Asteroide se Aproxima da Terra Sem Perigo Nesta Noite

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (14/02) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) informando que um asteroide de cerca de 50m metros se aproximará da TERRA esta noite sem causar perigo ao planeta.

Duda Falcão

Asteroide se Aproxima da Terra
Sem Perigo Nesta Noite

Ascom do ON
14/02/2013 - 15:07

Na noite desta quinta-feira (14), um pequeno asteroide passará muito próximo da Terra, a uma distância aproximada de 28 mil quilômetros da superfície. O objeto, com um tamanho de cerca de 50 metros, é denominado 2012 DA14 e está descartada sua colisão com a Terra, pelo menos nas próximas três décadas.

Embora pequeno, em sua máxima aproximação o corpo celeste chegará a ter um brilho suficiente para ser visto com binóculos e pequenos telescópios. Entretanto, apenas por um intervalo de tempo muito curto, já que passará próximo da Terra a uma velocidade de cerca de 8 quilômetros por segundo (28.800 quilômetros por hora). No Brasil, ele será visível próximo ao amanhecer desta sexta-feira (15). A Indonésia e a Ásia serão os melhores lugares para observar o objeto em sua máxima aproximação.

Por ter um período de revolução em torno do Sol de 368 dias, muito similar ao da própria Terra, o asteroide já teve várias aproximações com nosso planeta, mas nenhuma tão grande quanto esta. Entre os objetos de mesmo tamanho que se conhece, nenhum chegou tão perto quanto o 2012 DA14.

O 2012 DA14 foi descoberto no ano passado por astrônomos do observatório de La Sagra, no sul da Espanha. Desde então sua trajetória vem sendo monitorada e estudada.

Estudos

Existem muitos asteroides nas proximidades da Terra, sendo a maior parte ainda desconhecida, em particular aqueles com até 150 metros de tamanho. Por esse motivo, no mundo todo estão em andamento programas que visam descobrir e estudar as características físicas dos chamados “objetos potencialmente perigosos”.

No Brasil, o Observatório Nacional (ON/MCTI) lidera as pesquisas da área com a Iniciativa de Mapeamento e Pesquisa de Asteroides nas Cercanias da Terra no Observatório Nacional (Impacton). Sediado no Observatório do Sertão de Itaparica, em Itacuruba (PE), o projeto conta com um telescópio com espelho de 1 metro e tem como objetivo o monitoramento e o estudo das propriedades físicas desses objetos.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial