Acrux Aeroespace Technologies - Notícias


Olá leitor!

Volto a falar hoje da empresa brasileira “Acrux Aeroespace Technologies”, que como o grupo paulista “Edge Of Space” vem realizando um grande trabalho no setor espacial.

Instalada na “Incubaero” de São José dos Campos (SP), esta empresa que é dirigida pelo jovem engenheiro mecânico e mestrando em engenharia aeroespacial pelo ITA "Oswaldo Barbosa Loureda", vem desenvolvendo com recursos do "Programa Primeira Empresa (Prime)", da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), um foguete de sondagem de pequeno porte que visa alcançar 10 mil metros de altitude com duas vezes a velocidade do som.

Segundo o engenheiro Loureda, este foguete chamado AAT-2, que estava com seu primeiro vôo de teste previsto apara ocorrer agora em abril e outros que fazem parte dos planos da empresa, tem como objetivo atender a um mercado intermediário para pesquisas educativas de baixo custo, realizadas por universidades ou mesmo para atender a projetos aeroespaciais na faixa de 10 a 100 quilômetros.

Abaixo leitor convido você a assistir o novo vídeo institucional da empresa e um outro vídeo sobre o dispositivo pirotécnico desenvolvido pela mesma.


Vídeo Institucional da
Acrux Aeroespace Technologies


Dispositivo Pirotécnico Desenvolvido pela
Acrux Aeroespace Technologies

Para maiores informações entre em contato com a empresa pelo link:
http://www.aatsolutions.net/


Fonte: Site da Acrux Aeroespace Technologies

Comentário: Iniciativas privadas como essas da empresa Acrux Aeroespace Technologies e do grupo paulista “Edge Of Space”, parecem em curto prazo serem uma boa alternativa ao PEB dirigido pelo governo federal. Quase cinqüentão, o Programa Espacial Brasileiro sofre há muito anos pela falta de foco, por decisões políticas muitas vezes equivocadas, por gestões altamente desastrosas, por falta de recursos financeiros e humanos condizentes com os seus objetivos e principalmente amigo leitor pela falta de uma decisão política se queremos ou não ter um programa espacial. Quem sabe com iniciativas como essas, o PEB possa finalmente tomar um rumo de desenvolvimento consistente, que nos permita sonhar que um dia o Brasil ainda haverá de se tornar um player significativo nesse setor. O blog deseja de público sucesso ao engenheiro Oswaldo Loureda e a toda sua equipe na condução desta inovadora empresa brasileira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes