Brasília, Caviar, Bananas e os Foguetes Brazucas na Europa

Olá leitor!

Enquanto Brasília dorme em berço esplêndido comendo caviar e distribuindo bananas a todos, os foguetes de sondagens brasileiros seguem na sua trajetória de sucesso pelo mundo.

Recentemente postei aqui a nota “Novas Missões na Europa para Foguetes Brazucas” que relatou ao leitor as oito missões estrangeiras já programadas com foguetes brasileiros para o biênio 2013-2014.

Entretanto, descobri que quatro novas missões estão ‘previstas’ para ocorrerem no biênio 2014-2015. São elas:

Operação  ---- Data de Lançamento --- Local ------- Foguete

MAIUS             Abr. 2014                     Esrange        VSB-30

MASER 13        Mar. 2015                     Esrange        VSB-30

TEXUS 52         Abr. 2015                     Esrange        VSB-30

TEXUS 53           Abr. 2015                     Esrange        VSB-30

Além disso, segundo a nova “Estratégia de Desenvolvimento do Programa SHEFEX” (veja abaixo), divulgada recentemente pelo DLR alemão, duas novas missões intituladas SHEFEX IIa e b estão em preparação para ocorrem antes do lançamento em 2016 do VLM-1/SHEFEX III, lançamento esse que deverá ocorrer de Alcântara.

Nova Estratégia de Desenvolvimento do Programa SHEFEX

Acontece que existe ai algumas dúvidas.  Qual foguete será usado nessas missões? Será brasileiro, e caso sim, seria o VS-40 ou o futuro VS-50?

Recentemente em entrevista ao blog (reveja aqui), o diretor do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), Brig. Eng. Carlos Antônio de Magalhães Kasemodel, disse:

Na realidade  não tenho conhecimento dessas missões intituladas  SHEFEX IIa e IIb. Do meu conhecimento, o próximo experimento desse Programa é o SHEFEX III. No entanto, se de fato existir essa previsão, é possível que para esses lançamentos sejam utilizados novamente veículos VS-40, mas o IAE não recebeu, até o momento, nenhuma solicitação do DLR nesse sentido”.

Pois é leitor, pelo que parece duas novas missões desse versátil e subutilizado foguete de sondagem VS-40 poderão ocorrer no triênio 2013-2015, elevando sua trajetória para sete voos (sendo quatro ainda a serem realizados) desde o seu primeiro lançamento de Alcântara em 02/04/1993, durante a realização da “Operação Santa Maria”.

A outra opção brasileira seria o uso do foguete de sondagem VS-50, ainda em desenvolvimento nos laboratórios do IAE, derivado que é dos futuros motores S50 do primeiro e segundo estágios do Veículo Lançador de Microssatélites (VLM-1).

Entretanto, minha aposta é mesmo o VS-40 (pelo menos para o primeiro voo), não só devido a sua disponibilidade de momento, mas também, e principalmente, pela grande e positiva impressão deixada recentemente nos alemães pelo VS-40M, durante a realização bem sucedida do voo da missão SHEFEX II. No entanto, tudo dependerá ainda dos parâmetros e objetivos de voo estabelecidos pelo DLR para essas missões, já que isso pode exigir o uso de um outro foguete brasileiro ou não. Vamos aguardar.

Duda Falcão


Fonte: Diversas

Comentários

  1. Boas notícias nessa área de aproveitamento dos nossos motores de foguetes tão confiáveis !

    Por outro lado, parace que os principais objetivos da "comitiva presidencial" em visita a Europa, são respectivamente: dar mais um "tapa" no acordo com a França para o não fornecimento (é NÃO fornecimento mesmo) dos caças que a nossa Força Aérea tanto precisa, e na Rússia, para resolver o problema de exportação de carne, um produto estratégico, para um "governo" desse quilate.

    Isso é que é triste.

    ResponderExcluir
  2. Olá ,estava pensado na configuração do SARA orbital, logo que eu vi uma foto do Dragon SpaceX, reparei que ela não usa coifa no lançamento,por ja ser uma capsula com escudo resistente, no caso do SARA que seria lançado do VLS esta seria uma opção ?


    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá André!

    O SARA Suborbital que é planejado para ser lançado em duas ocasiões (a primeira todos nós esperamos que seja em 2013) através do foguete VS-40M, já é assim. Entretanto no caso do SARA Orbital, não vi ainda nenhuma concepção artística do mesmo, e portanto não tenho como afirmar se será assim ou não, nem mesmo se será lançado pelo VLS-1, já que os energúmenos de Brasilia vão está catando carga como aves de rapina para o trambolho tóxico ucraniano, e muito provavelmente não deixarão essa oportunidade passar. Vamos torcer que eles quebrem antes.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  4. Fab Divulgou o vídeo de lançamento do VS-30/Orion

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=spyInS70u14

    ResponderExcluir
  5. Olá André!

    Eu sei amigo, estou juntando dados para o relatório e esse vídeo como outros também já estão entre esses dados.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes