Alunos de Ubatuba Terão Encontro com Diretor da NASA

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (19/10) no site da “Prefeitura Municipal de Ubatuba”, destacando que os alunos que trabalham na construção do TubeSat “Tancredo 1” em Ubatuba (SP), visitarão dia 24/10 o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) para se encontrarem com o administrador da NASA, Charles Bolden.

Duda Falcão

Notícias de Ubatuba

Alunos que Trabalham na Construção
de Satélite em Ubatuba Terão
Encontro com Diretor da NASA

Encontro acontecerá no INPE, em São José dos Campos.
Antes do encontro, alunos conhecerão o laboratório
no Instituto onde será testado o satélite.

Assessoria de Comunicação - PMU
19/10/2011

Foto: Adriane Ciluzzo
Aluno solda placa sob
supervisão dos professores
Alunos e professores da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves viajam na próxima segunda-feira, 24, para o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), em São José dos Campos. 45 alunos e cinco professores visitarão o LIT (Laboratório de Integração e Teste) do Instituto, onde será testado Tancredo 1, satélite que está sendo construído pelos alunos da escola Tancredo Neves. A equipe que trabalha na construção do satélite envolve cinco professores das disciplinas de matemática e ciências. O projeto é desenvolvido no laboratório de ciências da própria escola, onde os alunos hoje trabalham na montagem do satélite.

Diretor da NASA

Já na sexta-feira, 24, dez alunos da escola Tancredo Neves, acompanhados dos professores do projeto, se encontrarão com o diretor da NASA, Charles Bolden, também no INPE. Durante o encontro, os alunos terão a oportunidade de apresentar o projeto, falando de suas experiências. O professor de matemática Cândido Osvaldo de Moura, coordenador do projeto, avalia o encontro como uma oportunidade única e imperdível. “Sabemos que Charles Bolden é um forte defensor da participação de crianças no programa espacial. Isso será muito gratificante e enriquecedor para nossos alunos”, afirmou Candido.

O Satélite

O projeto teve início no ano passado, quando o professor leu uma reportagem numa revista científica anunciando que a Interorbital, uma empresa americana, vendia kits educativos de satélites, os TubeSats. A partir daí, logo no início do ano letivo de 2010, o professor Cândido anunciou a idéia aos alunos, que logo concordaram em construir o satélite. Com a doação de uma empresa de Ubatuba foi possível efetuar a compra do kit do satélite, que custou U$ 8 mil.

O Tancredo 1 pesa 750 gramas, tem 8,9 cm de diâmetro e 12,7 de altura. É composto de quatro placas de circuito impresso, uma delas com antena de recepção e transmissão, outra com controle de energia elétrica, outra com computador de bordo e a outra com transmissor/receptor. Após a conclusão dos trabalhos, o satélite será enviado para a Interorbital System, na Califórnia, que fará o lançamento a uma órbita de 300 quilômetros de altitude. O satélite deverá permanecer no espaço por no máximo 90 dias.


Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Ubatuba - http://www.ubatuba.sp.gov.br/

Comentários

  1. Meus parabéns.
    Isso prova que todo incentivo e esforço na educação e em qualquer área, nunca é em vão, e que esses fatores mudam a nossa realidade.
    É assim que mudaremos o nosso Brasil.

    Jessé Monteiro Alves
    Estudante

    ResponderExcluir
  2. Perfeito Jessé!

    Concordo contigo, mas infelizmente essa iniciativa não é o resultado de uma boa coordenação educacional do governo, e sim fruto de uma iniciativa individual do professor e educador Cândido Osvaldo de Moura e de seus colaboradores. Felizmente ainda temos pessoas de visão nesse país que entendem a importância e a necessidade da educação de qualidade, pessoas que se mobilizam para tentar mudar uma situação que caberia ao governo, pessoas que optam por falar pouco e apresentar resultados, os chamados “Gente Que Faz”. Por isso o nosso reconhecimento ao trabalho desse professor e de sua equipe de colaboradores.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial