Inscrições Abertas Para Pós-Graduação em Astrofísica

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (26/08) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que estão abertas as inscrições para pós-graduação em Astrofísica.

Duda Falcão

Inscrições Abertas Para
Pós-Graduação em Astrofísica

Terça-feira, 26 de Agosto de 2014

Estão abertas até 31 de outubro as inscrições para os cursos de mestrado e doutorado em Astrofísica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). As aulas iniciam em março de 2015. Há bolsas Capes disponíveis aos aprovados.

A pós-graduação em Astrofísica do INPE oferece temas de pesquisas nas seguintes áreas: Astrofísica de altas energias, Cosmologia, Astrofísica óptica e infravermelho, Radiofísica, Física do meio interplanetário e Ondas gravitacionais.

O processo de seleção baseia-se na análise de CV, cartas de recomendação e histórico escolar, bem como na aplicação de uma prova de Física e arguição oral (na primeira quinzena de dezembro).

Existe a possibilidade de aplicação da prova de Física nas universidades de candidatos que residem em regiões distantes da sede do INPE (São José dos Campos, SP). Nesses casos, a arguição oral será via internet. No entanto, a Pós-graduação não pode assegurar a realização online em todo caso.



Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentários

  1. Então, essa é uma notícia que EU preciso entender...

    Pelo visto o INPE agora atua também como instituição de ensino, e oferece cursos de mestrado e doutorado em Astrofísica.

    O que essa notícia realmente significa? O ITA, a USP, e nenhuma outra instituição de ensino superior do país está apta a oferecer esses cursos?

    Estive vendo a página do INPE sobre Missão, Visão e Valores, e não encontrei nada nesse sentido.

    Pelo que eu entendo, o INPE como instituto de pesquisas que é deveria estar indo ao mercado para buscar profissionais prontos para exercer a função de pesquisadores.

    Isso significa que o INPE não acredita nos profissionais formados fora de suas paredes? Nem no ITA? E para que o programa ciência sem fronteiras? Não podem contratar pesquisadores estrangeiros "prontos" para a ação?

    Isso tudo me parece muito estranho. O INPE então está acumulando a função de instituição de ensino? Podemos supor também que para isso está criando uma estrutura administrativa, com mais funcionários e mais despesas sem relação com a sua finalidade, pois ao que me consta, a finalidade do INPE é PESQUISAR, e não formar pesquisadores.

    Eu cada vez entendo menos... E pra ser sincero, nem quero tentar entender muito, pois tudo começa a cheirar muito mal pra todo lado que se olha.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial