Operação ICI-2


DESCRIÇÃO DA CAMPANHA

Data do início da Campanha: 21/11/2008
Operação: ICI-2
Foguete: VS-30/Orion VO5
Numero do vôo do foguete: 5
Data de lançamento: 05/12/2008
Horário: 10:35:10 (horário Local)
Apogeu do vôo: 330 Km
Tempo de vôo: 10 minutos aproximadamente
Tempo em ambiente de microgravidade: Não divulgado
Local: Centro de Lançamento de Ny-Ålesund no Arquipélago de Svalbard (Noruega)
Objetivo: Investigar a estruturação de elétrons que formam nuvens em associação com auroras boreal diurnas." - Vôo de cinco instrumentos e um experimento europeu e japonês abordo da plataforma ICI-2.
Resultado: Sucesso Total.

Carga Útil Embarcada (Científica)

- Instrumento FBL (Fixed Bias Langmuir probe)
- Experimento LEP (Low Energy Particle experiment)
- Instrumento CFBLP (Cylindrical Fixed Bias Langmuir Probes)
- Instrumento SSD (High energy particles Solid State Detector)
- Instrumento IRU (Inertial Reference Unit)
- Instrumento DSS (Digital Sun Sensor)

Instituições Envolvidas
ARR - Andøya Rocket Range (Noruega)
RCN - Research Council of Norway (Noruega)
ISAS/JAXA - Institute of Space and Astronautical Science, Japan Aerospace Exploration Agency (Japão)
UIO - University of Oslo, Norway (Noruega)
UIB - University of Bergen (Noruega)
UC - University Centre in Svalbard (Noruega)
UL - University of Leicester (Reino Unido)
DLR - Agencia Espacial Alemã
CTA - Centro de Tecnologia Aeroespacial
IAE - Instituto de Aeronáutica e Espaço

VS-30/Orion Lançado com Sucesso na Noruega

Na última sexta-feira (05/12), foi lançado com sucesso um foguete de sondagem VS-30/Orion, a partir do centro de Andoya, localizado em Ny-Âlesund, Svalbard, na Noruega. A operação, que teve início em 27 de novembro, foi promovida pela agência espacial alemã (DLR). O artefato atingiu o apogeu de 330 km, num vôo de duração estimada de dez minutos. Todos os sistemas a bordo e o experimento funcionaram bem, segundo divulgou o Andoya Rocket Range (ARR).


De acordo com informações divulgadas pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), o objetivo do lançamento era "investigar a estruturação de elétrons que formam nuvens em associação com auroras boreal diurnas."

O S30/Orion era composto do motor S30 (primeiro estágio), fabricado nas instalações do IAE em São José dos Campos (SP), do motor Orion (segundo estágio), de origem alemã e da carga útil ICI-2.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial