NASA Reforça Busca Por Extraterrestres Inteligentes Com Sonda "Caça-Exoplanetas"

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (24/10) no site do “Canaltech” destacando que a NASA vai reforçar a busca por Extraterrestres Inteligentes com "Sonda Caça-Exoplanetas".

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA – ESPAÇO

NASA Reforça Busca Por Extraterrestres Inteligentes Com Sonda "Caça-Exoplanetas"

Por Redação
Canaltech
Fonte:  Breakthrough Iniciatives 
24 de Outubro de 2019 às 19h50

A NASA ganhou um reforço na busca por vida inteligente fora da Terra. O programa Breakthrough Listen anunciou que vai se juntar à equipe que comanda o telescópio espacial TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite), que é o caçador de exoplanetas sucessor do telescópio espacial Kepler.

O anúncio foi feito pelo próprio programa que, caso você não conheça, é uma iniciativa privada de US$ 100 milhões que busca sinais de vida inteligente no universo. O grupo de 'busca por extraterrestres inteligentes' (SETI, na sigla em inglês) vai colaborar com a equipe da NASA para tentar responder a uma das grandes questões da humanidade, como explicou Pete Worden, diretor executivo do Breakthrough Iniciatives.

“É emocionante que a mais poderosa busca SETI, com nossas instalações parceiras ao redor do mundo, vai colaborar com a equipe do TESS e nossa máquina caça-planetas mais capacitada. Estamos ansiosos para trabalhar juntos enquanto tentamos responder a uma das mais profundas questões sobre o nosso lugar no universo: estamos sozinhos?”, declarou, na nota em que o programa anunciou a parceria.

(Imagem: NASA)
TESS foi lançado ao espaço em abril de 2018.

Até o momento, o TESS já encontrou cerca de mil objetos de interesse, sendo que 29 deles já estão confirmados como exoplanetas. Enquanto o Kepler foi responsável por registrar 4.000 dos exoplanetas conhecidos pela humanidade durante toda a sua trajetória, espera-se que o sucessor registre mais de 10.000 corpos celestes em dois anos de missão.

A equipe do Breakthrough Listen planeja escanear por assinaturas tecnológicas nos planetas analisados pelo TESS. São indicadores de civilizações alienígenas avançadas, que podem ser, por exemplo, sinais de televisão ou rádio “vazados”.

E já que o telescópio escaneia estrelas que fazem parte da vizinhança cósmica do Sol, seria possível identificar civilizações relativamente próximas de nosso mundo. E até, quem sabe, tentar um contato imediato.


Fonte: Site do Canaltech - https://canaltech.com.br 

Comentário: Em uma única palavra, sensacional.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022