Artigo de Professor da UEMS é Cadastrado na NASA


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada dia (10/03) no site “midiamax.com” destacando que um artigo do professor "Dr. Armando Cirilo de Souza", físico e pesquisador da Universidade Estadual de MS (UEMS), foi cadastrado no banco de dados da NASA.

Duda Falcão

Geral

Artigo de Professor da UEMS
é Cadastrado na NASA

Noticias MS/JL
10/03/2010 - 08:39


O artigo desenvolvido pelo físico pesquisador da Universidade Estadual de MS (UEMS), prof. Dr. Armando Cirilo de Souza, acaba de ser cadastrado no banco de dados da NASA (Administração Nacional do Espaço e da Aeronáutica), sob o título “Efeito do nitrogênio nas propriedades anelásticas de Nb e liga Nb-1,0%Zr”, fruto de sua tese de doutorado.

“Desenvolvido na área Ciência e Tecnologia de Materiais, o trabalho contribui para o desenvolvimento de novos equipamentos. Este metal é utilizado para fazer os esqueletos de aeronaves, reatores nucleares e cápsulas espaciais já que são metais de alta resistência mecânica, leves e com alto ponto de fusão”, destaca o professor.

Ainda segundo ele, o Brasil lidera o cenário mundial na oferta de nióbio, atingindo uma participação de 92,4 % da produção mundial, justificando, assim, a importância desta pesquisa.

Para a NASA, que trabalha no desenvolvimento das cápsulas espaciais, a pesquisa é inédita. “Para ter um trabalho aceito por uma entidade como esta não é fácil. O cadastro foi feito no banco de dados da Universidade de Harvard, que é operado pela NASA, porque num futuro próximo eles podem utilizar para o desenvolvimento de alguma cápsula ou compartimento das naves espaciais”, apontou Souza.

Comemorando a publicação, o professor destaca: “Um trabalho como esse mostra, registra e qualifica a importância do papel de um pesquisador dentro das Universidades, e principalmente da UEMS”.

Para acessar ao artigo: http://adsabs.harvard.edu/abs/2008JMatS..43.1593S.

Cientificamente

A pesquisa, baseada num metal chamado de Nióbio, teve como objetivo fazer a introdução de átomos de nitrogênio na estrutura do metal e na liga, causando mudanças em sua propriedade de relaxação anelástica, conhecida como um processo termodinâmico proveniente do acoplamento entre tensão e deformação através de determinadas variáveis internas. Uma analogia simples seria como introduzir átomos de carbono no ferro para causar mudanças em suas propriedades, transformar o ferro em aço.

O nióbio é um metal refratário com ponto de fusão de 2468 0C, com excelentes propriedades mecânicas de rigidez, dureza, leveza, estabilidade térmica, estabilidade química, resistência à corrosão, resistência à fadiga, biocompatível com massa específica de 8,75 g/cm3, possui uma alta ductibilidade em relação à maioria dos metais.

Este trabalho contribui para diversas aplicações do nióbio e suas ligas, principalmente nas indústrias aeroespacial, aeronáutica, automobilística, naval, usinas nucleares, aceleradores de partículas, etc. O que despertou interesse da NASA em cadastrar esse trabalho no seu banco de dados: The SÃO/NASA Astrophysics Data System centralizado na Universidade de Harvard – USA.


Fonte: Site www.midiamax.com

Comentário: Ao blog só resta parabenizar o professor Armando Cirilo de Souza pelo seu artigo inovador nesta área de Ciência e Tecnologia de Materiais, tão importante para o setor aeroespacial de qualquer nação do mundo e a NASA que o diga. Ao governo brasileiro e o Congresso Nacional cabe abrir os olhos e buscar mecanismos de incentivo a pesquisadores como o professor Armando Cirilo, visando assim o desenvolvimento de projetos que possam trazer benefícios a sociedade brasileira. A questão aqui não é a falta de profissionais qualificados para a arrancada científica e tecnológica que o país precisa neste setor e sim a falta de interesse da classe política, falta de visão e a incompetência política administrativa que imperam dentro dos órgãos gestores deste setor no país.

Comentários

  1. POw esse prof doutor aí é meu prof aqui cara!!!a aula dele é muito massa ele realmente incentiva agente a ser curioso que nem ele.. ele é quase louco mais todos querem ver ele dando aula.. quem tiver oportunidade asista uma aula dele.. é cada vez uma surpresa!! hehe By; Caio Agronomia UEMS

    ResponderExcluir
  2. Que bom Gued's (Caio)!

    Espero que o professor Armando Cirilo continue assim, ajudando a formar profissionais competentes na área de Ciência e Tecnologia de Materiais. O Brasil precisa disto. Sucesso para você amigo.

    Abs

    Duda FAlcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Trabalho realmente interessante, parabéns aos envolvidos. Alguém sabe dizer como está a pesquisa do ponto de vista de propriedade industrial?
    Tenho visto vários pesquisadores entusiasmados com a publicação de suas pesquisas no exterior, mas sem nenhuma preocupação/conhecimento mínimo de proteção à propriedade intelectual de seus trabalhos. Muitas destas teconologias acabam sendo adotadas pela industria, porém sem nenhum retorno para o pesquisador, para a universidade ou o país.

    ResponderExcluir
  4. Olá Rafael!

    Não sei lhe responder amigo, mas talvez algum leitor do blog possa.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial