Saiba Mais Sobre o VEX1 Argentino

Olá leitor!

Recebi no dia de hoje um e-mail do Eng. José Miraglia da empresa paulista Edge Of Space (ao qual agradecemos publicamente), nos apresentado a foto de um motor-foguete líquido argentino que eu creio seja o mesmo que será utilizado nos próximos dias no teste do VEX1 (Veículo Experimental Nº 1), já citado aqui anteriormente.

Ainda segundo o diretor da Edge Of Space, esse motor foguete argentino é semelhante ao motor utilizando pelo lançador francês “Diamant I”

Motor-Foguete Líquido Argentino

Pois é leitor, não há mais como negar a seriedade e comprometimento do Governo Argentino para com o seu Programa Espacial também na área de veículos lançadores, enquanto em nosso país a presidentA petista brinca de fazer programa espacial. Assim sendo, só me resta plagiar mais uma vez o nosso leitor Marcos Ricardo. Triste.

Duda Falcão

Comentários

  1. Corrida Espacial de Burt Rutan [Discovery Science]

    http://www.youtube.com/watch?v=lrOHbyzp2oY

    ResponderExcluir
  2. "REPÚDIO.........SÓ TRISTEZA! "
    O CEFAB vem, através desta, repudiar veementemente o estado de decadência, adornadas com teias de aranhas do "Tio Sam", recheadas de algemas , impostas pelos nossos governantes, com o nosso sofrível PEB.
    É extremamente lamentável , quando tomei conhecimento pelo nosso blog, do desenvolvimento cauteloso e do pré-lançamento do foguete (VEX-1) á PROPULSÃO LIQUÍDA. Declaro que será inaceitável que o próximo governo, venha á manter a mesma forma de desleixo e pouco caso com o Programa Espacial Brasileiro, caso continue está aberração administrativa política, as consequências e sequelas, serão irreparáveis.
    Ao manifestar-me tal conhecimento contra o PEB, e que atinge contundentemente á todos entusiastas pelo espaço neste país, devemos por obrigação encontramos uma saída desta situação constrangedora em direção ao buraco negro.
    Não justifica qual quer pretexto exposto por esses NÃO BRASILEIROS, o inexplicável não pode ser justificado e nem aceito como um erro, ou algo normal pela maioria, pois já é tempo de brigarmos pelo nosso PEB, banindo de vez a "SINDROME DA TARTARUGA".
    Será que os argentinos estão travestidos de LEBRE? ou não?.
    Este tipo de atitude petista, a sociedade científica repudia e, sobretudo os gerenciadores da FAB, estão amarrados sem poderem tomar uma atitude de emancipação total, para lançarmos de vez, nossos foguetes.
    Para atitudes deste quilate perigoso e potencial, a nossa tolerância já chegou á ZERO!
    Sera que ficaremos a ver navios ( foguetes argentinos), cruzando acima de nossas cabeças? Olha pessoal! a corrida espacial sulamericana já começou!"

    ResponderExcluir
  3. Sabem quantos kN de potencia tem esse motor? Será que o L75 que temos em projeto será do mesmo nível que esse?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Diamant I tinha 396.52 kN no primeiro estágio. Isso significa que esse primeiro estágio é mais potente que o nosso futuro L300 (4 X L75?) que está em processo de fabricação.

      Excluir
    2. Caro Israel!

      Eu não creio nisso, pois pode ser que no Diamant I sejam vários motores montados em cacho para atingir esse valor. Além do mais esse VEX1 se não me engano será referente ao segundo estágio do TRONADOR II. Entretanto temos muito leitores no blog que são engenheiro aeroespaciais e quem sabe um deles possa lhe responder com mais propriedade. Vamos aguardar.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    3. Para la primera etapa del Tronador II (el VEX1 será la segunda etapa de TII), la CONAE se encuentra trabajando en un motor de 30tn de empuje (30.000 kg). Muy poco se conoce al respecto, debido a bajo perfil y la poca información que deja trascender la CONAE. En el plan espacial 2013-2024 de la CONAE se indica que se está trabajando con dos tipos de combustible: Monometil Hidracina y Tetróxido de Nitrógeno.

      Saludos cordiales

      Excluir
    4. Hola Gustavo!

      Gracias amigo por la información,

      Saludos cordiales desde Brasil

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    5. Valeu amigo argentino!

      Excluir
  4. Seria interessante entrar em contato com algum colega da Argentina (um argentineanspace.blogspot talvez?) para checar se o pessoal de lá acredita que esses prazos de lançamento serão cumpridos.

    ResponderExcluir
  5. Tenho minhas dúvidas quanto à semelhança deste veículo em relação ao Diamant (Francês)
    O Veículo Diamant é na verdade um lançador com 3 estágio, massa na ordem de 18,5ton e cerca de 160kg em LEO (~200km). Seu empuxo no momento do lançamento é 301kN(Versão A) e 390kN(Versão B). Por ser satelizador, sua velocidade final é da ordem de 7900m/s.
    Segundo fontes divulgadas, o VEX1A possui 2,8ton de massa no momento de lançamento de velocidade máxima de 828km/s (230m/s).
    A partir das imagens do motor, é possível deduzir que o mesmo não deve ter uma pressão de câmara muito alta e, por consequência um empuxo certamente abaixo de 60kN.
    Isso somado com as informações divulgadas acerca do seu voo, não resta dúvida que o mesmo será para qualificar apenas o sistema de controle e possivelmente navegação.
    Acredito que o mesmo deverá ter mais semelhança com o STIG da ArmadilloSpace do que com o Diamant.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Robson

      O motor tem geometria semelhante ao motor Vexin do primeiro estágio do Diamant A, pressurizado a gás também, e refrigeração por "film cooling" e por radiação térmica, utilizando propelente hipergólico, trabalhando em baixa pressão.
      O motor Vexin trabalhava 255 Psi e baixo Isp 203 s, mas o suficiente para satelizar. Boas informações do Diamant A no link: http://orbitalaspirations.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html
      O Brazil precisava parar de inventar a roda e desenvolver um lançador "pé no chão" minha esperança ainda é o VLM.

      Miraglia

      Excluir
    2. Miraglia
      A geometria pode ser bem parecida mesmo. Provavelmente a Argentina use a "escola" Francesa. Mas veja que em tamanhos e propelentes, nao sao parecidos. O Vexin Usava Acido Nitrico e Terebentina. Somente nas versoes A à C que passaram a usar NTO e UDMH.
      Sinceramente nao ha como saber se este motor possui refrigeração por film cooling (ou mesmo wall layer)... o mesmo pode ser ablativo ou usar apenas uma matriz de grafite ou C/C.
      Ainda mais que o veículo clama ter 2800kg de massa. Com um motor Vexin, sua aceleração de saída seria acima de 10g's, o que nao é comparável com um veículo para teste de sistema de controle e navegação.
      Att.

      Excluir
    3. Veja o que encontrei
      VEX 1-2013/14 - una sola etapa, 1,8 toneladas, motor 4t, 60 segundos misión, apogeo de 16 kilometros
      VEX 2-2014 - primera etapa de 3 x 4t motores, segundo motor 4t sola etapa
      VEX 3-2015 - 30t motor
      VEX 4-2016 - 30t motor
      VEX 5-2016 - primera etapa de 3 x 30t, segunda etapa: 1 x 30t con control de RCS y la separación a 80 km

      O motor parece ter 40 kN........
      Abraço
      Miraglia

      Excluir
  6. Minha também, por causa da presença dos alemães que não estão aqui de brincadeira.

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o Miraglia. O Brasil deveria investir em um novo projeto\desenvolvimento de um lançador. O VLS apesar de sua revisão foi concebido nos anos 80 com tecnologias em desuso. Um novo projeto, com tecnologias mais modernas e eficientes e por que não mais baratas. Uma parceria de desenvolvimento, não só fabricação, com a industria nacional. Tal como esta sendo feito com o VLM-1. Poderia ser formado um consorcio com industrias nacionais (Avibras, Mectron, Orbital, Fibraforte, Compss etc) junto com o IAE. Facilitaria das amarras da burocracia, não necessitando de abrir uma licitação para cada parafuso a ser comprado, bastando uma para todo projeto em si.

    ResponderExcluir
  8. hola

    si el motor del VEX-1a tiene 40KN y es el que se va a utilizar en la ultima etapa del tronador 2

    sobre el motor de la primera etapa hay poca información en principio parecia que tambien iba a utilizar combustibles hipergolicos pero en el presupuesto 2014 de la conae aparece un acuerdo con invap para construir turbobombas e instalar un banco de motores en puerto belgrano y con YPF para suministrar RP-1.

    presupuesto conae:http://www.mecon.gov.ar/onp/html/presutexto/proy2014/jurent/pdf/P14E106.pdf

    con lo que el tronador 2 tendria una primera etapa " ecologica" KEROLOX y una segunda etapa con el motor hipergolico del VEX1.
    ..........................

    ayer tambien se confirmo que va a ver 2 lanzamientos de VEX antes de fin de año ,una ahora y otra en diciembre.

    http://www.minplan.gob.ar/noticia/11610/plan-nacional-satelital-soberania-y-desarrollo-tecnologico.html


    saludos desde Buenos Aires.






    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Fernando!

      Gracias amigo por la información,

      Saludos cordiales desde Brasil

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  9. Prezados amigos do Brasil, o programa Tronador já tem pelo menos 5 anos de atraso (veja link)... Mas acho importante mesmo aclarar primeiro um tema importante: a Argentina ainda nao tem foguete nenhum!! É só um protótipo que, até hoje, nem tem decolado uma vez!!!! Não sejam iludidos pelo marketing eleitoral e populista do governo argentino ... um monte de burocrata falando das maravilhas do projeto á camera, isso é só marketing para um monte de mane desinformado (ou pior ainda: pagado pelo Estado!!) que bate palma nos blogs ¨zonamilitar¨, ¨interdefensa¨, etc.

    Meus caros, vocês não fazem idea... tem centos de negos sendo pagos pelo governo para falar bem dos projetos e dos politicos oficialistas na internet (blogs, tuiter, facebook) além,de falar m*** dos politicos opositores, lógico. A informacão na Argentina está totalmente poluída, é incorrecta... qualquer um de nós tem q ser muito cauteloso com o monte de pescado podre que aparece na imprensa porteña! Eis uma opinão que tenta ser objetiva:

    *A Argentina tem mostrado avanços no desenvolvimento de um futuro (potencial) foguete? SIM.

    *A Argentina possuí um programa espacial creível ? NAO...só tem um protótipo, algum conhecimento acumulado após décadas de pesquisa (paralizada por muito tempo) é tem um grupo de pessoas que trabalham com o coração,... mas com fundos (verba) muito limitados e para falar verdade SEM TEMPO.

    *Sem tempo porque a economía Argentina é um carro que acelera em direção ao abismo. As inflação em 2013 será de 30-40% ao ano, a criminalidade é recorde, 10% da população é favelada, o governo tudo (federal, estadual, municipios, TUDO) é corrupto, e metade dos estados do norte e nordeste sao Narco-estados...

    *Mas galera, fica atento a este risco: as reservas internacionais do Banco Central hoje são de pouco mais de U$S 30 bilhões... e só em 2014 e nos primeros 6 meses de 2015 o governo terá de pagar U$S 20 bilhões em dívida e juros... isso só sem contar os U$S que precisam para importar gás e petróleo!!!!!!!! (outros 15-20 bilhões) ..QUER DIZER: Economia argentina só tem fôlego para mais 1,5 anos.. percebe o risco???

    Sabe o que acontece com um país subdesenvolvido quando seu banco central fica sem reservas?? CALOTE, mortes de inocentes, desgraças morais, desvalorizacão da moeda... e, mais ligado a nosso tema: Paralisação de todos os projetos de R&D!!! Alguém acredita mesmo que os prazos de lançamento serão cumpridos quando estou dizendo que daqui a 1,5 anos difícilmente o país esteja em pé???

    Galera, lembra as minhas palavras...em 2015 o programa espacial argentino estará -mais uma vez- morto, ao tempo que o programa brasileiro em 2015 com certeza continuará...para bem ou mal mas continuará!

    P.S: Pessoal, desculpe meu ¨portunhol¨, mas tem passado muito tempo da última vez que escreví em português. Abraços.

    http://www.conae.gov.ar/index.php/es/institucional/plan-espacial/plan-2004-2015-actualizacion-2008

    http://www.mecon.gob.ar/finanzas/sfinan/documentos/informe_deuda_publica_30-06-13.pdf

    ResponderExcluir
  10. Acredito que antes deles colocarem algo no espaço o pessoal amador da Copenhagem Suborbitals já vai estar circunavegando a lua com a capsula tripulada Tycho Brae. Mais testes, menos palavrório...

    ResponderExcluir
  11. E O BRASIL QUER SER MEMBRO PERMANENTE DE SEGURANÇA DA ONU. SE NEM CONSEGUE TER UM PROGRAMA ESPACIAL A ALTURA DA ARGENTINA. O BRASIL TEM UMA FALSA ILUSÃO DE QUE É UMA POTENCIA. MAS NA VERDADE TEM APENAS 12 CAÇAS MIRAGE 2000 ULTRAPASSADOS E TEM CORAGEM DE VOAR COM UMA LATA VELHA CHAMADA F5. NÓS SÓ TEMOS TAMANHO, MAS TAMANHO NÃO É DOCUMENTO, A INGLATERRA QUE O DIGA, PEQUENA DO JEITO QUE É É UMA SUPERPOTÊNCIA!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes