Chiclete Para Astronautas Criado Por Estudantes de Goiás é Reconhecido Pela Agência Espacial Brasileira

Olá leitor!

Lembra da notícia postada no Blog dias atrás sobre o tal Chiclete Espacial Para Astronautas (reveja aqui) criado por uma equipe de alunos brasileiros de Goiás e que venceu uma competição nos EUA? Pois então, segue abaixo uma notícia postada hoje (31/07) no site “G1” do globo.com, destacando essa equipe receberá no dia de hoje diplomas da Agencia Espacial Brasileira (AEB) em reconhecimento a este projeto inovador.

Duda Falcão

GOIÁS

Chiclete Para Astronautas Criado Por Estudantes de Goiás é Reconhecido Pela Agência Espacial Brasileira

Alunos receberão diplomas em reconhecimento ao projeto inovador. ‘Chiliclete’, goma de mascar com componentes da pimenta, foi campeão do torneio de robótica na Universidade da Nasa, nos Estados Unidos.

Por Lis Lopes,
G1 GO
31/07/2019 - 05h30 
Atualizado há uma hora

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Chiclete de pimenta criado por estudantes do Sesi, em Goiânia.

Desenvolvido por estudantes de Goiás, o “chiliclete” – chiclete de pimenta criado para ajudar astronautas a sentirem o sabor dos alimentos – será reconhecido pela Agência Espacial Brasileira (AEB) nesta quarta-feira (31). Os alunos do SESI Canaã, de Goiânia, receberão diplomas em reconhecimento ao projeto inovador. A homenagem acontecerá na sede da agência, em Brasília.

A invenção do chiclete de pimenta rendeu aos estudantes o maior prêmio do torneio de robótica de West Virginia, realizado entre os dias 12 e 14 de julho, na Universidade da NASA, nos Estados Unidos.

Segundo o presidente da AEB, Carlos Moura, a vitória dos alunos é "um fato marcante". “É tudo aquilo que a gente quer: a criatividade e a inovação brasileira fazendo a diferença. Esses jovens merecem nosso reconhecimento”, afirmou.

Foto: Sesi/Divulgação
Alunos do SESI Canaã vencem torneio de robótica na NASA, nos Estados Unidos.




Invenção

O “chiliclete” foi criado por um grupo de sete alunos do SESI Goiás para auxiliar os astronautas a sentirem o sabor dos alimentos. Trata-se de uma goma de mascar desenvolvida com componentes da pimenta, que ajudam a devolver os sentidos do olfato e paladar.

Segundo os alunos, a ausência de sensibilidade no nariz dos astronautas é ocasionada pela falta de gravidade no espaço, o que faz com que o sangue do corpo se concentre na cabeça e no peito. Com isso, a sensibilidade do nariz é afetada, fazendo com que os astronautas parem de sentir cheiros e sabores.

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Estudantes desenvolvem chiclete de pimenta em Goiânia.

Fonte: Site “G1” do globo.com - 31/07/2019

Comentário: Pois é, parabéns aos jovens goianos por esta conquista e parabéns a AEB por reconhecer a mesma de forma pública premiando esses jovens. Certamente servirá como estimulo e exemplo para que mais jovens brasileiros acreditem que é possível se destacar nesta área, e para que cada vez mais os orientadores e professores entendam como é importante dar esses tipos oportunidades aos nossos jovens. E vale lembrar que o Concurso Garatéa-ISS continua aceitando inscrições até o dia 11 de agosto (clique aqui para saber mais sobre este concurso). Aproveitamos para agradecer ao nosso leitor Bernardino Silva pelo envio desta notícia.

Comentários

  1. Parece que as iniciativas particulares estão mais relevantes que as iniciativas estatais, após anos de descaso. Queria ver uma empresa brasileira privada construir foguetes e colocar satelites no espaço, acho que isto ainda acontecerá um dia....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro