Brasileiro Integra Painel Consultivo Mundial em Meteorologia

Caro leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (01/07) no site oficial do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o climatologista do instituto, Dr. Carlos Nobre, integra Painel Consultivo Mundial em Meteorologia.

Duda Falcão

NOTÍCIA

Brasileiro Integra Painel Consultivo Mundial em Meteorologia

Por INPE
Publicado: Jul 01, 2019

São José dos Campos-SP, 01 de julho de 2019

O climatologista Carlos Nobre acaba de ser indicado pelo conselho executivo da Organização Meteorológica Mundial (WMO, na sigla em inglês), sediada em Genebra, Suíça, a tomar parte de seu Painel Consultivo Científico (SAP).

Carlos Nobre fez carreira no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) como cientista e gestor de projetos de 1983 a 2012 e, atualmente, é membro do Conselho Assessor Científico Tecnológico Interno (CACTI) da instituição, onde ainda mantém atividades acadêmicas em ciências do sistema terrestre e estudos sobre mudanças ambientais globais..

A WMO é a agência especializada das Nações Unidas e autoridade mundial - com representação em 191 países - em assuntos que envolvem o comportamento da atmosfera terrestre, sua interação com os oceanos, o clima e a consequente distribuição de recursos hídricos.

Na WMO, o pesquisador brasileiro atuará em temas de interesse do INPE, como previsão de tempo, previsão climática sazonal e os avanços do Brazilian Earth System Model-BESM

Reconhecimento ao Brasil 

Por meio da atuação do INPE, o Brasil tem alcançado destaque na WMO pelo pioneirismo e excelência em estudos sobre fenômenos extremos e projeções de mudanças climáticas. Recentemente, o coordenador-geral do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do INPE, Antonio Divino Moura, foi o primeiro brasileiro a receber o principal prêmio científico da WMO "pelo excelente trabalho em meteorologia e climatologia e pesquisa científica". 

Todo o conhecimento científico sobre o sistema terrestre produzido no INPE se traduz em informações para formulação de políticas públicas e apoio nas negociações internacionais sobre as mudanças climáticas globais.

Como instituição pública de pesquisa, o INPE acompanha as inovações científicas e tecnológicas nas áreas de observação por satélites, modelagem e desenvolvimento de cenários ambientais. A transparência e a consistência da metodologia científica do INPE são reconhecidas internacionalmente.

Carlos Nobre, membro do Conselho Assessor Científico Tecnológico Interno (CACTI) do INPE e do Painel Consultivo Científico da WMO.


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial