AEB Participa de Evento Sobre Astronomia em Brasília

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (11/11) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que a agência participará de 14 a 17/11 de evento sobre Astronomia em Brasília.

Duda Falcão

AEB Participa de Evento Sobre
Astronomia em Brasília

Coordenação de Comunicação Social (CCS-AEB)


Brasília 11 de Novembro de 2013 – Apontado como o maior evento da astronomia amadora do país o Encontro Nacional de Astronomia (ENAST) realiza sua 16ª edição desta quinta-feira (14) a domingo (17), no Centro de Convenções de Brasília com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Com a participação de especialistas brasileiros e do exterior a programação apresenta 49 palestras, 40 painéis, workshops, oficinas diversas, inclusive com a capacitação de equipe do programa AEB Escola, e uma mesa redonda com a presença por meio de videoconferência do físico Marcelo Gleiser.

Além das diversas atividades que vão de manhã à noite, os visitantes ainda poderão obter mais informações sobre as mais de 30 instituições nacionais envolvidas no segmento astronômico na exposição montada no Centro de Convenções.

A primeira edição do ENAST foi realizada em 1998 em Campos de Goytacazes, no Rio de Janeiro, e desde sua origem objetiva promover o intercâmbio entre astrônomos profissionais ou amadores e interessados em geral pela astronomia.

Os Encontros buscam ajudar na divulgação dessa ciência, possibilitando o acesso da população ao conhecimento científico, além de servir como um fórum de discussão de assuntos de interesse da comunidade científica.


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentários

  1. O ENAST é muito legal, mas infelizmente este ano, a maioria das atividades (pra não dizer todas) restringem à Astronomia. Eu já fui em outros eventos que tiveram várias palestras e atividades sobre Astronáutica.
    http://www.enast.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial