Governo Libera R$ 6 Milhões para ‘Centro de Calamidades’

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (06/01) no site do jornal “O VALE” destacando que  o Governo Federal liberou R$ 6 milhões para o “Centro de Monitoramento e de Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN)”.

Duda Falcão

NOSSA REGIÃO

Governo Federal Libera R$ 6 Mi
para ‘Centro de Calamidades’

Objetivo é agilizar funcionamento do órgão, sediado em
Cachoeira Paulista para monitorar áreas de risco de enchentes

Chico Pereira
São José dos Campos
06 de janeiro de 2012 - 03:01

Fotos: Thiago Leon
O supercomputador do Cptec/Inpe, em Cachoeira Paulista.

O governo federal liberou ontem R$ 6 milhões para o projeto de implantação do CEMADEN (Centro de Monitoramento e de Alertas de Desastres Naturais), que terá base em Cachoeira Paulista.

O recurso foi liberado ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação), gestor do CEMADEN.

O centro vem sendo implantado no campus do CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos) do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

O novo organismo entrou em operação discreta no mês passado com pelo menos um mês de atraso, mas ainda não está em plena atividade, conforme o cronograma de implantação.

Segundo MCTI, foram investidos no ano passado cerca de R$ 14,9 milhões, sendo R$ 12,9 milhões em recursos do MCTI e R$ 2 milhões do Fundo Clima, para a implantação do centro.

Objetivo - O CEMADEN foi criado em 2011, após a catástrofe ocorrida na região serrana do Rio de Janeiro durante o verão passado, que resultou em mais de 900 mortes por causa das chuvas.

A principal função do centro é justamente monitorar áreas de risco e dar alertas para evitar ou amenizar catástrofes naturais.

Segundo o MCTI, as operações de monitoramento iniciaram-se efetivamente em 2 de dezembro último. O funcionamento em regime de plantão 24 horas por dia iniciou-se em no último dia 17.

O primeiro alerta foi enviado ao CENAD (Centro Nacional de Gestão de Riscos e Desastre Naturais), do Ministério da Integração, em 6 de dezembro último. Até o final do ano passado, haviam sido encaminhados 14 alertas àquele órgão.

De acordo com o MCTI, já são monitorados 56 municípios das regiões Sul e Sudeste, onde recorrentemente ocorrem deslizamentos, enxurradas e enchentes, com mortes e danos econômicos e sociais, e que possuem mapeamento das áreas de risco.

Precário - Na avaliação do Sindicato dos Servidores Federais na área de Ciência e Tecnologia, o CEMADEN “funciona precariamente”.

“Falta pessoal para o centro, que começou a operar de forma precária”, disse o vice-presidente do sindicato, Fernando Morais.

SAIBA MAIS

Monitoramento

Novo sistema de monitoramento de catástrofes criado pelo governo está em operação em Cachoeira Paulista.

Objetivo

Monitorar e dar alertas para catástrofes naturais em municípios onde o fenômeno ocorre com mais freqüência.

Municípios

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação informa que inicialmente 56 cidades estão sendo monitoradas desde o mês passado, quando o CEMADEN entrou em operação.

Chuvas Fortes Chegam à Região

São José dos Campos - As fortes chuvas que causaram estragos em Minas gerais e na região Serrana do Rio de Janeiro, no começo deste mês, devem chegar ao Vale do Paraíba neste final de semana, segundo o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia).

“Essa Zona de Convergência do Atlântico Sul, que causou as chuvas fortes em Minas e no Rio, vai atingir São Paulo a partir de domingo, causando chuvas fortes, inclusive na região do Vale do Paraíba”, afirmou o meteorologista do INMET Marcelo Schneider.

“Na sexta e no sábado deveremos ter fortes pancadas de chuva à tarde, causadas pelo calor. Já domingo e segunda prometem ser dias chuvosos”, apontou Schneider.

O CPTEC/INPE (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) também prevê a chegada de chuvas fortes às cidades do Vale e Litoral.

Sol - Hoje e sábado, o dia deve permanecer ensolarado, pelo menos no período da manhã, segundo o CPTEC.

As temperaturas devem atingir máximas de 31ºC em São José, e 29ºC no Litoral.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 06/02/2012 

Comentários

  1. Muito bom, muito bonito...mas falta o principal..o foguete para lançar ao espaço os satelites.....desta maneira ficamos sempre dependentes......

    ResponderExcluir
  2. Olá Benito!

    Não resta dúvida quanto a isto caro amigo. Entretanto, o supercomputador da foto não é o recentemente adquirido, e sim o anterior que creio eu deva ter sido instalado no CEMADEN. Porém, vale dizer que continua sendo um grande supercomputador e deverá cumprir sua missão satisfatoriamente.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Oi olha esta matéria sobre uma moça da Russia que entrou na fabrica de motores NPO Energomash que produz os motores RD-171 ,RD-180,RD-120 , o interessaste é que ela entrou e não tinha ninguém , e tirou varias fotos dos local .Ultimo link esta em russo mas tem mais fotos com detalhes .
    http://www.tecmundo.com.br/bizarro/17406-rindo-diante-do-perigo-garota-invade-fabrica-de-seguranca-maxima-de-foguetes.htm

    http://lana-sator.livejournal.com/160176.html#cutid1

    ResponderExcluir
  4. Olá André!

    Muito interessante e as fotos são magníficas. É provável que se esta moça for encontrada irá para cadeia e poderá até tomar umas bolachas, rsrsrs.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  5. 6 Milhões para um Datacenter é bastante dinheiro creio que isso, irá ajudar muito. Ja sobre o post da menina, ela está desaparecida creio que os Russos ja deram um sumiço nela, la não é brincadeira não.

    ResponderExcluir
  6. Pois é Lucas, quem sabe voce tem razão.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial