VII Simpósio Brasileiro de Engenharia Inercial (VII SBEIN)

Olá leitor!

Associação Aeroespacial Brasileira (AAB) enviou hoje (13/11) o Boleti de nº 237 divulgando o “VII Simpósio Brasileiro de Engenharia Inercial (VII SBEIN).

Duda Falcão

AAB Boletim 237

13 novembro 2012

Por solicitação do nosso Associado [299] Josiel Urbaninho de Arruda
comunicamos a realização do evento abaixo:
=============================================

VII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE ENGENHARIA INERCIAL (VII SBEIN)

DATA: 27 A 29 DE NOVEMBRO DE 2012

Local: Instituto Tecnológico de Aeronáutica
São José dos Campos - SP – Brasil

Organização:

Instituto Tecnológico de Aeronáutica

Sociedade Brasileira de Engenharia Inercial

Inscrições pelo site:


A AAB recomenda a participação dos seus Associados no evento !

---

AAB - Associação Aeroespacial Brasileira
Caixa Postal 6015
12228-970 São José dos Campos - SP


Fonte: Associação Aeroespacial Brasileira (AAB)

Comentários

  1. Estamos no bom caminho (tanto para a area espacial quanto a militar). Sei que a pergunta não é tão ligada a área espacial, mas de que área da aviónica ainda dependemos do estrangeiro? Por exemplo, se quisessemos vender os Super Tucanos com tecnologia 100% nacional, o que ainda precisamos? São só os sistemas inerciais? (creio que essa pergunta no fundo se aplica tanto à parte espacial quanto à militar e civil, por causa do componente DUAL)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje a empresa Atech(Do grupo Embraer) é capaz de desenvolver um sistema avionico mas pra desenvolver alguem tem que pagar o desenvolvimento.

      Os motores, os rádios, os computadores, resumindo 70% do valor de custo de um Tucano é de teças de estrangeiras.

      Acredito que em 15 anos teremos capacidade humana, industrial e economica suficiente para desenvolver artefatos militares nacionais de alta tecnologia.

      Excluir
    2. Só complementando, a turbina PT6A-68C, que é parte essencial do Super Tucano, é fabricada pela Pratt & Whitney americana, no Canadá (não sei bem se por questões econômicas ou para fugir da legislação).

      Então legal, temos um excelente avião nessa classe. Tirem o motor e o que sobra?

      Essa é a segurança nacional gerida por um Ministério da Defesa, comandado hoje por um diplomata. Canadá e Estados Unidos agradecem as nossas "relações exteriores". Nessas relações, é claro, vocês sabem com que parte o Brasil entra né...

      Abs.

      Excluir
    3. Charles e Marcos, obrigado pelas dicas. Foram esclarecedoras, e dá par ter uma idéia de em que situação está o Brasil atualmente. Está avançando mais ainda precisamos de melhorar ainda muito.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial