Presidente Bolsonaro: País "Sob Nova Direção" Após Demissão no INPE

Olá leitor!

Segue uma notícia postado ontem (03/08) no “Portal TERRA” destacando que segundo o Presidente Bolsonaro o país está 'sob nova direção' apos a demissão do diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Duda Falcão

SUSTENTABILIDADE

Bolsonaro: País "Sob Nova Direção" Após Demissão no INPE

Presidente voltou a criticar a divulgação dos números do desmatamento
classificando como "imprecisos"

Por Renato Onofre
Portal Terra
3 de agosto de 2019 - 19h55
Atualizado às 21h03

BRASÍLIA - Após a demissão do diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Ricardo Galvão, o presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para dizer que o País está "sob nova direção" e que "isso incomoda os traidores".

O presidente voltou a criticar a divulgação dos números do desmatamento no País classificando como "imprecisos".

Foto: Gabriela Biló / Estadão
O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), no lançamento do programa Médicos pelo Brasil em solenidade realizada no Palácio do Planalto, em Brasília.

"Não podemos admitir sensacionalismo, ou divulgação de números imprecisos, que trazem enormes prejuízos à imagem do Brasil", disse o presidente pelas redes sociais.

O diretor Ricardo Galvão, pesquisador do INPE desde 1970, esteve no centro da polêmica com o presidente sobre os dados que mostram alta do desmatamento da Amazônia. Ele foi exonerado na sexta-feira, 2, após críticas do governo aos números que constataram aumento de mais 80% de áreas degradas identificadas pelo sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (DETER).

"O BRASIL está sob NOVA DIREÇÃO e isso incomoda aos TRAIDORES DA PÁTRIA", disse Bolsonaro grafando em caixa alta parte da postagem. "A Amazônia é nossa", completou o presidente.

O presidente ainda disse que vai "atuar de forma eficaz no combate ao desmatamento ilegal" e que "países estão interessados em nossas riquezas e biodiversidade". "A Amazônia não pode ser entregue aqueles que destruíram suas florestas e agora querem se apoderar da nossa", afirmou na postagem.

A publicação de Bolsonaro veio acompanhada com um vídeo do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, explicando as mudanças que pretende implantar no sistema de monitoramento do desmatamento do País.



Fonte: Portal Terra - 03/08/2019 - https://www.terra.com.br

Comentário: Pois é, precisa mesmo se avaliar se realmente o INPE vinha apresentando dados corretos ou convenientes a interesses outros que não os nacionais. O presidente Bolsonaro tem sua maneira peculiar e agressiva de ser, não resta dúvida quanto a isso, mas a verdade é que o mesmo enfrenta uma guerra contra um grupo de criminosos poderosos que se espalhou por todos os cantos da Sociedade Brasileira e que farão de tudo para permanecerem se beneficiando do país. Felizmente aqueles que realmente são brasileiros e estão preocupados com o 'todo' e com a construção de uma verdadeira nação, neste momento leva suas mãos aos céus por finalmente temos um presidente que tem bolas para enfrentar os desmandos e a corrupção institucionalizada neste que hoje se transformou num Território de Piratas. Saudações Presidente Bolsonaro, não sou religioso como o senhor o é, mas plagiando aos religiosos como o senhor, “Que o Deus de vocês lhe ilumine lhe dando ainda mais força, coragem e saúde para enfrentar esses marginais, aproveitadores da ignorância de nosso povo e propagadores do caos de uma vez por todas”. Temos uma nação para construir e os 'brasileiros de bem' contamos com o senhor e toda a sua equipe.

Comentários

  1. Com licença Duda, eu sei que você apoia este governo, mas este é apenas um exemplo claro de alguén tentando encobrir a verdade. Ricardo Galvão foi só a pessoa encarregada de apresentar os dados, e ele pagou por isso, mas os dados foram produzidos por um grupo grande de pesquisadores do INPE e são metodologicamente sólidos. Não foi inventado. Será que Bolsonaro também vai exonerar todos os pesquisadores que participaram dessa pesquisa? Olha, eu acho tudo isto realmente preocupante. Se amanhã os dados de crescimento do PIB ou pobreza que são publicados pelo IBGE não forem satisfatórios... será que ele também vai exonerar as pessoas pesquisando isso no IBGE? Isso geralmente acontece na Venezuela e naqueles países ... estamos indo para lá? abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tim!

      Desculpe-me amigo, mas você esta deturpando as coisas. O Sr. Ricardo Galvão foi demitido pelo seu comportamento antiprofissional inadequado para qualquer profissional (se fosse uma empresa privada ele seria imediatamente demitido) e principalmente para um servidor público, entrando em confrontando e ofendendo o Presidente da Republica que realmente acredita que há algo de errado com esses dados. Assim como é mostrado no vídeo que acompanha essa matéria. Cabia ao Sr. Ricardo Galvão provar com dados que pudesse ser confrontados se ele estava errado ou não, e não agir como agiu. Foi punido pelas suas ações intempestivas claramente motivadas por questões ideológicas. Ponto, assunto encerrado e vamos pra frente.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial