Robô Controlado Remotamente Será Testado na Estação Espacial Internacional

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (23/10) no site do “Canaltech” destacando que um Robô controlado remotamente será testado na Estação Espacial Internacional.

Duda Falcão

HOME - CIÊNCIA – ESPAÇO

Robô Controlado Remotamente Será Testado na Estação Espacial Internacional

Por Redação
Canaltech
Fonte:  NASA
23 de Outubro de 2019 às 20h00

A NASA e a ESA (a agência espacial europeia) pretendem unir ainda mais os esforços de homem e máquina para ajudar na exploração do espaço. Um experimento a ser realizado em novembro deste ano vai testar se já é possível controlar um robô na superfície lunar a partir de um laboratório remoto, como a Estação Espacial Internacional (ISS).

Batizado de ANALOG-1, o teste terá duração de duas horas, durante as quais o astronauta Luca Parmitano, da ESA, ficará no laboratório orbital controlando um programa específico de computador para, em conjunto com uma equipe aqui na Terra, comandar um robô em um terreno parecido com o da Lua, em uma cidade na Holanda.

A missão tem como objetivo descobrir se a tecnologia atual permite que o controle remoto de robôs em missões exploratórias, algo que, no futuro, pode ser utilizado na Lua e, posteriormente, em Marte, para onde a NASA pretende levar seus primeiros astronautas até 2035.

Se tudo der certo, além da Lua e Marte, isso pode permitir que os cientistas cheguem a locais ainda mais difíceis para o ser humano atingir, ou até mesmo lugares hostis, como explica William Carey, cientista da ESA e membro da equipe da missão ANALOG-1.

(Foto: ESA)
O astronauta Luca Parmitano vai controlar robô remotamente a partir da ISS.

“O espaço é um lugar difícil para homens e máquinas. O futuro da exploração do Sistema Solar pode envolver o envio de robôs exploradores para testar as águas em planetas desconhecidos antes de enviar humanos”, disse Carey à NASA. “A abordagem pode aumentar significativamente o retorno científico dessas missões, bem como oferecer um meio de evitar a possível contaminação de humanos aterrissando na superfície antes de respondermos questões sobre a existência de vida em Marte”.

Enviar robôs para a superfície da Lua é um meio de evitar dificuldades relacionadas à poeira lunar. Mas a expectativa é que o Homem volte a pisar no nosso satélite natural ainda na próxima década, provavelmente em 2024, com o programa Artemis, da NASA. 

Uma Nova Etapa na Exploração Espacial 



O teste em novembro é o último passo de um longo experimento que pretende aproveitar os avanços da robótica e das comunicações para dar um novo passo na exploração espacial. Até hoje, os robôs exploratórios enviados a Marte, por exemplo, sempre seguiram um programa pré-configurado, recebendo alguns comandos de cientistas na Terra, que demoram um bom tempo para chegar até lá.

Assim, se o teste ANALOG-1 for bem sucedido, tanto a ESA quanto a NASA podem começar novas missões exploratórias na Lua com robôs controlados remotamente em tempo real, tudo feito por astronautas posicionados na órbita terrestre.


Fonte: Site do Canaltech - https://canaltech.com.br 

Comentário: Pois é amigo leitor, isso não é ficção científica não (esta acontecendo) bem diferente do caso da nave de desenho animado da SpaceX que levará 100 pessoas para o Planeta Marte em 2021. Isto é, segundo promessa feita em 2019 em um importante Congresso Aeroespacial pelo megalomaníaco e vendedor de ilusões o Sr. Elon Musk, para uma plateia que deslumbrada e encantada (e ele adora isso) ouviu este completo desatino em êxtase, numa tremenda falta de foco e paixão sem limites, parecendo seguidores dessas seitas religiosas enlouquecidas, enfim... Neste caso aqui não, é um projeto sério que parece ter tudo haver com a esperada missão lunar tripulada Artemis, esta prevista para ocorrer em 2024, e comprova o desejo da NASA de cooperar com outras Agencias espaciais do mundo, tentando assim saltar etapas, e avançar rapidamente visando cumprir este prazo, como fizeram os pioneiros no antigo Projeto Apollo. O robô europeu parece meio desengonçado, mas e eficiente, e cumpre o objetivo para qual foi projetado, e certamente será muito útil e torço para que esses testes sejam positivos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro