Bolsonaro Anuncia Ampliação do Porto e do Aeroporto de Alcântara no Maranhão

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (28/10) no site “Portal JG” destacando que o Presidente Bolsonaro anunciou ampliação do Porto e do Aeroporto de Alcântara no Maranhão.

Duda Falcão

COMUNICADO

Bolsonaro Anuncia Ampliação do Porto e Aeroporto de Alcântara no Maranhão

Anúncio foi realizado cinco dias após o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) que define regras para uso do Centro de Lançamento de Alcântara, ter sido aprovado pela Câmara.

Por: Portal JG
Com informações G1 MA
Data de publicação: 28/10/2019 20h39
Atualizado: 28/10/2019 20h41


O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (28) a ampliação do terminal portuário e do aeroporto de Alcântara, município localizado a 30 km de São Luís. O anúncio foi realizado por meio de uma rede social, e teve a participação do Secretário-Executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

O anúncio foi realizado cinco dias após a Câmara dos Deputados ter aprovado o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) do Brasil com os Estados Unidos, referente ao uso do Centro de Lançamento de Alcântara. O projeto agora segue para ser votado pelo Senado.

No vídeo, o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura afirma que uma equipe esteve em Alcântara para identificar as necessidades de infraestrutura que a região possui. De acordo com Marcelo Sampaio, cerca de R$ 70 milhões serão destinados para a ampliação do aeroporto, que ainda pode receber mais recursos.

A equipe do Ministério da Infraestrutura também realizou visitas técnicas no Porto do Itaqui e no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís, que segundo Bolsonaro, está pronto para ser privatizado.

O aeroporto de Alcântara pertencente ao CLA (Centro de Lançamento de Alcântara), foi fundado em 1989 e tem capacidade de receber aviões de grande porte.

Foto: Reprodução 

Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) 

Pelo que consta no texto, o território de Alcântara onde está a base segue sob jurisdição do governo brasileiro. A contrapartida dada ao Brasil são recursos, que devem ser utilizados para investir no Programa Espacial Brasileiro. Estes recursos não podem ser aproveitados para comprar, produzir, testar ou empregar mísseis.

O Acordo diz ainda que os Estados Unidos autorizam o Brasil fazer lançamentos de foguetes e espaçonaves, nacionais ou estrangeiras, que tenham partes tecnológicas americanas.

Como cerca de 80% dos equipamentos espaciais do mundo têm algum componente norte-americano, o Brasil precisa deste Acordo para poder fazer parte de forma efetiva do mercado de lançamentos espaciais.

Fonte: Site Portal JG - http://portaljg.com.br 

Comentário: Pois é, parabéns ao Presidente Bolsonaro, é isso ai que se espera, mas volto a insistir que é necessária a sua presença na região para um tete-a-tete com as Comunidades Quilombolas, já devia ter ido.

Comentários

  1. Penso que é bom o presidente deixar as coisas seguirem lá em Alcântara sem a sua presença.., pelo menos por enquanto. Digo isso pela oposição tóxica que vem das lideranças da região em questão. Tenho receio dos esquerdistas colocarem tudo a perder caso a imagem do presidente seja colada no projeto espacial para a região. Então, acho mais seguro ir lá somente depois que tudo estiver sacramentado. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Respeito a sua opinião, mas não concordo, não se deve deixar para amanhã o que se tem de fazer hoje. A situação chegou a esse ponto justamente por falta da presença do governo na região, e nada melhor para ganhar credibilidade junto a essas comunidades a presença presidencial já chegando com o Departamento de Engenharia do Exercito para sanar problemas de infraestrutura emergenciais. É preciso resgatar a credibilidade do governo junto a essas comunidades e isto só faz com ação. O Presidente já deveria ter ido lá.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. Se o valor mencionado para as obras de infraestrutura na base é exatamente o necessário, o governo está de parabéns. Eu não sei se SETENTA MILHÕES é muito ou pouco para reformar um aeroporto, mas de qualquer maneira é bem menos do que os BILHÃO ( ou menos um pouco do que isto - não há publicação exata dos gastos realizados) gastos inutilmente com uma tal de Alcântara Ciclone Space, obras realizadas por uma tal empreiteira criminosa. Seguindo neste ritmo de valores parece que o dinheiro será gasto com mais eficiência desta vez.

    Quanto a ida de Bolsonaro a Alcântara, eu concordo com o anônimo. Além de tudo o que ele disse, ficaria evidente que Bolsonaro estaria tentando resolver as questões com política, e uma dose de populismo, no gogó, ao invés de ações reais e práticas, o que realmente interessa. Se todo problema que tiver no Brasil Bolsonaro tiver que ir pessoalmente resolver, a coisa vai ficar difícil, certo? Ir conversar com parcas 300 ou 500 pessoas sem garantia que isto realmente resolverá a questão ( certamente não resolve - conversa resolve muito pouco) parece uma péssima estratégia. Assim, se ele fizesse assim, certamente se tornaria refém de suas palavras, e garantidor de ações do governo que, mesmo ele sendo presidente, um bom presidente, não pode garantir. Há mil e um fatores que influenciam no resultado final das ações do governo, e de fato Bolsonaro não pode garantir nada, por mais que ele se esforce. Para conversar com os quilombolas ele tem assessores para este fim.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022