Com App Para Popularizar Ciência e Astronomia, Aluno Baiano Conquista 1º Lugar em Mostra Nacional de Feiras de Ciências da SBPC

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia que me pegou agradavelmente de surpresa, postada que foi hoje (31/07) no site “G1” do globo.com e nos demais jornais de Salvador, destacando que jovem baiano do bairro carente de Cajazeiras IV (periferia de Salvador), aluno de escola pública, conquistou o “1º lugar na Mostra Nacional de Feiras de Ciências: 'Motivar'", que faz parte da programação da reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) deste ano, por ter desenvolvido um 'App' para popularizar a Ciência e Astronomia.

Duda Falcão

BAHIA

Com App Para Popularizar Ciência e Astronomia, Aluno de Escola Pública na BA Conquista 1º Lugar em Mostra nacional: 'Motivar



Maicon Douglas dos Santos tem 17 anos e cursa 3º ano em um colégio de Cajazeiras IV, na periferia de Salvador. Para desenvolver game, ele teve orientação de professor e usou críticas para aprimorar app.

Por Itana Alencar, G1 BA
31/07/2019 - 06h00 

Foto: Jorge Lúcio Rodrigues das Dores
Maicon Douglas dos Santos, de 17 anos, apresentou o game na Mostra Nacional de Feiras de Ciências, que fez parte  da programação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

 
Com um projeto para popularizar a ciência e a astronomia, um estudante de escola pública do bairro de Cajazeiras IV, na periferia de Salvador, conquistou o primeiro lugar na área de "Ciências Exatas e da Terra", na Mostra Nacional de Feiras de Ciências, que fez parte da programação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) deste ano.

Maicon Douglas dos Santos tem 17 anos e cursa o 3º ano do Ensino Médio. Ele criou o aplicativo "Razão celeste: um jogo sobre Astronomia”, que deve ser lançado a partir de agosto, quando Maicon completa 18 anos – idade necessária para lançar um app nas plataformas.
O estudante conta que o projeto foi criado para tratar astronomia e ciência de uma forma acessível. Para desenvolver a ferramenta, ele contou com a orientação do professor Jorge Lúcio dos Santos.

"O projeto fala sobre astronomia e trata dos astros de uma forma que instiga a curiosidade nos jovens e até adultos. Normalmente, não se fala de astronomia na sala de aula, então eu pensei em criar algo para ajudar os professores a terem também boa abordagem. Para fornecer ferramentas no processo de ensino da astronomia e da física, que motivassem o aprendizado por parte do aluno", explica Maicon.

Foto: Arquivo pessoal 
Para desenvolver a ferramenta, Maicon Douglas contou com a orientação do professor Jorge Lúcio dos Santos.

O projeto tem interface em 2D e 3D, traz representações do sistema solar e das relações entre os astros, de forma lúdica e com conteúdo.

Para chegar no projeto como está hoje, Maicon participou de vários eventos da área de tecnologia e ciência, ouvindo avaliações e conselhos de especialistas, sobre como poderia melhorar a ferramenta, como o Encontro de Jovens Cientistas da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

"Analisamos diversos pesquisadores, entendemos também sobre como o jogo influencia direta e indireta na motivação dos jovens em aprender. Aí, com as novas críticas, melhoramos o projeto e levamos para a Mostra Nacional de Feiras de Ciências", explicou Maicon.

Entre os desenvolvimentos que o estudante fez está a representação de vários tipos de personagens diferentes, como mulheres e outras minorias.

Foto: Jorge Lúcio Rodrigues das Dores
Maicon Douglas dos Santos, de 17 anos, apresentou o game na Mostra Nacional de Feiras de Ciências, que fez parte da programação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). 

Inicialmente, o projeto será lançado nas plataformas de sistema operacional Windows e Android, em agosto. Maicon conta que o Razão Celeste será totalmente gratuito.

"A intenção do jogo é popularizar a astronomia e temas de física, então, a gente não pode cobrar em cima de um aplicativo desse, porque cobrando por ele estamos excluindo pessoas de terem acesso à ciência", argumenta.

Além da satisfação de ver o projeto em breve lançamento, o estudante também fala sobre a conquista do prêmio na mostra de ciência da SBPC.

"Foi um projeto muito árduo, a gente não tinha as melhores ferramentas, são poucos recursos que a gente tem no colégio público. Agora, a gente sabe a responsabilidade de estar representando a escola pública. Fomos agraciados com esse prêmio e temos orgulho de representar a Bahia".

Foto: Arquivo pessoal
Para desenvolver a ferramenta, Maicon Douglas contou com a orientação do professor Jorge Lúcio dos Santos.


Fonte: Site “G1” do globo.com - 31/07/2019

Comentário: Pois é leitor, olha ai a Bahia. Neste momento quero parabenizar ao jovem "Maicon Douglas dos Santos" e ao seu orientador o "Prof. Jorge Lúcio dos Santos" por esta grande conquista, e ao mesmo tempo espero que eles sejam leitores do Blog, pois caso sejam, peço aos mesmos que entre em contato com o Blog pelo e-mail brazilianspace@gmail.com, pois se possível eu e meu grupo gostaríamos de bater uma papo com vocês, tá ok? Sucesso sempre e agradeço ao nosso leitor Rui Botelho pelo envio desta notícia. E uma sugestão para a AEB: Presidente Moura, porque também não reconhecer essa conquista baiana?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite