Sonda da NASA Detecta em Marte Dezenas de Possíveis Sismos

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia publicada dia (30/07) no site do Sputnik News Brasil, destacando que a Sonda Espacial InSight da NASA detecta em Marte dezenas de possíveis Sismos.

Duda Falcão

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Sonda da NASA Detecta em Marte Dezenas de Possíveis Sismos

Sputnik News Brasil
30/07/2019 – 05:32
Atualizado 30/07/2019 - 10:03

© NASA. NASA/JPL-Caltech

Sismólogo da equipe InSight da NASA observou que a descoberta permite fazer "uma descrição detalhada daquilo que é o interior de Marte".

O cientista também expressou a vontade de instalar sensores em cada corpo celeste no Sistema Solar.

Desde a sua aterrissagem em Marte em novembro de 2018, a sonda da NASA InSight tem detectado vários potenciais fenômenos sísmicos, disponibilizando aos investigadores dados valiosos sobre o funcionamento interno do planeta, relata o Business Insider.

Fotografia tirada pela câmara instalada na sonda InSight da NASA.

"Nós partimos do princípio que a crosta de Marte é parecida com a terrestre. O fato de os terramotos marcianos, em forma de onda, se assemelharem à dos terremotos na Lua nos dá uma ideia da estrutura interna da sua crosta. Até agora, só podíamos analisá-la a partir do exterior", disse o sismólogo Simon Stahler em comunicado à imprensa em abril.

Outro membro da equipe da NASA, Mark Panning, notou evidentes semelhanças entre os terremotos que ocorrem em Marte e os que acontecem na Lua, destacando que o número de abalos examinados pelos investigadores continua sendo pequeno demais "para desvendar os segredos do Planeta Vermelho", mas que isso permite à equipe entender realmente o quão Marte é ativo".

Ferramenta de investigação da sonda InSight em movimento.

"Depois poderemos começar a fazer descrições detalhadas de como é o interior marciano, disse Panning, acrescentando que há agora um jogo de espera. Vamos escutar mais um ano e meio, e esperamos descobrir muito mais coisas ainda".

O cientista também salientou que gostaria de instalar sensores sísmicos em "todos os corpos planetários que tremem", argumentando que, uma vez que "a sismologia na Terra é quase inteiramente construída sobre redes de dados", uma abordagem semelhante em outros corpos celestes será útil.


Fonte: Site Sputniknews Brasil - http://br.sputniknews.com/

Comentário: Pois é, a NASA é uma agencia espacial que a todo momento demonstra com resultados a sua sociedade o acerto de sua criação pelo Governo dos EUA no final dos anos 50. A força politica dessa agencia, pautada pelo sucesso no seu histórico de conquistas e sustentando por uma politica espacial adequada, comprometida e realmente estratégica para o seu governo, além de possuir uma frente parlamentar extremamente atuante dentro do Congresso Americano, é o que faz a diferença, e transforma o setor espacial do TIO SAM e sua Agencia Espacial na potencia que são. No Brasil desde que a nossa Agencia Espacial foi criada em 1994, só fez acumular fracassos, perder governo apos governo sua força política, virar cabide de emprego para simpatizantes vermelhos (aparelhamento) e hoje é uma tremenda caricatura de uma agencia espacial, tornando-se uma verdadeira piada, até mesmo entre aqueles que anteriormente podem ter se beneficiados dela com as suas 'Coelhadas'. E pra piorar a situação, os militares que fizeram parte da "Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB)" conduziram a reformulação do PEB diminuindo ainda mais a importância politica deste órgão, quando na realidade leitor deveriam fortalecer transferindo a AEB do MCTIC diretamente para a Presidência da Republica, como alias foi sugerido na "Carta de Foz do Iguaçu", e infelizmente mais uma vez estas e outas sugestões (tão  importantes quanto) dos profissionais do setor não foram atendidas. Nada contra o Sr. Carlos Moura que até acho que vem realizando uma gestão boa até o momento, mas infelizmente engessada pelas questões aqui já colocadas e outras já tão debatidas aqui no Blog.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial