AEB Instala o Primeiro CVT Espacial em Natal (RN)

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (28/08) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) informando que a agência instalou o primeiro CVT Espacial em Natal (RN).

Duda Falcão

AEB Instala o Primeiro CVT
Espacial em Natal (RN)

Coordenação de Comunicação Social (CCS-AEB)

Foto: CLA

Natal (RN), 29 de agosto de 2014 – O primeiro Centro Vocacional Tecnológico (CVT) voltado para o segmento espacial, o CVT Espacial, será instalado na área do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), em Natal (RN).

A informação foi dada pelo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), José Raimundo, aos integrantes do Conselho Superior da instituição, na 68ª Reunião Ordinária do colegiado, realizada nesta quinta-feira (28) no CLBI.

Segundo o dirigente, o projeto está recebendo os últimos ajustes e já tem o aval do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), parceiro na iniciativa. Um dos objetivos do Centro é contribuir para que as ações de capacitação de monitores feitas pelo programa AEB Escola deixem de ser eventos realizados ao longo do ano e passem a ser atividades do programa.

O presidente disse também que além de um local para formação de recursos humanos, o CVT Espacial contribuirá para que a sociedade local passe a ter outro olhar sobre as atividades espaciais do país e amplie sua visão sobre as necessidades que o país tem de dominar cada vez mais as tecnologias do setor.

CBERS – No encontro Braga Coelho também informou que o quinto exemplar do Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres, o CBERS-4, está entrando na etapa final de testes na China e segue em outubro próximo para a base de Taiyuan de onde deve ser lançado em 7 de dezembro.

Também foi apresentado um relatório sobre o estágio das doze parcerias internacionais firmadas pela AEB, destacando as negociações acertadas com o Japão para o lançamento de satélites de pequeno porte a partir da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

Os integrantes do Conselho ainda foram informados pelo Major Brigadeiro da Força Aérea Brasileira, Wander Almodovar, sobre os aspectos técnicos que envolvem o lançamento do foguete VS-30, que se realiza hoje (29) no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, e que será acompanhado pelos conselheiros.

De acordo com ele, pela primeira vez será testado no país um foguete com motor a propulsão líquida. Para ele, o evento é de grande importância, “pois demonstra que o Brasil domina mais uma etapa da competitiva tecnologia espacial”. O Major Brigadeiro destacou ainda que o sucesso do lançamento também será significativo para as indústrias do setor aeroespacial do país, tanto em termos de mercado, quanto da formação de recursos humanos qualificados, uma vez que o motor em teste é totalmente nacional.


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Bom leitor, não estou aqui para fazer oposição sistemática a nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB), mesmo reconhecendo que em sua direção está uma pessoa despreparada e mais comprometida com o seu emprego e com os desmandos e a propaganda enganosa do atual governo, de que com o compromisso que deveria ter com o setor que representa. Diante disto não posso deixar de reconhecer que essa ideia do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) realmente parece ser muito positiva. Isto é, se for conduzida com seriedade, competência e comprometimento de todos os players envolvidos. Agora, quanto às promessas feitas pelo Sr. José Raimundo e apresentadas na nota acima sobre o que acontecerá ainda esse ano no PEB, ainda teremos de aguardar, pois a experiência demonstra que este senhor não merece nenhuma credibilidade. 

Comentários

  1. Duda, porque os tecnicos do PEB nao instalam cameras em seus foguetes? E se instalam, porque normalmente nao divulgam as imagens?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Israel!

      Boa pergunta amigo, mas não tenho resposta.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. Olha, sera que nao seria porque os foguetes sao estabilizados rotacionalmente, e isso impediria uma imagem "fixa"? Se for assim, visualizar um foguete rodando toda a hora deve ser estonteante.

    No entanto sempre fica a pergunta.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022