Deu Xabu na Operação HIFIRE 5 Lançada em Abril Pelo DLR

Olá leitor!

Navegando pela internet, descobri que o lançamento do experimento “HIFIRE 5” do programa Hypersonic International Flight Research Experimentation (HIFiRE)”, diferentemente do que pensávamos, foi realizado do Andoya Rocket Range (ARR), na Noruega,  às 11h00 (horário local) do dia 23 de abril de 2012, ou seja, alguns meses antes do lançamento da “Operação HIFIRE 3”, ocorrida em 13 de setembro de 2012 e já descrita aqui no blog.

Na realidade pelo que pude apurar, essa missão incluiu quatro aletas de cerâmicas desenvolvidas pelo “Centro Aeroespacial Alemão (DLR)” intitulado “FinEx”, mas infelizmente o voo não foi bem sucedido.

Até o momento as informações sobre esse voo são muito escassas, mas pelo que pude apurar o primeiro estagio do foguete funcionou perfeitamente, coisa que não ocorreu com o segundo que infelizmente falhou.

Como o leitor que acompanha diariamente o nosso blog deve lembrar, essa missão estava prevista para ocorrer através de um foguete brasileiro VS-30/Orion, e como não há maiores informações sobre o voo (já que o IAE e nem o DLR divulgou qualquer nota sobre o mesmo) não tenho como confirmar ainda se o VS-30/Orion foi realmente o foguete utilizado na missão.

Entretanto, vale lembrar leitor, que caso tenha sido mesmo o VS-30/Orion, não foi o motor brasileiro que falhou e sim o motor “Improved Orion” de origem norte-americana (segundo estágio). Em outras palavras, não foi à gente que jogou água do chopp dos gringos.

Caso algum leitor consiga maiores informações sobre essa missão, por gentileza nos envie para que possamos postar um relatório sobre a mesma com mais propriedade.

Duda Falcão


Fonte: Diversas

Comentários

  1. Bom dia Duda,

    Achei isso:
    http://arc.aiaa.org/doi/abs/10.2514/6.2012-5920

    No final da capa informa exatamente o que você falou, e para ter acesso as outras 12 paginas tem que criar conta.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá Charles!

    Foi dai que eu tirei a notícia, mas para se tornar membro tem de pagar e ai fica difícil. Vamos ver se com tempo eles divulgam algo a respeito.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial