Com o Foguete Reutilizável 'Electron' da Startup Rocket Lab Planeja Enviar Missões à Lua e Além

Olá leitor!

Segue abaixo uma interessante notícia postada hoje (23/10) no site do “Canaltech” destacando que o Foguete Reutilizável Electron da startup Rocket Lab já planeja enviar missões à Lua e além.

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA – ESPAÇO

Com Foguete Reutilizável, Rocket Lab Planeja Enviar Missões à Lua e Além

Por Por Daniele Cavalcante 
Canaltech
Fonte: Rocket Lab
23 de Outubro de 2019 às 07h30

A Rocket Lab, empresa privada de lançamento de pequenos satélites, anunciou na segunda-feira (21) seus planos para enviar cargas à Lua e outros destinos além. Ela usará sua nova plataforma de satélites capaz de conduzir pequenas naves em missões espaciais.

Para chegar à Lua e, futuramente, a outros mundos, a empresa usará o Photon, um veículo projetado para fornecer serviços de voo espacial para cargas úteis de clientes. Ele será lançado pelo Electron, o foguete reutilizável da Rocket Lab apresentado em agosto. Além disso, ela também usará o que chama de "estágio de manobra em massa" para permitir sobrevoos lunares.

Isso permitirá que a empresa vá para destinos além da baixa órbita terrestre (LEO), oferecendo aos seus clientes maiores possibilidades e também possibilitando que pequenos satélites alcancem a órbita da Lua. Além disso, a Rocket Lab acredita que a nova iniciativa poderá desempenhar um papel importante nos planos da NASA de enviar astronautas à superfície lunar em 2024 com o programa Artemis.

Peter Beck, CEO da Rocket Lab, disse que "pequenos satélites desempenharão um papel crucial na ciência e na exploração, além de fornecer infra-estrutura de comunicações e navegação de apoio aos seres humanos que retornarem à Lua". A primeira missão do Photon está prevista para lançamento até o final de 2020, de acordo com representantes da empresa.

Até o momento, a empresa lançou nove missões. A maior delas até agora, chamada "As The Crow Flies", decolou na península de Mahia, na Nova Zelândia, em 17 de outubro, para enviar um pequeno satélite chamado Palisade para uma órbita a 1.000 quilômetros acima da Terra.


Fonte: Site do Canaltech - https://canaltech.com.br 

Comentário: Pois é leitor, não quero mais aqui ser repetitivo, até porque depois de tudo que eu disse, a própria notícia acima fala por si própria. Porém volto a salientar que continuo acreditando que o nosso Ministro Marcos Pontes irá seguir o caminho correto e fazer com que a AEB não continue sendo utilizada para os interesses de quem não tem compromisso com o nosso ‘Patinho Feio’ e muito menos com o país. Saravá meu pai e que assim seja.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro