Sonda Japonesa Inicia 2ª Descida à Superfície do Asteroide Ryugu

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia publicada hoje (10/07) no site do Sputnik News Brasil, destacando que a Sonda Japonesa Hayabusa 2 iniciou 2ª descida à superfície do asteroide Ryugu.

Duda Falcão

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Sonda Japonesa Inicia 2ª Descida à Superfície do Asteroide Ryugu

Sputnik News Brasil
10/07/2019 – 04:12

© AP Photo / ISAS/JAXA via AP

A Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA) comunicou nesta quarta-feira (10), que a sonda Hayabusa 2 iniciou sua segunda descida à superfície do asteroide Ryugu.

A aterrissagem da espaçonave no asteroide iniciou-se às 1h46 GMT (22h46 de terça-feira, no horário de Brasília).


"Confirmamos que a nave espacial iniciou sua descida a partir da posição inicial [altitude de cerca de 20 km]. A espaçonave iniciou sua descida às 10h46 JST [horário de bordo] conforme programado. A velocidade de descida é de cerca de 40 cm/s [1.440 km/h]", disse a agência no Twitter.

Esta simulação de 16x mostra o movimento da nave
espacial de uma altitude de 8,5 m até à aterrissagem.
O círculo verde é C01-Cb [local de pouso] e o círculo
azul é o campo de visão do ONC-W1 (JAXA)

De acordo com as previsões, a Hayabusa 2 pousará na superfície de Ryugu na quinta-feira (11) de manhã, a cerca de 20 metros da cratera artificial que criou no início de abril.

"É um marco muito importante, por isso devemos proceder com calma, como nas operações cruciais anteriores. Então amanhã a Hayabusa 2 poderá chegar a Ryugu novamente", afirmou o líder da missão Yuichi Tsuda, antes de iniciar a operação.

primeira descida da sonda na rocha espacial foi realizada em 22 de fevereiro.

Avanços da Sonda

Inicialmente, a operação de pouso deveria ter sido concluída há meses, mas a superfície de Ryugu acabou por ser mais rochosa do que o esperado, o que acabou levando mais tempo para procurar um terreno relativamente plano para pousar a sonda.

Até o final deste ano, a sonda Hayabusa 2, que foi lançada em 2014, deve coletar ao menos três amostras da superfície do asteroide e depois fazer chegar a informação ao nosso planeta.

O asteroide Ryugu (162173), com um diâmetro de cerca de 900 metros, está a cerca de 2,8 bilhões de quilômetros da Terra.

A órbita dessa rocha espacial passa perto das órbitas da Terra e de Marte, o que dá aos cientistas a esperança de que vestígios de água e matéria orgânica possam ser encontrados em sua superfície.


Fonte: Site Sputniknews Brasil - http://br.sputniknews.com

Comentário: Pois é leitor, sensacional, espetacular, parabéns a JAXA japonesa por esta grande e fantástica missão. Será que um dia teremos uma agência espacial realizando missões semelhantes a essa da JAXA? Bom leitor, com esse novo governo ainda existe uma esperança, e as missões na verdade já existem, uma privada que é a Sonda Lunar Garatéa-L (esta já em andamento com previsão para lançamento em 2022), e ao outra é a fantástica Missão ASTER, que envolve 13 instituições de ensino e pesquisas do país e que esta em 'stand by' esperando por uma luz que nunca chegou, missões estas que deveriam ter o apoio da AEB, e até onde sei, não as tem. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial