar no reinado da ACS, pelo menos por enquanto. Aproveitamos a oportunidade para agradecer ao leitor maranhense Edvaldo Coqueiro pelo envio dessa matéria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes