Multiphase Thermoelectric Converter Turning Waste...

Olá leitor!

Desde o ano de 2010 estamos apresentando uma série de notas sobre o trabalho teórico do pesquisador brasileiro Moacir L Ferreira Jr., que propõem o desenvolvimento de um sistema de propulsão espacial para ser utilizado em viagens tripuladas ao espaço profundo, usando um modelo seqüenciado de oscilações elétricas deslocadas por fase, do mesmo modo que um motor AC linear. (veja a nota “Phase-Shift Plasma Turbine - Interplanetary Space Flight”)

Agora este pesquisador nos apresenta um projeto de uma nova versão conceitual com um conversor termoelétrico para tentar diminuir o tamanho dos radiadores espaciais. Abaixo segue o vídeo animação correspondente a esse projeto.

Duda Falcão

Multiphase Thermoelectric Converter
Turning Waste Heat into Usable Electric Power

Comentários

  1. Olá Duda,
    aqui está uma versão do reator de fusão totalmente retrabalhado para torná-lo mais fácil de ser compreendido, principalmente a respeito da aceleração eletrostática. O conceito está cada vez mais apto a tirar pleno proveito da aceleração eletrostática.
    Talvez algum dia no futuro, quando aspectos políticos e ideológicos estiverem mais favoráveis, nossos governantes se disponham a financiar projeto de tal magnitude, assim espero.
    Reator de Fusão

    ResponderExcluir
  2. Olá Robert!

    Valeu amigo, já está online.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Olá Duda,
    uma versão conceitual atualizada do conversor termoelétrico que no futuro poderá ser uma opção a ser usada para aumentar a eficiência do uso de energia em satélites e espaçonaves diminuindo o tamanho de radiadores espaciais.[1]
    Conversor Termoelétrico Multifásico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Robert!

      Valeu amigo, já está online.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite