Grupo do Projeto Sabia-Mar Se Reúne em SJC

Olá leitor!

Segue abaixo mais uma nota postada hoje (17/12) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando o Grupo de Trabalho do Projeto Sabiá-Mar se reúne em São José dos Campos (SP).

Duda Falcão

Grupo de Trabalho do Projeto Sabiá-Mar se
Reúne em São José dos Campos (SP)

Brasília, 17 de dezembro de 2012


Mais um importante passo será dado no desenvolvimento do Projeto Sabiá-Mar – satélite de observação oceanográfica, em especial, da costa atlântica, desde o norte do Brasil até o sul da Argentina. Brasileiros e argentinos pertencentes ao Grupo de Trabalho do Projeto se reunirão esta semana em São José dos Campos (SP). A reunião é a primeira de uma série que devem acontecer, mensalmente, até julho de 2013, com objetivo de realizar os estudos preliminares da missão.

Durantes as reuniões, será definida a missão e também realizados estudos preliminares sobre o satélite. Até março de 2013, os grupos deverão apresentar um relatório com a revisão dos requisitos do projeto; e até julho, apresentar um projeto já mais elaborado, incluindo cronograma de execução. Se for comprovada a viabilidade da missão e o interesse de ambas as agências espaciais em executar o projeto, as fases seguintes serão iniciadas: fabricação, montagem, testes, lançamento e utilização.

Estarão presentes nas reuniões desta semana, em São José dos Campos: o diretor de Satélites, Aplicações e Desenvolvimento da Agência Espacial Brasileira (AEB) e presidente do Grupo de Trabalho, Carlos Gurgel; o diretor de Política Espacial e Investimentos Estratégicos da AEB, Petrônio Noronha de Souza; o consultor da AEB, Carlos Santana; o representante da Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil, Celio Costa Vaz; os representantes do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) Amauri da Silva Montes, João Lorenzzetti e Marco Antonio Chamon. Da parte argentina, participarão dos encontros, Daniel Caruso e Antonio Gagliardini, da Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE, sigla em espanhol).


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Pois é, lá vamos nós 14 anos depois dar início nesse projeto que é uma das maiores novelas do Programa Espacial Brasileiro e que pelo visto ainda não tem garantida a sua execução. Vamos ver no que vai dar dessa vez.

Comentários

  1. A tecnologia vai ser partilhada? Os argentinos até estão bem na construção de satélites. Esperemos que entre no papel, e depois vire realidade até a data prevista.

    ResponderExcluir
  2. Olá Israel!

    É o desenvolvimento conjunto de um satélite que pode representar no futuro o embrião de uma Agência Espacial Sul-Americana ou Latino-Americana, mas estou cético quanto a sua realização. Entretanto, vamos aguardar.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial