SpaceIL Pode Tentar Pousar Nave na Lua de Novo Após Fracasso da Primeira Missão

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (23/10) no site do “Canaltech” destacando que a Startup Israelense SpaceIL pode voltar a tentar pousar na Lua de novo após o fracasso da primeira missão.

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA – ESPAÇO

SpaceIL Pode Tentar Pousar Nave na Lua de Novo Após Fracasso da Primeira Missão

Por Redação
Canaltech
Fonte:  Space.com
23 de Outubro de 2019 às 23h40

O sonho israelense de chegar à superfície da Lua ainda não acabou. Quase quatro meses depois de a startup SpaceIL ter desistido de tentar uma nova descida no satélite natural da Terra, um representante agora declarou que uma nova missão lunar está prevista para 2021.

“Estamos muito orgulhosos e felizes com a Beresheet. Foi a primeira de muitas [missões]”, disse Ehud Hayun, um dos engenheiros espaciais da Israel Aerospace Industries, empresa que construiu a nave. “Ela nos tornou a sétima nação a orbitar a Lua e e quarta a tentar pousar”.

Depois do pouso fracassado em abril, representantes israelenses têm alternado entre declarações que afirmam ter planos de tentar um novo pouso bem sucedido na Lua ou desistir da missão. Primeiro, ainda em abril, a própria SpaceIL prometeu uma nova tentativa com uma Beresheet 2.0. Já em junho, a companhia acabou dizendo que desistiria da Lua, mas que tentaria outro objetivo em sua próxima jornada espacial. Eis que, agora, surge de novo a ideia de uma missão lunar por parte da empresa

(Foto: SpaceIL/IAI)
Beresheet falhou a poucos metros de pousar na Lua.

Hayun apresentou algumas considerações sobre a missão fracassada e falou sobre os planos de tentar novamente um pouso lunar durante o 70º Congresso Astronáutico Internacional. Mas é bom notar que, apesar de fazer parte da equipe de desenvolvimento da nave espacial, o engenheiro não fala de maneira oficial sobre os planos da SpaceIL.

De acordo com ele, a equipe segue trabalhando na Beresheet 2.0 com algumas melhorias em relação à primeira nave, e a previsão é que uma nova missão seja realizada dentro de mais ou menos dois anos. Além de alguns ajustes de design para garantir um pouso mais suave, a nova versão também inclui computadores atualizados e um sistema para evitar obstáculos ao aterrissar. 

Missão Barata e Arriscada 

(Foto: Reprodução/Twitter)
Missão rendeu troféu à SpaceIL.

Em abril, o pouso da Beresheet na Lua fracassou por conta de uma falha nos motores pouco antes de a nave atingir o solo. Por conta da proximidade, não deu tempo de evitar a colisão. Hayun explicou que a nave foi construída com poucos recursos, custando cerca de US$ 100 milhões, somente. “Temos pouca ou nenhuma redundância nos sistemas, o que torna tudo muito barato, mas também bastante arriscado”, avaliou o engenheiro. A experiência anterior, porém, será uma vantagem nesta segunda tentativa.

“As coisas foram difíceis tecnicamente porque tínhamos uma grande tarefa definida: a primeira missão lunar de baixo custo. Não tínhamos referência para observar. Nunca havia sido feito antes”, justificou. Agora, poderão usar a própria experiência como ponto de partida. Resta, a partir desta declaração do engenheiro, que a SpaceIL confirme, de maneira oficial, se a Beresheet 2.0 será mesmo enviada à Lua, ou não.


Fonte: Site do Canaltech - https://canaltech.com.br 

Comentário: Hummmm, agora sim, retornaram ao foco colocando a cabeça no lugar. Vou ficar na torcida por esta nova iniciativa israelense e que ela seja dessa vez exitosa e quem sabe venha de alguma forma colaborar para as mudanças de atitude que continuamos esperando em nosso “Patinho Feio”. E leitor, quem sabe, com as boas relações agora entre o Brasil e Israel, pudéssemos colocar um equipamento brasileiro nesta nova missão israelense. Alô equipe da USP São Carlos, da Missão Garatéa, INPE. Quem sabe, né ministro Marcos Pontes? Já dizia os mais produtivos, perguntar não ofende, rsrsrsrs.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro