CLA Finalizará Operação Iguaíba com o Lanç. do VS-30/Orion

Olá leitor!

Segue abaixo a nota postada hoje (05/12) no site da Força Aérea Brasileira (FAB) destacando o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) finalizará a “Operação IGUAÍBA” com o lançamento do Foguete VS-30/Orion no dia 07/12 (sexta-feira).

Duda Falcão

ESPAÇO

CLA Finaliza Operação IGUAIBA com o
Lançamento do Foguete VS-30/Orion

CLA/ DCTA
05/12/2012 - 14h24

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizará na próxima sexta-feira (07/12) o lançamento do foguete de sondagem VS-30/Orion, resultado final da Operação IGUAIBA. O último estágio da operação, que tem como finalidade realizar o lançamento e rastreio do foguete, portando uma carga útil com experimentos científicos, tem a previsão de ocorrer às 19 horas, envolvendo uma equipe de cerca de 210 profissionais.

A operação, iniciada em 19 de novembro, é resultado da cooperação Brasil-Alemanha na área espacial. O VS-30, chamado de primeiro estágio, foi produzido pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), organização subordinada ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), enquanto o segundo estágio, o propulsor Orion, foi fornecido pelo Centro Espacial Alemão (DLR) como resultado da colaboração ao Programa Espacial Brasileiro. Aos dois estágios foi acoplada uma carga útil com experimentos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do IAE e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Durante a operação de preparação para o lançamento do veículo (cerca de 6 horas), serão interligadas as estações de telemetria e rastreio do CLA e do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), localizado em Natal, de modo que esta unidade funcione como uma Estação Remota, ou seja, realize a coleta de dados de voo à distância. Há ainda uma unidade móvel de telemetria, doada pelo DRL e operada pelo IAE, que também realizará a coleta de informações durante o “voo” do VS-30/Orion.

O lançamento apoia o projeto de pesquisa “Estudos da ionosfera e alta atmosfera com experimentos embarcados a bordo de foguetes e satélites” do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e integra o Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE), sob coordenação da Agência Espacial Brasileira (AEB). Além disso, o veículo segue com um experimento embarcado visando o desenvolvimento de sistema GPS para uso espacial, realizado em cooperação entre a UFRN e o IAE, com suporte financeiro da AEB.

Com esta operação, o CLA alcança a expressiva marca de 9 operações realizadas em 2012, sendo 8 de lançamentos de foguetes de sondagem e treinamento. Além da Iguaiba, as operações realizadas este ano pelo Centro foram a Operação Falcão I (01 Foguete de Treinamento Básico - FTB), Falcão IV (01 FTB), Falcão V (01 FTB) e Falcão VI (01 FTB), a Operação Águia I (02 FTBs) e a Operação Salina (teste com um protótipo do Veículo Lançador de Satélite - VLS).

Operação Iguaiba – 2012

Período da Campanha 
19/11/2012 a 14/12/2012

Veículos

1 FTI e 1 VS-30/ORION

Organizações Envolvidas

DCTA, AEB, CLA. CLBI, IAE, UFRN, INPE e DLR

Missão Atribuída

Realizar o lançamento e o rastreio do foguete de sondagem VS-30/ORION V10 portando uma carga útil científica com experimentos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), de forma a permitir não apenas a realização desses experimentos em voo suborbital, mas também assegurar a transmissão e recepção das medidas realizadas durante esse vôo.

Missão Deduzida

- Apoiar o projeto de pesquisa Estudos da Ionosfera e Alta Atmosfera com Experimentos Embarcados a Bordo de Foguetes e Satélites do Instituto Nacional de Atividades Espaciais, permitindo que organizações de ensino, pesquisas e desenvolvimento realizem experimentos científicos e tecnológicos por meio de voos suborbitais.

- Apoiar o desenvolvimento de um sistema GPS para uso espacial, realizado em cooperação entre a UFRN e o IAE, com suporte financeiro da AEB.

- Manter a operacionalidade dos centros de lançamento, proporcionando treinamento operacional às diversas equipes envolvidas em campanhas de lançamento.

- Interligar as estações (Telemetria, Radar e CTDL) do CLA e do CLBI, de forma adequada e operacional.

- Dar prosseguimento ao Programa Espacial Brasileiro, em coordenação com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

VEÍCULO DE SONDAGEM VS-30/ ORION V10

Comprimento total: 8.870 mm
Apogeu: aproximadamente 450 km
Tempo total de voo: 680 s
Distância percorrida relativa ao local de lançamento: da ordem de 35 km (1º estágio) e mais de 300 km (2º estágio com a carga útil)

Operações realizadas no CLA em 2012:

Operação Iguaiba (lançamento 01 FTI e 01 VS-30/ORION) - em andamento
Operação Falcão VI (lançamento 01 FTB) - Outubro
Operação Falcão V (lançamento 01 FTB) - Setembro
Operação Falcão IV (lançamento 01 FTB) - Agosto
Operação Salina (simulada com mock-up VLS) - Junho e Julho
Operação Águia I (lançamento 02 FTB) - Maio
Operação Falcão I (lançamento 01 FTB) - Março


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB)

Comentário: Bom leitor, esse lançamento é sem duvida alguma a maior atividade do PEB na área de lançamentos de foguetes no Brasil para o ano de 2012, e o seu sucesso é de fundamental importância para os projetos das instituições envolvidas, como também para a imagem internacional dos até então bem sucedidos foguetes brasileiros de sondagem. Entretanto, considero o ano de 2012 muito frustrante, já que na realidade nenhum dos grandes objetivos previstos para ocorrem este ano foram alcançados, a não ser o lançamento do SHEFEX II, já atrasado, mas que não dependia exatamente do Brasil. Se não vejamos: o lançamento do VLS-1 VSISNAV furou, o lançamento do SARA Suborbital I furou, e para completar o lançamento do CBERS-3 também foi pelo mesmo caminho, e pior, não tem ainda nem uma previsão de quando será lançado. Cômico? Sinceramente não vejo comicidade nessa situação e sim tristeza. Não que absolutamente nada tenha sido realizado, pois alguns projetos de menor envergadura foram finalizados ou dado sequência tanto no INPE como no IAE e no IEAv. Mas não resta dúvida que o saldo foi muito pequeno, e talvez o maior avanço tenha ocorrido no mal engenhado acordo com a Ucrânia, já que recursos da ordem de milhões foram investidos irresponsavelmente durante todo o ano nesse desastroso acordo. Aproveito a oportunidade para da Bahia desejar sucesso a todas as organizações e profissionais envolvidos com esse lançamento do VS-30/Orion nesta sexta-feira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite