Relato da Viagem do Blog para o Evento da AAB

Olá leitor!

Como você deve lembrar, comparecemos dia 29/11 ao “Encontro Mensal” do mês de Novembro da Associação Aeroespacial Brasileira (AAB), ocorrido no Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB) em São José dos Campos (SP), e aqui faço um relato dessa minha quinta passagem pelo grande centro de desenvolvimento espacial de nosso país.

Deixei minha querida Salvador às 3h30 da madrugada do dia 29/11, através de um voo agradável da empresa aérea AVIANCA, chegando ao Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, exatamente no horário previsto (06:50), mas não dando tempo (infelizmente) para pegar o primeiro ônibus da empresa Pássaro Marrom que serve a linha Guarulhos/São José dos Campos.

Assim sendo, fui obrigado esperar até as 9h30, quando segui finalmente para SJC, chegando à rodoviária por volta das 11h10, quando então providenciei logo comprar a minha passagem de volta para Guarulhos para às 9:30 do dia 30/11, já que embarcaria as 13h10 em outro voo da AVIANCA de volta para Salvador.

Deixando a rodoviária, segui para o Hotel Confort (ao qual recomendo) para descansar um pouco, digitar algumas notícias no blog, almoçar e me preparar para encontrar com o Coordenador do Projeto SIA, o Dr. Waldemar Castro Leite, encontro esse que estava previsto para ocorrer as 14h00 no Laboratório de Identificação, Navegação, Controle e Simulação (LINCS) do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE).

Após o almoço, segui de Taxi até a portaria do IAE, onde então fui levado até o LINCS sendo recebido na porta pelo Dr. Waldemar. Começava aí uma das tardes mais agradáveis que tive desde que se iniciou esse meu contato com os profissionais do IAE.

Após ter conhecido as instalações desse fantástico Laboratório (creio que único na América Latina), de conhecer alguns dos projetos em curso e seus profissionais dedicados, além de trocar ideias com o Dr. Waldemar sobre o seu trabalho e a atual situação do Programa Espacial Brasileiro, me despedi do mesmo e peguei uma carona com o Dr. Domingos Sálvio Carrijo até a portaria do DCTA, de onde então retornei ao hotel.

Fotos: Blog Brazilian Space
Eu com o Dr. Waldenar Castro Leite
na Portaria do LINCS

O Dr. Domingos Sálvio Carrijo com o
Dr. Waldemar  na portaria do LINCS

Cansado pela maratona, tomei um banho e deitei um pouco, até que chegou a hora de me preparar para o encontro da AAB, previsto para ocorrer no MAB a partir das 19h:00.

Cheguei exatamente no horário e logo tive contato com o Dr. Otávio Santos Cupertino Durão (pesquisador do INPE) que estava ciceroneando os dois convidados estrangeiros do evento, ou sejam, a Profa. Smita Francis, do Politécnico da Namíbia e o Sr. Sackaria Paulus, do Comitê Diretor do Namibian Space Centre for Science and Technology.

Logo fui apresentado pelo Dr. Durão aos convidados, onde tive a oportunidade naquele momento de praticar meu inglês enferrujado pelo tempo e pela falta de uso. Não demorou muito, fui apresentado também pelo Dr. Durão ao Brig. Gilberto Rigobello (creio que da reserva) que hoje é diretor da Alpha South America Representações e Consultoria Ltda, empresa locada em São José dos Campos.

Depois de certo tempo, me afastei para tomar água e encontrei o Paulo Morais Jr, presidente da AAB, que ficou surpreso com a minha presença (acho que o Paulo não lê muito meu blog, rsrsrsrs), e começamos a conversar e trocar ideias, aguardando a chegada do terceiro convidado, o Eng. João Luiz Dallamuta, que faria a apresentação da proposta vencedora do Concurso MiniSat da AAB, mas que estava atrasado por culpa de seu voo que vinha de Londrina (PR).

Com a chegada do Eng. Dallamuta, Paulo Morais Jr. deu início então ao evento, fazendo uma pequena apresentação da ABB, passando então a palavra ao Dr. Otávio Durão que fez também uma breve apresentação, retornado então a palavra ao presidente.

A partir daí, o Paulo passou a palavra ao Eng. Dallamuta que iniciou a apresentação intitulada "Satélite de Telecomunicações Santos Dumont (STSD)", que trata de uma proposta de desenvolvimento, qualificação e lançamento de um pequeno satélite (25 kg). Proposta esta vencedora do Concurso, que a partir de agora terá o apoio, técnico e financeiro da AAB na articulação de financiamentos públicos e privados. Para tanto, AAB estará constituindo um Comitê Técnico-Gerencial visando o acompanhamento do projeto, sendo que suas atividades serão iniciadas no primeiro trimestre de 2013. Sem fazer promessa ou profecia, a AAB estima que o STSD possa estar pronto em 2015/2016, pois segundo a associação a proposta já vem despertando interesse em setores públicos e privados.

Após a apresentação do Eng. Dallamuta, o presidente Paulo passou então a palavra ao Sr. Sackaria Paulus da Namíbia, que fez uma breve apresentação das atrações turísticas de seu pequeno país, passando então a palavra a Professora Smita Francis, que fez uma apresentação sobre as atividades desenvolvidas em seu país, estas relacionadas ao uso e desenvolvimento de Nano & CubeSats.

Vale dizer que o propósito da visita dos namibianos foi o de conhecer instituições acadêmicas e de P&D brasileiras que atuam na área espacial. A AAB atuou como "anfitriã" por solicitação dos visitantes, e lhes propôs um extenso programa de visitas e reuniões de 29/11 a 05/12.

Segundo a AAB, o governo da Namíbia tem um firme propósito de estabelecer um Centro Científico Tecnológico para fins de desenvolvimento de atividades espaciais. O anúncio de constituição desse centro deverá ocorrrer em março de 2013, quando, e por proposição mútua, a AAB estará firmando um "Memorando de Entendimento" com o "Polytechnic of Namibia" em evento na cidade de Windhoek (capital).

Após a apresentação da Profa. Smita Francis, foi finalizado o evento, e todos seguiram para se deliciarem com o coquetel oferecido pela AAB aos participantes, onde então tive a oportunidade de trocar outras ideias com alguns dos presentes, inclusive rever o jovem Eng. Eduardo Jourdan de Araújo Jorge Filho, aluno do ITA, e o Prof. Edmar de Queiroz Figueiredo, Prof. de Manufatura Aeronáutica da FATEC de São José dos Campos.

Com o final do coquetel me despedi de todos e com o jovem Eng. Eduardo Jourdan, pegamos uma carona com o Prof. Edmar que deixou o Eng. Eduardo na portaria do DCTA e me levou para o hotel, onde ficamos conversando por mais de uma hora sobre diversos assuntos relacionados com os problemas do Programa Espacial Brasileiro.

Na manhã seguinte, tomei meu café e deixei o hotel, seguindo de taxi para rodoviária, onde então peguei o ônibus para Guarulhos, e de lá o avião da AVIANCA de volta para Salvador.

Aproveitando, gostaria de agradecer mais uma vez ao Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), nas pessoas do Brig. Eng. Carlos Antônio de Magalhães Kasemodel, diretor do IAE, e a sua assessora, Glória Regina Esteves de Lira, por ter nos dado acesso uma vez mais as instalações desse grande instituto de pesquisa brasileiro.

Também gostaríamos de agradecer ao Dr. Waldemar Castro Leite e a toda sua equipe pela atenção e cordialidade com que me receberam nas instalações do LINCS. Muito obrigado a todos vocês.

Também não posso deixar de agradecer ao Dr. Otávio Durão, ao presidente Paulo Morais Jr, e ao Prof. Edmar de Queiroz Figueiredo, pela atenção dispensada à minha pessoa durante a realização do evento, e também ao Eng. João Dallamuta, por nos ter enviado algumas das fotos postadas aqui nesta nota.

Três coisas leitor eu pude constatar nessa minha nova viagem à São José dos Campos. A primeira é que a situação é pior do que se imagina, e de difícil solução, pois passa primeiro (em minha opinião) por uma 'decisão governamental firme' se o Brasil quer ou não quer conduzir um programa espacial com seriedade. Só assim será possível tomar as providências estruturantes necessárias, nada fáceis (por sinal) e de resultados a médio e longo prazos, visando tornar o programa espacial eficiente, dinâmico e que traga reais benefícios a nossa sociedade.

A segunda é que a notícia do convênio entre a AEB e a FUNDEP para os projetos do VLS-1, VLM-1 e do Motor-foguete Líquido L75, postado aqui no blog dia 04/12, traz grandes esperanças que esses projetos agora sigam um cronograma de desenvolvimento muito mais rápido e efetivo.

A terceira coisa é que a taxa do estacionamento do Aeroporto Internacional Deputado Luis Eduardo Magalhães, em Salvador, é um verdadeiro absurdo. R$ 69,00, vai matar o diabo.

Abaixo segue as fotos do evento da AAB no MAB.

Duda Falcão

Fotos: Blog Brazilian Space e do Eng. João Dallamuta
O presidente da AAB, Paulo Morais Jr. dar inicio ao evento

O Dr. Otávio Durão do INPE faz sua apresentação

Os convidados do evento, a Profa. Smita Francis, o
Sr. Sackaria Paulus da Namíbia e o Eng. João Dallamuta

Apresentação do Projeto do Satélite STDS

O Eng. João Dallamuta apresentado aos
presentes sua proposta de satélite

O Sr. Sackaria Paulus fazendo sua apresentação

A Profa. Smita Francis apresenta seus projetos

O presidente Paulo Morais Jr. presenteia o
Sr. Sackaria Paulus com um brinde da AAB

Eng. João Dallamuta e o Presidente Paulo Morais Jr.
trocam figurinhas durante o coquetel

Dr. Otávio Durão fazendo uma boquinha no coquetel,
afinal, ninguém é de ferro

Comentários

  1. Interessante. Uma boa maneira de ir criando contatos e ir-se aprofundando melhor sobre as realidades do programa espacial.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela matéria Duda, uma pena que não tenhamos conversado praticamente nada durante a estada em SJC.

    Abs

    João Dallamuta

    ResponderExcluir
  3. Olá Eng. Dallamuta!

    Obrigado e realmente foi uma pena não podermos ter conversado devido a correria. Eu fui até convidado pelo Paulo Morais Jr. para participar da reunião que haveria com o senhor no dia seguinte, mas o meu avião saia de Guarulhos as 13:10 e não daria tempo. Mas enfim, fica para outra oportunidade. Sucesso com o projeto do satélite, e por gentileza me mantenha informado do seu andamento.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022