Edge Of Space Lança Foguete Verde e Faz História

Olá leitor!

Na tarde do dia 07/07, exatamente às 13h00, numa fazenda na região de Brotas (SP), uma equipe da empresa paulista “Edge Of Space”, liderada pelo Eng. José Miraglia, lançou pela primeira vez no Brasil (até onde temos conhecimento) um foguete movido a combustível sólido verde (por motivos profissionais a empresa não pôde divulgar a composição do propelente, mas é um propelente sólido verde que não gera fumaça e nem resíduos tóxicos) fazendo história.

A equipe formada pelos pesquisadores José Miraglia, Vanderlei Neias JuniorReinaldo Santos Martins, Rodolfo Milhomem e Denis Neias, todos membros da “Edge of Space”, contou nesse primeiro lançamento com o apoio das empresas “Dinacom” e da “IMBEL”.

O foguete denominado de THOR, com 2411 gramas de massa, sendo 145 gramas de propelente extremamente energético, gerou 1200 N de empuxo e um impulso específico de 260 s, atingindo 1000 metros de altitude e sendo recuperado por paraquedas.

Segundo o engenheiro Miraglia, a “Edge Of Space” pretende em breve lançar um novo foguete com outro motor que terá 500 gramas do mesmo propelente, que irá produzir 4000 N, devendo assim o foguete atingir 5000 metros de altitude.

Caso o leitor queira maiores informações sobre a empresa “Edge Of Space” visite o site da mesma pelo link: http://www.edgeofspace.org/

Abaixo segue algumas fotos do evento e o vídeo do lançamento do foguete:

Duda Falcão

A Equipe da “Edge Of Space” formada (da esquerda para direita) pelos
pesquisadores Vanderlei Neias Junior,  Reinaldo Santos Martins,
José Miraglia, Rodolfo Milhomem e Denis Neias com o Foguete THOR

Grão propelente do motor do foguete THOR

Foguete THOR Na base de lançamento

A equipe recuperando o foguete

Vídeo do lançamento do foguete THOR
(OBS: Note que o foguete praticamente não gera fumaça)


Fonte: Edge Of Space

Comentários

  1. Propelente solido que não gera fumaça ,interessante .São pouquíssimos países que conseguem fabricar isso e são utilizados principalmente em misses .

    ResponderExcluir
  2. Olá André!

    Bem lembrado amigo, e não é por acaso que a IMBEL foi uma das instituições que apoiaram a "Edge of Space".

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Olá João Paulo!

    Essa galera está realmente de parabéns, e junto com um punhado de outras pequenas empresas brasileiras, trazem a esperança de que um dia teremos um programa espacial exclusivamente privado.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  4. É por essas iniciativas e outras (fruto da garra e competência de engenheiros brasileiros) que fico na torcida para que o NTA consigam lançar uma carga útil, entrando para a história e dando um 'tapa de luva' em certos incompetentes que definham nosso projeto espacial.

    ResponderExcluir
  5. Olá André Vitor!

    Pois é amigo, a iniciativa desses inovadores engenheiros Brasil afora é o que ainda nos permite ter esperança, e o NTA certamente está na linha de frete dessas iniciativas.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  6. Vindo do Miraglia, não fico surpreso.
    Se tem alguem que leva o espaçomodelismo brasileiro de um hobby aos limites de um negócio, só podia ser ele !!!
    Parabens,
    Julimar Lopes

    ResponderExcluir
  7. Parabens pessoal, o Brasil precisa de açoes deste tipo no setor aeroespacial.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Miraglia e equipe com o novo combustivel.

    Um grande abraço

    Roberto

    ResponderExcluir
  9. Muito legal mesmo o propelente verde. Bem legal também o grão ser estrela. Deu pra ver a aceleração inicial incrível.
    A fabricação do mandril deve ser bem difícil.

    Abraço,

    Eduardo

    ResponderExcluir
  10. Qual email de contato com o pessoal do lançamento do foguete?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BIO VOX!

      Você pode entrar em contato através do site da empresa Edge of Space. O endereço do site é: http://www.edgeofspace.org/ . Procure pelo Eng. José Miraglia.

      Boa sorte.

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  11. Galera, eu to querendo desenvolver um mini foguete. Gostaria de saber como eu posso fazer o para quedas.
    Se puderem me ajudar, podem enviar as informações no e-mail: arivaldoalvesazevedo@yahoo.com.br. Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial